Estratégias de Marketing Digital no Linkedin

A maior rede social com foco em trabalho é o Linkedin, não há dúvida nenhuma sobre isso. A plataforma voltada para a carreira passou por muitas mudanças desde sua criação em 2002.

A rede social, que inicialmente era muito mais parecida com um “currículo virtual” do que com uma rede, hoje está consolidada. Encontra-se repleta de recursos e ferramentas úteis para a aceleração de negócios na internet.

Com mais de 500 milhões de usuários cadastrados, o Linkedin hoje é a primeira palavra quando o assunto é criar uma rede de relacionamentos empresariais. Portanto, se sua empresa não está no Linkedin, você certamente está perdendo oportunidades de crescimento.

Em marketing digital, o Linkedin propicia a realização de diversas estratégias para atrair, segmentar, engajar e converter leads. Basta, para tanto, desenvolver uma estratégia de marketing digital voltada para a rede social.

Por isso, selecionamos algumas dicas para quem deseja começar a “vender seu peixe” de forma mais eficaz, utilizando os recursos do Linkedin.

Antes de tudo…

estrategias-de-marketing-linkedin-conta
Você já tem um perfil no Linkedin?

Você já tem um perfil no Linkedin, certo? Saiba que esse é o primeiro passo para poder desbloquear as novas ferramentas para a sua estratégia de marketing. Sem uma conta, nada feito.

Se você ainda tem dúvidas de como criar o seu perfil, leia nosso Guia Completo sobre o Linkedin. Você vai encontrar preciosas dicas por lá.

Depois de criar o seu perfil, não pense que é só preencher com suas informações e as pessoas virão como mágica. Pode acontecer? Talvez. Mas o fato é que, como todo trabalho bem feito em redes sociais, precisa de foco e uma boa estratégia envolvida. Não dá para simplesmente contar com a sorte.

Após criar a sua conta, comece a usar o seu perfil ativamente e buscar conexões. Adicione pessoas conhecidas, amigos, familiares e também, as conexões de suas conexões que forem interessantes para o seu negócio, seja ele online ou presencial.

Além disso, participe de grupos, leia o conteúdo de parceiros e influencers do seu nicho. Assim, mais rápido você irá se habituar com a rede social e ficar mais apto a desenvolver um excelente trabalho.

Vamos ver quatro estratégias para sua empresa bombar no Linkedin.

1. Construa uma rede de relacionamentos

rede-de-relacionamentos-linkedin
Rede de relacionamentos no Linkedin

Embora hoje seja uma rede muito mais ampla de relacionamentos, o Linkedin surgiu como uma rede estritamente profissional. Por isso, uma de suas maiores vantagens continua sendo a visibilidade dos contatos, chamados por lá de conexões, que uma pessoa tem em seu perfil. Essas conexões terão acesso a 100% das suas postagens, porque dentro do Linkedin o ranqueamento de posts é 100% atingível e orgânico.

E quando um usuário visita seu perfil, ele consegue visualizar suas conexões. Do mesmo modo, você também consegue saber quais conexões têm em comum com essa pessoa, e até o grau de distância em níveis, entre você e outra pessoa.

Para começar, uma boa estratégia é procurar construir uma rede de relacionamentos influente no Linkedin. Contate as pessoas que você conhece e admira, esteja próximo. Isso é bom não só para um melhor network, mas também vai ajudá-lo a construir autoridade muito mais rápido.

2. Segmente seu Público 

segmente-seu-publico-no-linkedin
Segmente seu público no Linkedin

Segmentar o seu público de forma correta é um dos principais objetivos de qualquer pessoa que queira ter resultados em redes sociais. Além disso, esse é um fator relevante para construir a presença digital de uma marca, apresentando-a às pessoas certas na rede.

Por isso, segmentar o público tende a ser uma das maiores preocupações dos gestores de mídias das empresas. E claro, dos empreendedores que gerenciam suas próprias redes sociais com amor.

O grande diferencial do Linkedin e o que o torna muito mais atrativo para empresas é o fato de que ele é uma rede voltada para o networking profissional. Esse é o local ideal para encontrar as pessoas que estão realmente interessadas e são interessantes, para parcerias, contratação e claro, novos clientes.

Por meio das informações disponibilizadas no perfil, todo usuário pode saber quais são os interesses, áreas de atuação, currículo completo, experiências de carreira e muito mais. 

Esse tipo de informação é crucial, tanto para quem faz negócios diretamente com outras pessoas, quanto quem vende para empresas, como fornecedores de insumos e prestadores de serviços autônomos – freelancers.

3. Produza conteúdo interessante

conteudo-interessante-linkedin
Conteúdo interessante Linkedin

O LinkedIn disponibiliza uma ferramenta de produção de conteúdos, o Linkedin Pulse. Essa ferramenta funciona da mesma forma que um blog e pode ser utilizada para compartilhamento de conteúdo, posicionamento e também para a construção de autoridade.

Além disso, todos já temos em mente que o conteúdo certo irá atrair um público interessado e melhor segmentado, mais propenso a realizar negócios.

A parte ótima dessa estratégia é que o conteúdo publicado em seu perfil, por meio do Linkedin Pulse, é mostrado para toda a sua rede. Do mesmo modo, o conteúdo também passa a integrar o seu perfil profissional, auxiliando-o na tarefa de construir e solidificar a sua marca na internet.

Assim como em outras redes sociais, esse conteúdo irá receber curtidas, comentários, likes e reações, além de poder ser compartilhado, aumentando seu alcance organicamente.

4. Anúncie no Linkedin

Linkedin-ads-anúncios
Linkedin Ads

As ferramentas para anunciantes do Linkedin são as mais variadas que existem quando falamos de redes sociais. Por meio delas é possível realizar ações de marketing digital de forma muito mais efetiva e lucrativa.

Entenda que isso não quer dizer que ações orgânicas, como citamos publicações e comentários, não vão surtir nenhum efeito. Mas as ferramentas para anunciantes irão levar o alcance de sua marca muito mais longe.

Isso porque as segmentações do Linkedin são das mais específicas que há na internet. Devido à sua ampla base de dados, a rede social permite a segmentação do público por características em comum, como local de formação, profissão e até mesmo cargo e empresa em que trabalha. Realmente, esses são dados que valem ouro.

Por isso a negociação que resultou na compra do Linkedin pela Microsoft em 2016 foi uma negociação bilionária. Informação é tudo nos dias atuais e Bill Gates sabe disso melhor que ninguém.

Mas, voltando às ferramentas para anúncios, agora vamos dedicar uns minutinhos para conhecer algumas delas.

Conteúdo Patrocinado (Sponsored Content)

Esse tipo de anúncio é semelhante a uma publicação comum do feed de notícias do Linkedin. Você pode utilizá-lo para levar o seu conteúdo a mais pessoas de sua rede ou fora dela.

Anúncios em Texto (Text Ads)

Essa é uma forma de anunciar, muito semelhante aos anúncios do Google e Facebook. São anúncios em texto que ficam na barra lateral do site e direcionam para um link externo.

Anúncios dinâmicos (Dynamic Ads)

Formato de anúncios personalizados que apresentam uma Call to Action, de forma a aumentar o engajamento com o post. Você pode escolher qual ação deseja que o lead tome ao ter contato com o post, como por exemplo, seguir a sua página na rede social.

Anúncios de exibição (Display Ads)

Anúncios com imagens, também semelhantes ao Google Ads e outras plataformas de anúncios. Aqui, o objetivo é aproveitar o apelo visual da imagem para levar o lead a clicar no post.

Mensagem Patrocinada (InMail Sponsored)

Um tipo de mensagem inbox, em que a empresa anunciante paga para que seja entregue diretamente no inbox do usuário do Linkedin. É uma forma mais direta de apresentar a sua empresa, pois a mensagem é entregue para pessoas que estão online naquele momento.

Por meio dessa ferramenta do Linkedin é possível conversar com um público mais seleto na plataforma. Como se trata de uma comunicação não solicitada, ou como dizemos – uma cold call — seus resultados devem ser bem medidos.

Além disso, a segmentação precisa ser feita com muito cuidado para não enviar mensagens a pessoas que não gostariam de recebê-la, causando uma péssima imagem para a empresa ou o profissional em questão.

Conclusão

O Lïnkedin é hoje em dia uma das melhores vitrines para o seu negócio, seja ele B2C ou B2B. Você precisa estar por lá com sua marca, mostrando-a para o mundo e principalmente, para potenciais clientes.

Mas, sabemos que não basta postar conteúdo aleatório e esperar que as conexões surjam por milagre no Linkedin. É preciso ter uma estratégia definida e ações inteligentes para tornar o perfil de seu negócio, uma máquina de realizações. 

Afinal, suas informações estarão lá 24 horas por dia, 7 dias por semana. É uma representação do seu negócio, disponível para pessoas que estão procurando pelo que você tem a oferecer.

Nesse artigo você já encontrou esclarecimentos e tirou dúvidas sobre os principais benefícios que o Linkedin traz para o seu negócio.

No entanto, vale lembrar que esses benefícios são potenciais. Em outras palavras, os resultados variam de empresa para empresa, de acordo com as ações realmente implementadas e o acompanhamento das métricas.

Agora, se você que dar um passo além e configurar o seu Linkedin de forma muito mais profissional, não deixe de visitar nosso artigo completo publicado no blog. Nele você encontra um passo a passo detalhado com todas as ações para criar a sua conta e configurá-la da maneira correta, de forma bem rápida.

Daí, é só cuidar do seu novo lar na internet e colher os frutos.

 

Bons negócios!

Powered by Rock Convert

Compartilhe o post:

Tags: , , ,

Powered by Rock Convert

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: