Facebook – 10 atualizações que impactam anúncios pagos

Durante o último mês, mais ou menos, o Facebook realizou uma série de atualizações, que incluem:

  • Bloquear bloqueadores de anúncios;
  • Controlar os anúncios que você vê;
  • Atualizações na linha do tempo (newsfeed, timeline);
  • Reestruturação das fan pages;
  • Novas métricas de vídeos;
  • Novas ferramentas de anúncio para vídeos em 360º;
  • Audiência personalizada com base no tempo de sessão em sites;
  • Atualizações no Lead Ads;
  • Atualizações no Facebook Live;
  • Desativação de pixel;

Vamos entender melhor cada atualização.

Bloqueadores de anúncio no Facebook
Resposta do Facebook aos bloqueadores de anúncios

Resposta do Facebook aos bloqueadores de anúncios

Meio que de repente, o Facebook anunciou que os softwares de bloqueadores de anúncios não funcionariam mais ao acessar a rede social do desktop?

“Conforme nós oferecemos mais poder de controle às pessoas, nós também começamos a mostrar anúncios no Facebook, no desktop, para pessoas que, atualmente, utilizam softwares que bloqueiam anúncios.”

Esta afirmação foi dita em um pronunciamento, sobre aumentar o controle dos usuários em relação as propagandas que são exibidas na linha do tempo do Facebook.

Se você não está ciente, softwares como o Adblock Plus foram criados por usuários que odeiam anúncios no Facebook, tanto que eles instalam pluggins para esconder os anúncios da timeline. Com certeza, este tipo de ação impacta a receita do Facebook, além de atingir os anunciantes, que visam atrair usuários para os seus negócios.

Em apenas dois dias, o Adblock Plus anunciou uma alternativa – mesmo que ineficaz – e, imediatamente, o Facebook entendeu a mensagem. Um jogo de gato-e-rato começou entre as empresas como o Adblock e o Facebook. Neste caso, o Facebook é o gato em perseguição.

E, como isso impacta os anunciantes? Bem, se o Facebook for bem sucedido, significa que a distribuição de anúncios aumentará em dispositivos desktops. Com o aumento da distribuição e inventário, os gastos podem diminuir.

Controle os anúncios que você vê

No mesmo anúncio, o Facebook oficializou as melhorias nos controles de anúncios que você visualiza.

Este recurso já estava em fase de teste há alguns meses, mas parece que agora é oficial. Agora, é possível filtrar os anúncios por interesses, através das suas preferências de anúncios, no Facebook. Você pode remover ou adicionar temas de seu interesse para melhorar a relevância dos anúncios que você vê.

Apesar de ser uma resposta aos softwares bloqueadores de anúncios, isso não significa que você poderá excluir os anúncios da sua linha do tempo completamente, apenas indica que você tem maior controle sobre os tipos de anúncios que quer ver, se você remover todos os interesses, as propagandas que você verá serão aleatórias, sem segmentação.

As preferências de anúncios nos faz perceber a quantidade de anúncios segmentados existente e que não têm ligação com os nossos interesses.

Confira as preferências de anúncios disponíveis:

Preferências de anúncios no Facebook
Preferências de anúncios no Facebook

Fique atento a uma compreensão básica, só porque você clica em algum post, não significa que você, realmente, tenha interesse em determinado assunto. Por exemplo, eu cliquei em vários links sobre golpe no governo Dilma, isso não significa que eu apoie ou não este posicionamento, mas mesmo assim, o Facebook me entrega posts referentes a determinada posição política.

Este tipo de filtro é um ponto negativo das segmentações do Facebook.

Um dica quando for rodar anúncios no Facebook: use os interesses quando não tiver outra opção. Em caso de dúvidas, segmente para as pessoas que são mais próximas a você.

Provavelmente, a atualização mais importante para os anunciantes foi maneira fácil de excluir o remarketing. Em preferências de anúncios há a seção “Anúncios com suas informações” e “Anúncios com os sites e aplicativos usados”.

Você pode, facilmente, remover estes tipos de anúncio, para não ser mais impactado.

Atualizações na linha do tempo

Se você pesquisar sobre o algoritmo da linha do tempo do Facebook – algo que não recomendamos -, você terá uma semana cheia.

1. Redução dos caça-cliques

Não é a primeira vez que o Facebook mira nos caça-cliques. A mais ou menos 1 ano atrás, o Facebook implementou mudanças no algoritmo do feed de notícias, com a intenção de punir os caça-cliques. Posts que os usuários clicavam, mas rapidamente voltavam para o Facebook, começaram a ser tagueados.

Caça-cliques no Facebook
Redução de caça-cliques no Facebook

Se a reação fosse comum para aquele post, o Facebook começava a mostrá-lo como menos frequência.

Por mais que o número de caça-cliques tenha diminuído, alguns ainda aparecem na timeline. Claramente, o Facebook ainda vê este tipo de ação como um problema. Consequentemente, outra tentativa – mais sofisticada – de eliminar o caça-clique.

Nas últimas atualizações, o Facebook está utilizando um sistema que analisa frases que são comuns no cabeçalho de posts caça-cliques. Dois indicadores são levados em consideração quando o sistema analisa o título do post, na busca por caça-cliques:

“…(1) se o cabeçalho esconder informações, exigindo o clique para entender o conteúdo do artigo; e (2) se o cabeçalho superestimar o artigo para criar expectativa enganosa para o leitor.”

O Facebook deu os seguintes exemplos:

“Por exemplo, o título ‘Você Não Vai Acreditar Quem Tropeçou e Caiu no Tapete Vermelho…’ (o que aconteceu? quem tropeçou?) esconde informação para a compreensão do artigo. O título ‘Você Sabia Que Maçãs Fazem Mal?’ engana o leitor (maçãs só fazem mal se você comer muito, todos os dias).”

Se você é dono de um site que, constantemente, usa títulos caça-clique, todos os links com o seu domínio terão alcance diminuído na linha do tempo. O mesmo vale se a sua fan page compartilha, regularmente, links caça-cliques, mesmo que eles não sejam do seu site, os posts da sua página serão punidos.

Os dois exemplos, a informação no título está “escondida” e “enganando” o usuário, direcionam o leitor para o clique.

Se você costuma engajar através de posts caça-clique, um dica: PARE AGORA. Inicialmente, você será punido pelo Facebook, mas se houver uma mudança de hábito, ela será percebida pela rede social e você terá ficha limpa novamente.

2. Destaque para histórias pessoais

Timeline do Facebook
Histórias pessoais no Facebook

Outra atualização. Agora, o seu feed de notícias priorizará histórias pessoais “informativas”, determinadas através de suas próprias preferências.

O que é “informativo”? Geralmente, qualquer coisa que se encaixe no itens a seguir:

  • Relacionado aos seus interesses;
  • Discussões que engajem as pessoas;
  • Notícias em destaque no mundo;

O Facebook disse…

“Pode ser qualquer coisa desde receitas, problemas locais, eventos globais. Histórias que as pessoas classificam como informativas ajudam a melhorar o filtro de segmentação, criando novas previsões de informações que podem ser encontradas em cada história.”

Então, o Facebook analisa que histórias podem ser relevante para você…

Qual é a sua relação com a pessoa ou página que postou o conteúdo?

  • Em quê você clicou?
  • Em quê você comentou?
  • O quê você compartilhou?

Possivelmente, este ajuste trará de volta o alcance e engajamento que as empresas de notícias e mídia haviam perdido, durante outras atualizações.

Reestruturação das fan pages

Após realizar testes de layout, por muitos meses, o Facebook oficializou a atualização das páginas.

Confira as principais mudanças…

Fan page no Facebook
Fan page do leadlovers no Facebook

Atualização do layout

A foto do perfil não sobrepõe mais a foto da capa. Então, se você estava realizando artes criativas, integrando este dois elementos, já pode pensar em alternativas. Agora, o foto do perfil fica posicionada no topo, a esquerda.

De acordo com o Facebook, as dimensões da foto da capa continuam as mesmas (828px X 315px) com a foto do perfil medindo 160px X 160px. O nome da página e do usuário agora ficam abaixo da foto do perfil, a esquerda no topo, ao invés de sobrepôr a foto da capa.

Botão mais proeminentes

Se você usa botão call-to-action, agora, eles estão maiores, brilhantes e proeminentes. O seu CTA aparecerá como um grande botão azul, no lado direito da página.

Navegação melhorada

As guias de navegação aparecem em uma lista, no lado esquerdo.

No geral, o design ficou mais limpo. Outros itens, que anteriormente, ficavam a esquerda, agora, ficam a direita. O Facebook também removeu anúncios do lado direito da tela.

Novas métricas de vídeos

O Facebook lançou várias métricas novas para ajudar os anunciantes a mensurar o impacto dos seus vídeos.

Audiência demográfica

Os anunciantes, agora, podem ver métricas por minuto assistidos por idade e gênero. Assim como por localização geográfica.

Em cada caso, os anunciantes podem comparar o engajamento demográfico com o tipo de vídeo postado pela página.

Engajamento da audiência em vídeos ao vivo

Os anunciantes têm acesso a um gráfico de engajamento enquanto o vídeo ao vivo está rodando. Análise quais ponto geram mais reações, comentários e compartilhamentos. Também é possível filtrar por reação.

Visualização a partir do compartilhamento

Quantas visualizações são resultantes, diretamente, da fan page e quantas vieram graças ao compartilhamento? Os anunciantes podem acessar relatórios de visualizações e minutos a partir da transmissão original e de compartilhamentos.

Novas ferramentas para vídeos 360º

Vídeos 360 no Facebook
Novas ferramentas para vídeos 360º no Facebook

Ao gravar vídeos 360º, o Facebook oferece mais ferramentas para você.

Guia

Uma questão dos vídeos 360º, é que é possível olhar para qualquer direção no raio de 360 graus. Para o quê o usuário deveria olhar?

O guia permite que o anunciante selecione pontos de interesse para quando o usuário visualizar o vídeo e, automaticamente, vá para estes pontos. O guia abre por padrão, mas pode ser fechado a qualquer momento, permitindo ao usuário liberdade para se deslocar para qualquer lado.

Mapa de calor

Para onde o usuário está olhando? O mapa do calor mostra para o anunciante quais pontos são os mais e menos prováveis para serem observados durante cada momento do vídeo.

O mapa do calor está disponível para os vídeos que tiveram mais do que 50 mil visualizações.

Público personalizado baseado no tempo de navegação do website

Os anunciantes conseguem criar públicos personalizados através dos usuários mais ativos no seu website.

Primeiramente, este recurso estava disponível através da API de anúncios, mas alguns anunciantes já tem acesso via o Gerenciador de Anúncios.

Atualização no Lead Ads

Segundo o Facebook, as seguintes atualizações estão, ou estarão, disponíveis no Lead Ads:

Download de link no Power Editor e Gerenciador de Anúncios: Uma das grandes reclamações dos anunciantes é que eles não sabem onde encontrar os leads depois que o lead ads está rodando. Esta informação está em algum lugar, na página de ferramentas do Facebook.

Download de novos leads: Ao invés de baixar o arquivo inteiro novamente, os anunciantes agora podem realizar o download de novos leads, capturados durante uma data específica.

Público personalizado gerado automaticamente: Recentemente, o Facebook lançou público personalizado no Lead Ad. Isso é fantástico, pois permite aos anunciantes criar audiências com pessoas que abriram, abriram e se inscreveram ou abriram e não se inscreveram em algum formulário. Mas agora, essas audiências serão geradas automaticamente.

Formas de rolagem: Originalmente, o usuário engajado com o formulário Lead Ad precisaria clicar várias antes de se inscrever. Agora, o Facebook está lançando um formulário de rolagem que mostra os resultados para melhorar a experiência do usuário e aumentar a taxa de conversão.

Contexto da imagem personalizada no cartão: Lead Ad trabalha tão bem porque é muito fácil para o usuário utilizar, entregando, automaticamente, informações como nome e endereço de e-mail do perfil no Facebook. Mas, pelo fato de ser tão fácil, é possível também que a qualidade dos resultados de leads seja baixa. Talvez seja por isso que o cartão contextualizado com imagem personalizada é necessário, dando ao usuário um passo adicional e com mais informações sobre o quê eles estão se registrando.

Anteriormente, o cartão puxava a imagem que era usada no anúncio. Agora, ela pode ser personalizada com uma imagem diferente.

Facebook Live
Atualizações no Facebook Live

Atualizações no Facebook Live

O Facebook continua atualizando e melhorando o Live.

Tela inteira

Antes, o live vídeo aparecia acima das interações.

Agora, o live vídeo fica em tela inteira em ambos os posicionamentos, tornando a visualizações possível no formato de paisagem e retrato. As interações sobrepõem em cima.

Modo único

Tanto transmissões quanto visualizações podem bloquear, temporariamente, interações e comentários, focando apenas no vídeo. As interações e comentários podem ser inseridas novamente mais tarde.

Transmissões de longa duração

Agora, as sessões do Facebook Live podem durar até quatro horas.

Pixel de conversão

Já é de conhecimento público que a algum tempo, o Facebook mudaria completamente para um novo pixel. Agora, já existe uma data para quando o pixel antigo sairá de circulação.

Diretamente do Facebook:

15 de Julho de 2016: Novas contas de anúncios não conseguirão criar pixels de rastreamento. A regra também vale para contas existentes, que nunca tinham criado este tipo de pixel.

15 de Setembro de 2016: Nenhuma conta de anúncio será capaz de criar pixels de rastreamento. Pixels criados anteriormente ainda poderão ser usados em campanhas e relatórios.

15 de Outubro de 2016: O Facebook não prestará suporte para pixels de rastreamento. Neste ponto, o Facebook não adicionará funcionalidades ou manterá ativo o pixel de rastreamento. Ele ainda estará disponível para uso em campanhas e relatórios.

15 de Fevereiro de 2017: O pixel de rastreamento será desabilitado. Neste ponto, o pixel de rastreamento será desabilitado e removido das ferramentas de anúncios. Os resultados das campanhas que estavam utilizando o pixel ainda estarão visíveis nos relatórios.”

Se você ainda não mudou para o novo pixel do Facebook, você precisa realizar a alteração. Use uma combinação de conversões personalizadas, eventos padrão e público personalizado de website. Não há mais necessidades de continuar usando o pixel antigo.

É isso, o que achou das novas atualizações do Facebook? Gostou, não gostou? Não deixe de compartilhar a sua opinião nos comentários abaixo.

Artigo original: Jonloomer

Powered by Rock Convert

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , ,

Powered by Rock Convert

2 Comentários

  1. glaucio says:

    Excelente post Diego. Parabéns, sou fã da sua didática. Você sumiu do Youtube e suas "aulas" lá sempre foram muito boas.

  2. Maria says:

    abrigado por esses ebook maravilhoso

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: