O que é Branded Content? Tire TODAS as suas dúvidas!

Branded Content em bom e velho português significa conteúdo de marca.

Se essa era a sua primeira dúvida, acabamos de eliminá-la. 😁

Mas, como se pode imaginar, não é só o significado de Branded Content que gera dúvidas em empresários e empreendedores. Muito pelo contrário.

Embora muitos saibam a definição do que é Branded Content, na prática, fica muito difícil diferenciar a tênue linha que separa o conteúdo de marca, de marketing de conteúdo e marketing.

Nesse artigo vamos esclarecer algumas das principais dúvidas de nossos leitores sobre Branded Content.

Além disso, se a sua dúvida não estiver por aqui, pode deixar sua pergunta ali embaixo, que terei o maior prazer de responder.

Vamos à essência do que é realmente o Branded Content!

O que é Branded Content

Conteúdo de marca nada mais é que uma publicação que pertence e se refere a uma empresa, de maneira geral. 

Mas não é toda publicação de uma empresa que caracteriza o Branded Content.

O Branded Content também é conhecido como branded entertainment (entretenimento de marca), porque sua função principal é justamente divertir e entreter o consumidor.

Em resumo, o que define um conteúdo é o seu objetivo ao publicá-lo. Por isso todas as empresas procuram utilizar de um calendário de conteúdo, planejado estrategicamente dentro dos objetivos da empresa.

Dentre os diversos objetivos de marketing de uma empresa em relação à sua audiência, podem estar:

  • atrair,
  • segmentar,
  • engajar,
  • gerar novos leads,
  • vender ou converter novos clientes.

Isso é bem o básico, que você certamente já leu bastante por aqui.

A grande diferença em relação ao que chamamos de Branded Content é que ele não é um conteúdo feito para vendas. 

Na maioria das vezes, o seu único objetivo é entreter o consumidor e ocupar um lugar no seu coração e mente.

Por que utilizar o Branded Content

O Branded Content nasceu da necessidade das empresas em produzir um conteúdo melhor aceito pela sua audiência.

Como sempre incentivamos por aqui, não adianta apenas bombardear o seu espectador com anúncios de promoções e ofertas, cada vez menos essas estratégias têm resultados.

Além disso, com a migração das mídias tradicionais, como TV e rádio, para o uso de anúncios em mídias sociais, o consumidor está ainda menos tolerante a anúncios.

Cada vez mais as empresas precisam se esforçar para se livrar da imagem de “venda a qualquer custo”, que é o que resta depois de dezenas de anúncios de vendas.

Um outro ponto importante também é que, muitos consumidores, seja por meio de bloqueadores, seja apenas mudando de página, podem evitar assistir anúncios.

A saída encontrada é oferecer um conteúdo que o “lembre” de sua marca, enquanto o diverte e ensina.

O Branded Content também mostra ao consumidor que a empresa está ao seu lado, em questões comuns.

É o chamado posicionamento de marca.

Desse modo, a empresa passa a ocupar um lugar na mente do público, pela emoção, e não mais com o apelo a promoções.

Exemplos de Branded Content

Falar de Branded Content não é fácil, porque o termo pode gerar muita confusão na hora da leitura.

Por esse motivo, decidi comentar alguns exemplos de Branded Content utilizados na prática. 

Assim, visualmente, fica muito mais simples compreender o que é um Branded Content e a sua utilidade no marketing.

Provavelmente você já foi impactado por um Branded Content.

A partir dos próximos exemplos, ficará muito mais simples para você reconhecê-los e claro, ter ideias para criar os seus, para a sua marca.

Vejamos alguns exemplos clássicos de Branded Content.

Dove

A empresa Dove, na campanha Retratos da Real Beleza, utiliza do Branded Content como forma de se posicionar, não como uma empresa de cosméticos, mas uma empresa que valoriza a beleza de toda mulher.

O conteúdo viralizou e foi assistido milhões de vezes, gerando grande identificação positiva com o público feminino.

Bradesco

Em sua campanha “Aliados pelo Respeito” o Bradesco mostra um experimento, em que pede para pessoas comuns descreverem como ele pensa ser um certo perfil.

Os três atores descrevem as frases ditas pelas pessoas reais, sobre o que seria a sua “imagem ideal” de uma mulher negra, alguém bem-sucedido nos negócios e um artista de sucesso.

Eles são apresentados a três influentes personalidades da atualidade que não correspondem às características citadas e que representam os perfis.

Nessa ação de puro Branded Content, o Bradesco não oferece cartão de crédito ou nenhum outro produto bancário, mas se posiciona como um Banco que compreende e respeita a diversidade.

Coca-Cola

Talvez uma das primeiras empresas a usar o Branded Content em larga escala.

Sempre associando o seu produto com emoções positivas e desejos como alegria, felicidade, refrescância, leveza.

Na Campanha ‘6224 Obrigados’, a atriz Isis Valverde empresta sua história, além de seu talento como atriz e compartilha com sua cidade natal, Aiuruoca, momento especial que gera uma emocionante propaganda da Caravana Coca-Cola.

Mais uma vez a empresa se firma como o refrigerante da família e que está presente em todos os lares e em todos os lugares do país.

Como usar o Branded Content em sua empresa

Mesmo que sua empresa não tenha o orçamento bilionário da Coca-Cola, você ainda pode ter excelentes resultados utilizando o Branded Content.

Para tanto, basta analisar alternativas de acordo com o seu objetivo e inserir em sua estratégia de marketing.

Também é muito importante mensurar os resultados de suas ações com Branded Content, para que você não “queime”seu orçamento em ações sem resultado.

Então, em primeiro lugar, você precisa definir o objetivo de sua campanha de marketing.

Listamos alguns exemplos de objetivos que podem ser trabalhados com Branded Content.

  • Posicionar uma marca no mercado ou reforçar o seu posicionamento
  • Aumentar o valor percebido de produtos e serviços da marca
  • Gerar Presença ou lembrança de marca na mente do consumidor
  • Gerar conexão com o público por meio da emoção

Em seguida, após descobrir o objetivo de sua campanha de Branded Content, você estará bem mais próximo de produzir algo bacana e que realmente encante os seus consumidores.

Vale lembrar que não existe um passo a passo definido para produzir uma campanha de conteúdo de marca.

Mas, a boa notícia é que todas têm alguns pontos em comum, principalmente a emoção gerada por meio de histórias.

E essa é mais fácil de ser notada e recriada em novas campanhas.

Como verificar os resultados de uma Branded Content

Tão desafiador quanto criar uma campanha de Branded Content é mensurar seus resultados após veicular as peças.

Principalmente porque o objetivo de uma campanha de Branded Content não é realizar vendas.

Portanto, já se sabe que ao fim do anúncio ou comercial, você não terá um CTA ou um link para uma página de vendas.

Para medir se as ações estão de fato dando resultado, é preciso lançar de várias métricas que devem ser avaliadas antes, durante e depois das campanhas.

Vejamos alguns conjuntos de métricas que podem ajudar nessa árdua tarefa.

Métricas de Consumo

Métricas que podem ser encontradas no Google Analytics e evidenciam o quanto a audiência vem consumindo o conteúdo em questão, voltado para o Branded Content.

  • Número de visualizações de página do seu site
  • Número de usuários ou sessões;
  • Quantidade de downloads do conteúdo de marca se for um material disponível para download

Métricas de Engajamento

Pode ser obtido tanto pelo Google quanto por redes sociais.

Vejamos, por exemplo, algumas dessas métricas:

  • Número de sessões, em outras palavras, a quantidade de páginas de um site que o novo visitante acessa enquanto está em seu domínio;
  • Número de visitantes que retornam ao seu domínio por meio do conteúdo;
  • Referências na internet, tipo de tráfego gerado por seu conteúdo ser citado em outras páginas na rede;
  • Medida do tempo de permanência na página.

Engajamento medido nas redes sociais:

  • Quantidade de compartilhamentos;
  • Número de comentários;
  • Marcações de amigos e reações ao conteúdo

Métricas de Vendas a partir de um Branded Content

Primeiramente, para toda empresa, o resultado final em vendas sempre é considerado uma métrica importante.

No caso de um Branded Content, a venda não é o objetivo final e por esse motivo, fica muito mais difícil mensurar quanto das vendas ocorreram originadas pela audiência do conteúdo.

Por se tratar de um anúncio ou conteúdo que não tem uma chamada para ação, um botão de compra ou uma página de vendas ao final, mensurar seus resultados geralmente exige o emprego de diversas ferramentas extras de análise.

Mas não é impossível.

que interage com o seu conteúdo de Branded Content e acompanhar o caminho que ele percorre em sua zona de engajamento, até efetivar uma compra.

Ações de remarketing também podem trazer bons resultados nesse sentido.

O mais importante, no entanto, é garantir a presença da marca na mente do seu cliente, com novos conteúdos. E claro, sempre que possível, ofertas de venda também.

Conte com a leadlovers para descomplicar o seu marketing e aumentar as suas vendas com automação de qualidade.

Powered by Rock Convert

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , , ,

Powered by Rock Convert

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: