SEO: 7 passos básicos para a otimização de sites

A otimização de sites por meio do SEO tem um papel decisivo para atração de leads e clientes. Sem a aplicação desse conjunto de técnicas, seus conteúdos bem produzidos ou suas ofertas “irresistíveis” dificilmente chegarão às pessoas que interessam, aliás, é improvável até que apareçam em posições razoáveis nos motores de busca.

Mas não há algum outro caminho para chegar na primeira página do Google? Bem, só se você investir em links patrocinados, ou seja, pagar para aparecer lá.

Passos básicos para a otimização de sites
SEO: 7 passos básicos para a otimização de sites

Agora, se o seu interesse é de chegar nos resultados orgânicos sem precisar de maiores investimentos, é bom ficar de olho no passo a passo que preparamos para você. São 7 boas práticas que ajudarão seu site a se posicionar melhor nos motores de busca.

Você verá que elas são importantes não só pela questão do ganho de tráfego e da geração de leads, mas, sim, para a criação de autoridade para a sua marca e a produção de resultados em longo prazo. Confira nossas dicas!

1. Pesquise as melhores palavras-chave

Esse é o mais básico passo em um trabalho de otimização de sites. Ora, se as pessoas usam palavras-chave para pesquisar algo de seu interesse nos motores de busca, então você deve selecionar os termos desejáveis para o seu site ficar bem posicionado e o que mais se aproxime das preferências do seu público. Para isso, é recomendável o uso de algumas ferramentas de apoio, como o planejador de palavras-chave, do Google, e o SEMrush.

Otimização de sites através de palavras-chaves
Para uma otimização de sites eficiente, pesquise por palavras-chaves

O principal fator a se considerar nessa pesquisa é a relevância de uma palavra-chave. Ela é definida pelo seu volume de buscas e concorrência. É aconselhável privilegiar os termos com alta demanda e baixa concorrência, até para que você consiga atingir mais pessoas sem maiores dificuldades. No entanto, também é válido trabalhar, em menor frequência, com palavras com muito tráfego, pois seu conteúdo pode se destacar em meio aos concorrentes.

Outra boa dica é usar as palavras-chave de cauda-longa. Por ex.: “personalização de camisetas de futebol” é melhor do que apenas “personalização de camisetas”, mesmo que a segunda tenha um volume de buscas maior. A diferença é que o primeiro termo já filtra os interesses das pessoas, fazendo com que os usuários que buscam por camisetas “normais” não cheguem à sua página dedicada apenas às camisetas de futebol.

Otimização de sites através de títulos atraentes
Produza títulos otimizados e atraentes para a otimização de sites

2. Produza títulos otimizados e atraentes

Os títulos são muito importantes porque é por meio deles que as pessoas normalmente decidem clicar em seus links. Essa passagem não deve ter mais do que 60 caracteres (por precaução) para não ser cortada pelo Google. Pra você saber até onde devem ir os seus títulos, use o Snippet Optimization Tool e escreva no campo “Title”. Aproveite essa mesma ferramenta para produzir suas meta descriptions (descrições do conteúdo da página), que devem ser convidativas, explicativas e não terem mais do que 156 caracteres.

Outro fator de otimização é o uso das palavras-chave mais à esquerda do título, já que o Google e o público lerão o termo que interessa mais rapidamente. Já em relação à atratividade, as chamadas com números (ex.: 10 dicas sobre), explicativas (ex.: como + verbo) e curiosas (ex.: aprenda a fazer, passo a passo, guia sobre) costumam atrair mais os cliques dos usuários.

Otimização de sites através de conteúdo
Produza conteúdo relevante e originais

3. Escreva conteúdos relevantes e originais

Ao escrever conteúdos úteis e interessantes para um público-alvo específico, é natural que os usuários achem em suas páginas o que estavam procurando nos motores de busca, e esse é um dos fatores que contribuem para a otimização de sites. Mais do que isso, as pessoas ficam mais tempo navegando, acessam outros conteúdos e se engajam com eles.

A originalidade também é crucial porque o Google penaliza os sites que duplicam conteúdo de outros. Esse é um dos piores erros de SEO e, no final das contas, é ruim para ambos. Além da exclusividade, lembre-se de dar um pouco mais de profundidade aos seus textos, com ao menos 500 ou 600 palavras, pois conteúdos maiores são mais bem ranqueados.

Vale reforçar que um conteúdo relevante gera acessos em longo prazo, pois é um ativo permanente enquanto o seu site estiver no ar. Logo, uma grande quantidade de bons artigos e materiais pode fazer com que suas páginas atraiam novos leads e consumidores por muito tempo.

4. Insira as palavras-chave no texto

Para facilitar a leitura dos motores de busca sobre a temática dos conteúdos, suas palavras-chave devem estar espalhadas pelo texto. Esses termos, assim como os seus sinônimos e palavras correlacionadas, devem aparecer de forma natural na introdução, algumas vezes no desenvolvimento e na conclusão. É importante que as palavras-chave também sejam inseridas nos seus subtítulos (tags H2, H3 e assim por diante) para reforçar a relevância do conteúdo.

Insira palavras-chaves na otimização de sites
Insira as palavras-chave no texto

Evite exagerar no uso das palavras-chave (especialmente as de cauda-longa), pois elas podem tirar a naturalidade do texto e tornam a leitura estranha. Seu site pode ser penalizado caso o Google perceba que você está usando as palavras-chave para enganar os robôs.

5. Crie URLs amigáveis

Para entender o que são URLs amigáveis é bom entender primeiro o que são as não-amigáveis. Um link descrito como www.suaempresa.com.br/id=4&ref=1385 não diz absolutamente nada sobre o conteúdo da página. Nem o público e nem os robôs dos motores de busca saberiam identificar.

Agora, imagine um link deste tipo: www.suaempresa.com.br/5-viagens-ate-1000-reais-mais-procuradas-em-outubro. Ele mostra do que se trata a página, é mais convidativo, confiável e ainda tem a palavra-chave (“viagens até 1000 reais”, por exemplo).

6. Tenha um design responsivo

Ter uma versão do seu site adaptada para telas menores se tornou imprescindível desde que o Google lançou, em abril de 2015, uma atualização no seu algoritmo que passava a penalizar os sites que não eram compatíveis aos dispositivos móveis. Você pode testar se o site é “mobile-friendly” a partir de um teste de compatibilidade oferecido pelo próprio Google.

Otimização de sites com design responsivo
A otimização de sites requer um design responsivo

Temos que considerar, da mesma forma, o aumento na participação dos dispositivos móveis no comércio eletrônico brasileiro. Somente nesse primeiro semestre de 2016, segundo o relatório Webshoppers, 18,8% do total das vendas foram originadas em smartphones, celulares e tablets.

Essas informações só reforçam a importância de escolher um tema de site que se adéque aos dispositivos móveis, não colocar fontes e botões pequenos, não inserir imagens pesadas e tudo o que puder facilitar o carregamento e a experiência de uso e compra em telas menores.

7. Consiga links que retornem ao seu site

Uma das maneiras de construir uma boa reputação no Google é conquistando outros links relevantes. Mas como assim? Trata-se de receber links de sites relevantes em sua área que vão apontar para o seu site (da forma mais natural possível, é claro). Por exemplo: para um blog sobre futebol será muito mais interessante receber menções e links de páginas, como globoesporte.com ou lance.com.br do que de sites de moda.

Esse tipo de referência funciona como uma indicação para os motores de buscas. Bem, se um site relevante de futebol está linkando para esse blog do mesmo tema, é porque o blog tem credibilidade e merece ser mais bem posicionado. Você pode conseguir esses links produzindo conteúdos memoráveis ou fazendo link building, que é a prática de escrever como convidado em outros blogs (de preferência da sua área, porém sem ser o seu concorrente).

Otimização de sites através de link de retorno
Consiga links que retornem ao seu site

Não se esqueça também de colocar botões de compartilhamento social em seus conteúdos, para disseminá-los nas redes sociais. Também é recomendável fazer linkagem interna para as suas próprias páginas e externa para outros sites relevantes e que possam complementar uma informação dada.

Como são muitas técnicas, a otimização de sites é um processo que pode levar tempo até os resultados aparecerem. Há de se levar em conta que chegar à primeira página do Google não acontece da noite para o dia. Por outro lado, são ações não tão complexas como pareciam ser. Muitas dessas mudanças envolvem pesquisas, criação, adaptações, parcerias e pouca programação ou uso de ferramentas complexas. Isso mostra como o SEO é simplesmente praticável e fundamental para gerar leads.

E aí, você chegou a aplicar alguma dessas técnicas de otimização de sites em suas páginas? Agora é hora de conhecer 5 segredos para aumentar a taxa de conversão do seu negócio. Confira tudo no nosso e-book!

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: