5 segredos da Psicologia para aumentar a conversão de leads

Você sabia que o nosso emocional exerce um papel importante quando temos que tomar decisões? Ao entrar em uma loja, você pede para a atendente uma roupa de uma determinada cor e ao saber que não tem, deixa de comprar quando ela diz que o produto está indisponível? Acredite, a situação mencionada também se encaixa ao marketing e à taxa de conversão de leads.

Para atrair a atenção do público-alvo, antes de qualquer coisa, é necessário ter conhecimento de que há uma série de fundamentos psicológicos, que são capazes de explicar o nosso comportamento. Com isso, neste artigo, vamos apresentar alguns segredos de como a utilização cores, imagens, formatação, dentre outros, pode aumentar os cliques e intensificar a taxa de conversão de leads. Confira!

Utilize o fator psicológico
Psicologia das cores aplicada no MKT

O uso de cores

Em voltas pelo shopping, supermercado e outros centros comerciais, é muito provável que você já tenha percebido que cada marca utiliza determinadas cores para atrair a atenção dos clientes. Um dos exemplos mais conhecidos é o McDonald’s. Você já parou para se perguntar por que a fachada da rede americana de fast food é vermelha e amarela?

Para quem não sabe, o vermelho e o amarelo são quentes e representam velocidade, agilidade e fome. Ao identificar as tonalidades, o cérebro interpreta a mensagem, aguçando o apetite das pessoas, que passam a observar a fachada e sentem vontade de comer os lanches.

Saiba que, assim como ocorre com o McDonald’s, a escolha das cores não é feita aleatoriamente. Elas devem ser decididas de acordo com os serviços ou os produtos comercializados pelo seu negócio e com a mensagem que deseja passar aos clientes.

Segundo uma pesquisa feita pelo Seoul International Color Expo 2004, 92,6% das pessoas consideram a cor do produto antes de adquiri-lo e mais da metade delas podem desistir de uma compra, caso não tenha um produto no estoque com a sua cor preferida.

Lembre-se que as cores são fundamentais para a tomada de decisão com relação à compra de um produto, pois geram reações no nosso cérebro e influenciam nossas escolhas.

A simbologia das cores

Como abordamos no item anterior, a escolha das cores é determinante para o poder de decisão da compra de um produto ou serviço. Essa realidade também está diretamente relacionada à taxa de conversão das landing pages, que precisam ter tons que despertam o interesse dos consumidores. Neste tópico, vamos apresentar a simbologia de algumas cores.

Aplique as cores na sua estratégia
Entenda o poder das cores

Vermelho

Você já reparou que o vermelho costuma ser utilizado em liquidações e ações promocionais? Muitas lojas escolhem essa cor, pois atrai compradores compulsivos, já que é estimulante e induz os consumidores a agir. Também está presente em sinalizações de emergência, com a finalidade de atrair os usuários e “forçá-los” a pensar bem antes de tomar uma decisão.

Amarelo

Quando utilizado com o vermelho, o amarelo induz o apetite. No entanto, se a cor é usada sozinha, estimula o otimismo, por ser feliz e acolhedora. É uma ótima escolha para chamar a atenção para alguns detalhes ou até mesmo sinalizar cautela. Há diversos tons de amarelo e eles podem ser utilizados para atrair o público-alvo para algum elemento-chave ou Call To Action (CTA).

Preto

O preto representa força, formalidade e elegância. Conhecida por sua versatilidade, é a cor que passa mistério e aguça a curiosidade. Pode ser utilizado em diferentes simbologias. Além disso, é usado em tipografias e áreas importantes do design de informação.

Branco

O branco ressalta luminosidade, limpeza e tranquilidade. Quando utilizado com outras cores, transmite harmonia. Além disso, está ligado ao pensamento lógico e à comunicação. Ressalta informações e elementos gráficos, o que gera contraste com conteúdo.

O valor das imagens

Imagens são uma forma interessante de atrair a atenção do público, pois provocam efeitos psicológicos. Na publicidade, bebês, pessoas e animais despertam muita atenção, pois seus rostos atraem o nosso olhar.

Durante alguns anos, o pesquisador e psicólogo, James Breeze realizou um estudo sobre como a atenção das pessoas é em relação às propagandas. Para conduzir a pesquisa, ele usou Eye-trackers, dispositivos que captam e rastreiam movimentos oculares, permitindo saber para onde as pessoas olham.

Ame seus leads
Utilize imagens chamativas

Breeze realizou o experimento com cerca de cem pessoas que usaram o Eye-trackers e observaram duas imagens. A primeira apresentava um bebê olhando para fora da imagem e com um anúncio ao seu lado. Já segunda imagem mostrava o mesmo bebê olhando diretamente para o anúncio.

Após essa etapa, o pesquisador avaliou os resultados por meio dos heatmaps, mapas que mostram onde há a maior incidência de olhares. Quanto mais olhares estiverem direcionados para um mesmo ponto, mais vermelho esse ponto fica.

Entre as duas imagens, a que mais registrou concentração de pontos vermelhos foi a segunda, pois as pessoas observaram para onde o bebê estava olhando.

Os infográficos e indicadores direcionais

Além das imagens, outra forma de atrair a atenção dos clientes é utilizar indicadores direcionais, que tem como finalidade indicar aos visitantes do site a área de foco da sua página. Com isso, você pode adicionar imagens de setas apontando para o seu formulário, estimulando o olhar dos usuários para a conversão.

Infográficos com números comparativos também podem ser muito eficientes, pois passam credibilidade e confiabilidade aos visitantes, que passa a compreender com mais facilidade a proposta de sua oferta e converta no seu formulário. Investir em imagens representativas e foto do seu produto ou serviço são igualmente atrativas.

Efeito Zeigarnik e conversão de leads

A psicóloga russa, Bluma Wulfovna Zeignarnik, que estudava a mente humana desenvolveu um experimento, em 1927, para comprovar uma teoria. Para isso, ela submeteu um grupo de pessoas à realização de tarefas. Entre estas pessoas, ela deixava que algumas finalizassem as tarefas, outras, ela as interrompia constantemente.

Segredos da psicologia na conversão
Conversão de Leads

Quando questionadas, as pessoas que não concluíram as atividades lembravam-se das tarefas que ficaram incompletas, diferentemente daquelas que terminaram os exercícios. A partir daí deu-se origem ao efeito Zeignarnik. No entanto, qual é a influência desse estudo no nosso dia a dia?

É bem simples: já notou que ao final da temporada de sua série favorita, a última cena sempre tem um acontecimento importante, que deixa uma dúvida no ar e, às vezes, exibe a famosa mensagem “To be continued”? Com isso, além de aguardar pela próxima temporada, você não esquece como o último episódio terminou.

No marketing digital, para ter uma boa conversão de leads, é preciso limitar os campos de preenchimento para dois ou três, pois quanto mais campos você adicionar, menos pessoas vão preenchê-lo. No entanto, se mais informações são necessárias, deixe o formulário de conversão escondido. Para isso, deixe apenas o CTA com a sua oferta visível. Quando o visitante clicar no CTA, o formulário é exibido em uma pop-up, interrompendo-o por um momento.

Com isso, no momento do clique, o visitante estará decidido a fazer o download do material ou até mesmo comprar o seu produto ou serviço. Por meio do efeito Zeigarnik, as chances de o usuário concluir o preenchimento de seu formulário são maiores.

Gostou de saber mais sobre a relação entre a psicologia e a conversão de leads? Você sabe quais os testes necessários para adaptar a sua landing page de acordo com estes recursos? No post “Teste AB em landing pages: Mais Leads Para Você”, exploramos como testar a eficácia das landing pages!

Compartilhe o post:


1 Comentário

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: