6 dicas para ser um afiliado melhor

Quem quer ser um afiliado de sucesso precisa se preparar muito bem. É essencial entender como funciona o mercado digital e quais são os desejos dos consumidores. Como novas tendências surgem a qualquer momento e algoritmos de redes sociais são atualizados, você deve estar antenado para se reinventar. 

Algumas pessoas podem até achar isso complicado, mas saiba que uma boa estratégia tem grandes chances de trazer resultados positivos. Por isso, este conteúdo vai te mostrar 6 dicas para ser um afiliado melhor.

1. Descubra um bom nicho

foque-em-seu-nicho-afiliado-melhor
Foque em seu nicho

Antes de tomar qualquer decisão, é essencial analisar os nichos do mercado digital. Saiba que esse setor é muito segmentado. Enquanto alguns produtos falam de alimentação fitness, outros abordam temas como linguagens de programação, automação de marketing e beleza. 

Tenha em mente que a escolha do seu público-alvo é fundamental também. A partir dessa escolha, você saberá:

  • qual linguagem utilizar em seus conteúdos;
  • em quais redes sociais você deve marcar presença;
  • assuntos, dores e objetivos das personas;
  • influencers que valem a pena seguir ou fechar parcerias.

2. Pense na comissão

pense-na-comissão-melhor-afiliado
Pense na comissão

Um dos principais objetivos de se tornar afiliado é ter uma renda-extra ou uma nova profissão, certo? Desse modo, pensar na comissão é um passo importante. Analise a porcentagem oferecida pelo parceiro e as regras de pagamento também. Nessas horas, faça cálculos e planilhas de possíveis cenários de venda — somente assim será possível entender se o produto é rentável ou não. ERPs e SaaS, por exemplo, oferecem comissões diferentes para cada plano de assinatura, e isso é ótimo para diversificar a sua estratégia.  

Apenas não fique preso ao preço. Uma comissão alta, inicialmente, pode atrair muitos profissionais. Mas, se o produto não tiver aceitação no mercado, você não ganhará nada no final das contas. Em contrapartida, valores baixos de comissões podem ser interessantes a longo prazo. 

3. Saiba como e onde divulgar os produtos

Afiliado-saiba-onde-divulgar-seus-produtos
Saiba onde divulgar seus produtos

De nada adianta, por exemplo, produzir bons conteúdos e copys matadoras se você não divulga os seus materiais. Criar anúncios, postar nas redes sociais e enviar emails são apenas algumas ações que você pode fazer para ser um afiliado melhor. 

Vídeos no YouTube ou até mesmo no TikTok oferecem boas oportunidades para aumentar o número de vendas. Certos nichos também têm muito a ganhar com grupos no Facebook e fóruns de discussão. 

Deixe a sua imaginação fluir. Apenas tome cuidado para não exagerar e não desperdiçar tempo e dinheiro divulgando os seus produtos onde as suas personas não estão. 

4. Analise resultados

foque-sem-resultados
Foque em resultados

Praticar o que foi dito no tópico anterior só trará mais vendas se você analisar o desempenho de suas ações. Nessas horas, confiar apenas na intuição ou na sorte não é uma boa ideia. 

Testes só trazem insights e melhorias quando você acompanha de perto tudo o que acontece. Portanto, todo disparo de email ou anúncio criado por você deve ser metrificado. 

 

A partir disso, você entende quais são os melhores mecanismos para ser um afiliado de sucesso. Não se esqueça que simples mudanças, por exemplo, no posicionamento de um CTA ou no tamanho do título, podem trazer resultados surpreendentes. 

5. Não cometer os principais erros de um afiliado

não-cometa-os-mesmos-erros
Não cometa os mesmos erros

Tentar vender qualquer produto digital é um erro que muitos afiliados cometem. Outra falha comum é se cadastrar em diversos programas de afiliação de uma vez só. Além disso, vender produtos que concorrem entre si é o mesmo que pedir para reduzir as vendas. 

Afiliar-se a um infoproduto sem nunca tê-lo testado é algo que causa muita confusão também. Se você não conhece os potenciais do seu produto, como você criará landing pages que convertem ou emails atraentes?

Os exemplos citados acima parece simples, mas estragam a estratégia de qualquer afiliado. Por isso, fique atento para não cometê-los. 

6. Utilize ferramentas

Utilize ferramentas
Utilize ferramentas

Com uma simples pesquisa no Google, você encontra plataformas que auxiliam o seu trabalho. São tantas opções que é comum se confundir. Mas, não se preocupe: fizemos uma lista de soluções que não podem faltar em seu planejamento.

6.1. Automação de marketing

Marketing Automático
Marketing Automático

Quem deseja vender mais na internet precisa da automação de marketing. A tecnologia consiste em um software que automatiza tarefas repetitivas e manuais, como o gerenciamento de redes sociais e o envio de emails. Além disso, uma solução adequada ao mercado de afiliados fornece dados em tempo real de todas as suas campanhas. 

 A utilização de uma boa ferramenta permite que você:

  • defina estratégias, métricas e fluxos de nutrição;
  • integre diferentes sistemas em um só lugar;
  • determine quais conteúdos são ideais para cada etapa do funil;
  • crie campanhas otimizadas para o seu público;
  • reduza custos;
  • tenha mais tempo para focar melhorar a sua gestão;
  • e muito mais!

6.2. Automação de redes sociais

automação-redes-sociais
Automação Redes Sociais

Marcar presença nas redes sociais é outro ponto fundamental para ser um afiliado de sucesso. Mas, antes de escolher entre as diversas opções de comunidades online, você deve entender onde o seu público está. Em outras palavras, não faz muito sentido ter um perfil com milhares de seguidores no Instagram se os seus potenciais clientes estão no LinkedIn ou no Pinterest. 

No tópico anterior, já abordamos a importância da tecnologia para automatizar processos, e nas redes sociais não poderia ser diferente. Ao automatizar o Instagram, é possível programar postagens, directs e até mesmo stories.

Com isso, você otimiza a sua rotina, alcança um público maior e, em alguns casos, aumenta as suas vendas. 

6.3. Emissor de notas fiscais

nota-fiscal-afiliado
Nota fiscal Afiliado

Dentre os diferentes tipos de notas fiscais, saiba que a Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e) é o documento que um afiliado deve emitir. Mas para quem a NFS-e deve ser gerada: a plataforma, o cliente ou o produtor?

Indo direto ao ponto: o afiliado deve emitir a NFS-e para o produtor, e nunca para a plataforma ou o consumidor — pois ele está prestando um serviço para quem criou o produto. A NFS-e deve ser gerada no valor das comissões, e não no valor total do produto. 

Se você ainda tem dúvida sobre a emissão desses documentos para afiliados, procure a ajuda do seu contador e encontre um emissor de nota fiscal preparado para atender o mercado digital.  

Independentemente do seu objetivo como afiliado, é essencial estar preparado para acompanhar as mudanças do mundo online e atender às demandas dos seus clientes. Escolher um bom produto, encontrar os canais de divulgação ideais e emitir notas fiscais de suas vendas são apenas alguns exemplos de atitudes que você deve tomar. 

Neste conteúdo, você ficou por dentro de 6 dicas para ser um afiliado melhor. Que tal aprender mais sobre outro tópico importante para o marketing digital? Então, continue com a gente e entenda mais sobre o Ubersuggest: uma ferramenta gratuita e completa de SEO!

 

Gabriel Nascimento é Analista de Marketing, apaixonado pela produção de conteúdo, engenheiro civil por formação e eterno aprendiz de novos idiomas! .
Linkedin
Powered by Rock Convert

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,

Powered by Rock Convert

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: