7 segredos de E-mail Marketing que vão te fazer gerar mais leads

O e-mail marketing segue como uma das estratégias de marketing digital mais usadas pelas empresas que querem se relacionar diretamente com o seu público. Contudo, não é pelo fato de muitas marcas utilizarem essa ferramenta que ela, automaticamente, se torna uma estratégia lucrativa para quem resolve investir. Lembre-se de que nem todos os anunciantes conhecem as melhores práticas e andam ignorando “regras” básicas, como:

7 segredos do e-mail marketing
Segredos do E-mail Marketing
  • Utilizar um software de automação de e-mail marketing: essencial para organizar e gerenciar as listas, bem como simplificar o processo de envio e monitoramento. Ao usar servidores como Gmail, Outlook e Yahoo, as empresas assumem o risco de não enviarem corretamente seus e-mails e demonstram certa falta de profissionalismo;
  • Formar uma base assertiva de contatos: nada de comprar listas prontas ou captar e-mails sem a autorização dos usuários. Em vez disso, as marcas deveriam lançar mão de landing pages e caixas de inscrição no site, por exemplo;
  • Oferecer a opção de descadastramento: nenhum contato é obrigado a permanecer em uma lista contra a sua vontade. Todos os e-mails devem ter um link para a saída dos usuários;

Bem, esperamos que você já esteja mais familiarizado com essas ações quase que obrigatórias. Elas são relevantes para deixá-lo mais bem preparado para colocar em prática os 7 segredos que farão você gerar mais leads com campanhas de e-mail marketing. Explicaremos cada passo e no que eles podem resultar. Veja a seguir!

1. Ser pessoal

Como o contato via e-mail é muito direto, você pode ser pessoal em seus envios. Primeiro, crie uma conta que comece com o seu nome. Por exemplo: “[email protected]” em vez de “[email protected]”. Coloque também o seu nome como remetente e o nome de quem recebe o e-mail no início da mensagem (os softwares de envio permitem esse tipo de configuração).

Essa pessoalidade faz parte da aproximação que o e-mail marketing exige nas relações entre empresa e consumidor. Além disso, as pessoas terão mais confiança ao dialogar com outra pessoa do que com um setor qualquer.

Assunto do e-mail marketing
Capriche na linha de assunto do e-mail marketing

2. Caprichar na linha de assunto do e-mail marketing

O título da sua linha de assunto tem um papel muito decisivo para o sucesso das suas campanhas. Ele é o primeiro contato visual dos destinatários com as suas mensagens e, por isso, não deve ser ignorado em nenhum momento. Você deve levar em conta que seu e-mail dividirá a atenção do público com dezenas de outros em suas caixas de entrada.

Diante disso, as suas chamadas devem ser breves (até 70 caracteres), instigantes, úteis, transmitir senso de urgência e promover alguma vantagem interessante aos usuários. Alguns truques, como escrever a expressão mais importante do título em caixa alta, colocar o nome do cliente na linha ou chamá-lo de “você”, garantirão mais chances de abertura.

Vale ressaltar que palavras como “Grátis”, “Clique aqui” e “Promoção”, além do uso de muitas exclamações e texto todo escrito em caixa alta são ações passíveis de punição pelos servidores dos usuários. Seus e-mails podem ser encaminhados para a caixa de Spam ou para a lista negra (não são mais recebidos).

3. Aprofundar-se nos interesses dos leads

Como você costuma fazer para conseguir os contatos dos visitantes do seu site ou da sua loja ou escritório físico? Perguntando só nome e e-mail? Para início de uma relação, pode ser o suficiente, mas para que essas pessoas venham a se tornar leads é preciso mais.

Uma boa dica para coletar mais informações da sua base de contatos é enviando pequenos questionários sobre os seus perfis e interesses. Você pode perguntar, por exemplo, a frequência ideal de envios, os formatos de conteúdo, os assuntos, etc.

Esses dados ajudarão a criar uma comunicação mais assertiva, melhorando a relação com esse público até que os usuários convertam em leads.

Segmentação por e-mail marketing
Envie conteúdo segmentado por e-mail marketing

4. Enviar conteúdo segmentado

Outra forma bacana de gerar leads é levando conteúdos relevantes e alinhados aos interesses dos seus contatos. Por exemplo, se você conseguiu 200 novos e-mails para a sua lista após baixarem um infográfico sobre “os benefícios do consumo diário de frutas”, então os conteúdos das suas mensagens precisam seguir a mesma linha: falando de alimentação saudável.

É importante que os usuários percebam que os conteúdos enviados foram para eles, pensados em seus problemas e apontando soluções. Assim se inicia um bom relacionamento para ambas as partes: o público, que passa a ser educado sobre os assuntos de seu interesse, e você, que fortalece a relação com os contatos e converte mais leads. Portanto, invista nas mensagens com dicas úteis e não apenas em promoções; essa atitude aumentará a reputação da sua empresa durante as campanhas.

5. Destacar e espalhar seus CTAs

Os botões ou links de chamada para ação, assim como os títulos da linha assunto, também são fundamentais para o sucesso das suas estratégias de e-mail marketing. São neles que os usuários devem clicar para concluir uma ação planejada por você para os envios. Essa conversão pode ser projetada com o download de um material, a inscrição em algum curso ou qualquer atividade que torne aquele contato em um lead. Em razão disso, esses itens devem ser bem posicionados no corpo das mensagens.

Os CTAs precisam se destacar do resto do texto. Eles podem vir em formato de url ou de botão (mais usual) — nesse último tipo, é aconselhável que as chamadas para ação sejam exibidas em cores contrastantes a do fundo. Ademais, procure formatá-las em tamanhos maiores de fonte e botão, além de exibi-las mais de uma vez na mensagem, já que com mais links, maiores as chances de cliques.

Indicadores de desempenho do e-mail marketing
Acompanhe os indicadores de desempenho

6. Acompanhar os indicadores de desempenho

Dificilmente você obterá grandes resultados nos primeiros envios. O tempo (desde que não seja muito) será o seu grande aliado na otimização das suas campanhas. Por isso, é necessário fazer o monitoramento das suas métricas de performance.

Indicadores como taxa de entrega, taxa de abertura, taxa de cliques e oscilação no tamanho da lista serão as suas principais fontes de conhecimento. Elas entregarão os pontos fortes e fracos dos seus envios, auxiliarão você a ajustar a campanha e a atingir seus objetivos.

7. Realizar testes A/B

Junto à mensuração do seu desempenho, os testes A/B exercem um papel importante no ajuste dos seus envios. Os testes são usados para experimentar, sob as mesmas condições, dois ou mais modelos de e-mails para definir qual é o mais efetivo. Você pode testar layouts diferentes, cores, formato de fontes e botões, tipos e posições do CTA, linha de assunto, conteúdo e tudo que puder ser experimentado.

Aqui vai uma observação importante: para facilitar a análise dos resultados, nunca coloque mais de uma variável sob experimento. Por exemplo, se você altera a cor de fundo e a linha de assunto de um e-mail para o outro, dificilmente saberá qual fator foi decisivo para a escolha do público.

Os segredos (nem tão obscuros assim) para conquistar novos leads com o e-mail marketing passam pela valorização do relacionamento com o público e do aprendizado contínuo. São ações que buscam ganhar o interesse e a confiança dos contatos por meio da humanização da marca, promoção de conteúdos relevantes, análises e experimentações. Enfim, um conjunto de atividades que farão suas campanhas serem mais assertivas, produtivas e inteligentes.

E aí, está confiante de que começará a gerar mais leads com essas práticas de e-mail marketing? Então aproveite e baixe nosso e-book com tudo o que você precisa saber sobre fontes de tráfego online!

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: