Como aumentar a taxa de abertura do e­-mail

Hoje em dia quase todo mundo já sabe que o e­mail é uma poderosa ferramenta de marketing direto. Além de ser a mídia digital com o maior ROI do mercado, o e­mail marketing também possui um ótimo desempenho, altas taxas de conversão e facilidade de mensuração.

Como aumentar a taxa de abertura do e­mail
Como aumentar a taxa de abertura do e­mail

Até aí, nenhuma novidade, não é? Contudo, se por um lado a popularização dessa ferramenta permitiu que as empresas desenvolvessem campanhas elaboradas e criassem plataformas de disparo cada vez mais eficientes, por outro, a concorrência está tão grande que o desafio maior tem sido fazer os clientes se interessem pelo seu conteúdo logo na caixa de entrada.

E é aí que surge a dúvida: como fazer para aumentar a taxa de abertura do e­mail?

Nesse post você vai conferir algumas dicas que vão te ajudar a ter sucesso nessa etapa da sua estratégia digital:

Não corra o risco de cair no spam

Se já é difícil destacar ­se na caixa de entrada do e­mail do seu cliente, onde tantos concorrentes já conseguem chegar, imagine quando você vai parar no lixo eletrônico? Para não correr esse risco é preciso estar atento aos critérios dos filtros anti­spam. Nunca comprar listas de contatos e não enviar e­mails para usuários que não os forneceram espontaneamente para você são coisas básicas a se fazer.

Além disso, evitar usar frases como “clique aqui” ou “grátis” e não usar pontos de exclamação e caixa alta em excesso estão entre os pontos que devem ser observados para não correr o risco de ir direto para a lixeira.

Para não correr risco de Spam é simples: Não faça Spam :)
Para não correr risco de Spam é simples: Não faça Spam 🙂

 

Crie assuntos atraentes

Depois de tomar as medidas necessárias para garantir que seu e­mail chegue na caixa de entrada, é preciso criar um título atraente, que chame a atenção do seu target. Nessa hora, a criatividade é muito importante, mas você também pode usar algumas técnicas comuns, que geralmente dão bons resultados quando a intenção é gerar interesse nas pessoas:

 

● Desperte curiosidade do seu público

● Use reticências no título

● Faça perguntas

● Insira o nome do cliente no assunto

● Crie sentimento de urgência

● Utilize “call to action”

O que vai determinar a eficácia de cada um desses artifícios é saber em que etapa do funil de compra está o cliente, para entender qual abordagem será mais interessante para ele.

 

Defina uma frequência de disparos

Você gosta quando as empresas lotam a sua caixa de entrada com e­mails disparados de hora em hora? Pois então, o seus clientes também não! Além de derrubar a taxa de abertura do e­mail com o excesso de envios, este tipo de atitude ainda te oferece o risco de receber um opt­out (quando o cliente pede a exclusão do e­mail dele da sua lista de disparo) e, consequentemente, de ser considerado um spammer.

É claro que ficar muito tempo sem enviar qualquer tipo de comunicação também não é uma boa ideia, contudo, é preciso encontrar um frequência saudável e que te faça ser lembrado pelo seu cliente sempre de maneira positiva e necessária.

 

email-frequency
Acerte a frequência de disparos de seus emails…

 

Faça testes

Outra dica é sempre testar! Ainda que você siga todos os passos anteriores, não adianta achar que logo de cara você vai acertar qual é a melhor abordagem. Faça testes com pequenas amostragens e veja quais subjects geram uma taxa de abertura maior. Muitas vezes, o que pode parecer uma grande sacada para você, pode não ser interessante para o seu cliente.

Acima de tudo, lembre­se sempre que o sucesso da sua campanha está no seu conhecimento sobre o seu público. Saber quem ele é, quais são as necessidades dele e qual é o melhor momento para abordá­lo pode fazer toda a diferença para te ajudar a melhorar a sua taxa de abertura de e­mails marketing, ok?

E aí, gostou das dicas? Então, comente aqui no blog e não deixe de acompanhar nossos posts!

Compartilhe o post:


Saiba Como Automatizar Suas Vendas!

Aprenda a automatizar suas vendas e foque no que realmente importa.


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

5 Comentários

  1. Erasmo Dias says:

    Muito boa suas dicas, principalmente no que diz respeito as palavras que são usadas no corpo do e-mail. Obrigado por isso.

  2. Ótimas dicas! Sobre a caracterização de spam pelas palavras e caracteres específicos por ex., desconhecia…quanto as demais, conhecia, mas é sempre bom lembrar de cada sugestão. Isso pode ser crucial para o retorno de nossas campanhas de e-mail marketing. Vlw!

  3. Valeu pelas dicas muito boas algumas eu já tinha o cuidado de seguir mas sempre tem coisa nova a aprender e com certeza o artigo veio para somar valeu

  4. Claudemir says:

    Diego, é possível usar as variáveis para colocar o nome do cliente também no assunto do email ?

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: