Como Vender na Hotmart como Afiliado: Os 3 Passos Essenciais

Você se tornou (ou quer se tornar) afiliado na Hotmart, mas ainda não realizou a primeira venda? Não se preocupe, você está no lugar certo. Com a nossa experiência na área, reunimos os 3 Passos Essenciais sobre como vender na Hotmart como afiliado.

Procuramos deixar tudo bem detalhado para você não ter dúvidas na hora de começar. Então, pegue o bloco de notas aí que eu tenho certeza que esse conteúdo será muito útil para você.

Ah mas, antes de ir aos 3 Passos em si, é importante deixar claro algumas coisas…

Antes de tudo, vamos conversar…

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Antes de tudo, vamos conversar...
Antes de tudo, vamos conversar…

Nós sabemos que muitas pessoas embarcam no mercado de afiliados acreditando que os resultados chegam muito rapidamente. Que basta se afiliar a um infoproduto e pronto… as vendas vão acontecer e o dinheiro vai cair na conta.

Bom, não é bem assim que as coisas acontecem. Afinal, ser um afiliado é um trabalho como qualquer outro, que exige muita dedicação e estudo.

Apesar de contar com várias vantagens, como a flexibilidade de horários, ser um afiliado de sucesso é uma conquista de quem realmente se dedica.

A verdade é que não existe atalho para realmente conseguir grandes ganhos nessa ou em qualquer outra profissão.

Porém, é claro que há algumas atitudes que você pode tomar que irão te ajudar a conseguir resultados melhores mais rapidamente.

A melhor delas, sem dúvidas, é o estudo… Estudar o mercado, o seu nicho de atuação e se inspirar em estratégias de histórias de sucesso.

Sabendo disso, agora você está preparado para ir para a próxima etapa do artigo… Vamos descobrir?

Como vender na Hotmart como afiliado – Os 3 Passos Essenciais

Agora que você tem consciência que é preciso dedicação para ter resultados, chegou a hora de conhecer os 3 Passos Essenciais de como vender na Hotmart como Afiliado.

Finalmente, né?!

Procuramos reunir aqui tudo o que a gente teve que aprender na prática, sem ajuda.

O objetivo é que você possa começar a mexer na plataforma já sabendo o que fazer. Como se fosse um checklist mesmo para conseguir vender como afiliado da Hotmart.

Ficou curioso? Então, se prepare, continue a leitura e em seguida já coloque tudo em prática…

1º Passo: Escolha um Bom Infoproduto

Como Vender na Hotmart como Afiliado: 1º Passo: Escolha um Bom Infoproduto
1º Passo: Escolha um Bom Infoproduto

Primeiramente, você precisa escolher um infoproduto de qualidade.

Afinal, seu papel como afiliado é divulgar esse produto. Se o conteúdo não for bom, não importa a excelência da sua estratégia de vendas, simplesmente o seu lead não vai finalizar a compra.

Por isso, existem alguns fatores que você deve analisar antes de se afiliar a algum infoproduto.

A – A Escolha do Nicho

Apesar de parecer um assunto batido, muitos empreendedores digitais ainda não dão importância a esse fator primordial.

Antes de escolher os infoprodutos que você pretende se afiliar, é importante pensar no nicho de atuação que você pretende trabalhar.

A escolha do nicho é um processo pessoal e envolve diversos fatores. Recomendo que você busque no YouTube sobre o assunto, há vários vídeos com exercícios que te ajudam a encontrar o seu.

E mais: Para te ajudar nessa escolha, nós fizemos um artigo que você deveria ler: Os 7 Melhores Nichos Para Afiliados que Querem Alavancar”.

É importante deixar claro, contudo, que se o seu objetivo for ser um “Afiliado Árbitro” não será preciso escolher um nicho em específico. A não ser que você queira escolher, é claro.

Para entender melhor sobre afiliados árbitros, leia o nosso artigo “O que é um Afiliado Árbitro? Entenda como se Tornar Um Agora”.

B – A Página de vendas do Infoproduto

O primeiro ponto que o afiliado precisa analisar na hora de procurar infoprodutos é analisar a página de vendas deles.

Isso porque a página de vendas deve passar informações suficientes, que acabam com qualquer objeção de compras.

É na página de vendas que devem estar as informações mais importantes sobre o que produto oferece. Tais como: Preço, meios de pagamento, política de reembolso e garantia, etc.

No geral, é uma página direta e assertiva, com uma CTA (call to action) poderosa. Além de passar todas as informações sobre o que o produto oferece, como preço, meios de pagamentos, política de garantia, etc.

Outras informações importantes que ajudam muito se estiverem presentes são:

  • Perguntas e Respostas sobre o Produto visando quebrar objeções das pessoas (FAQ);
  • Depoimentos de clientes/alunos que já utilizaram esse produto com sucesso.

Aliás, para compreender melhor o que é uma página de vendas matadora, dá uma lida no nosso conteúdo Criação de Página de Vendas: Dicas para Criar Uma que Venda de Verdade”.

Após ler, você estará apto não apenas para criar a sua própria página de vendas (caso queira), como ainda analisar as dos outros com excelência.

Dentro da Hotmart, quando você clica em cada infoproduto para saber mais, há uma aba chamada “Sobre”, é lá que você encontrará o link para a página de vendas. Conforme você pode observar a seguir:

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Aba Sobre

Note que além do link da “Página de Vendas”, é possível ainda ver o link do checkout. Bem organizadinho, né?

C – O Material de Apoio Para Afiliados

Os infoprodutores que mais se preocupam com seu produto e valorizam o trabalho dos afiliados, geralmente oferecem um material com explicações para os afiliados.

Esse material não deve – nem precisa –  ser nada complexo. Basta, por exemplo, uma lista evidenciando as ações que os afiliados não devem tomar para vender/anunciar o produto.

Além, é claro, de oferecer algum tipo de material de divulgação para o afiliado que pensa em anunciar no Facebook Ads, por exemplo.

Com esses detalhes, você já tem informações para fazer um trabalho mais assertivo e de qualidade. Aliás, ter esse apoio do produtor também facilita o operacional, já que você recebe as artes e banners prontos para divulgar o infoproduto.

Do mesmo modo que o link da página de vendas, para saber se há material de apoio para afiliados, basta clicar no produto dentro da Hotmart. Lá, há a aba “Afiliação” e a aba “Divulgação”, que contem informações imprescindíveis para qualquer afiliado.

No print abaixo, destaquei a aba “Afiliação“:

 

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Aba Afiliação

 

Já no próximo print, destaquei a aba “Divulgação“. Observe:

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Aba Divulgação

D – O Suporte de Atendimento ao Cliente/Aluno

Eis um ponto essencial para a escolha de um infoproduto a se afiliar… Verificar se ele oferecer um suporte eficiente de atendimento ao cliente/aluno.

Afinal, apesar de você apenas divulgar o produto e não ser o responsável por esses pontos, você só deve divulgar um produto em que você acredita no pré e no pós-venda.

No caso dos Afiliados Autoridades esse ponto é ainda mais relevante. Porque, se algo der errado, o aluno que realizou a compra através do seu link, pode recorrer ao seu conhecimento para resolver o problema.

E algum erro do produtor, pode “respingar” na sua imagem como formador de opinião. Afinal, por mais que você queira ajudar, as informações vão estar com a equipe de suporte de atendimento ao aluno.

Se você não sabe muito bem o que é um Afiliado Autoridade, aconselho você a ler o artigo: “Como se Tornar um Afiliado Autoridade: Guia Completo” 

E – As Métricas dos Infoprodutos disponibilizadas pela Hotmart

A própria plataforma da Hotmart te ajuda a como vender na Hotmart como afiliado. Isso ocorre por meio de algumas métricas disponibilizadas lá dentro. Conforme mostra a 

 Há 3 principais dados que devem ser analisados antes da sua escolha, como

  • A Temperatura
  • O Blueprint
  • A Satisfação

A seguir, iremos explicar melhor cada um deles para que você possa interpretar cada um do jeito certo.

Temperatura

A “Temperatura” dos infoprodutos disponíveis na Hotmart indica, resumidamente, o quanto aquele produto está sendo vendido.

Se o produto é menos vendido, a temperatura é menor. O mínimo de temperatura que já observei na Hotmart foi de 10º.

Se o produto é bastante vendido, a sua temperatura vai aumentando, podendo chegar ao máximo (150º).

Entender o que significa a temperatura, portanto, é fundamental para você escolher um produto para se afiliar.

Já que se o produto está vendendo pouco, provavelmente não irá valer a pena que você se afilie. Pois, de certo, nem o próprio produtor conseguiu realizar vendas significativas.

Se eu pudesse dar um conselho, diria para você escolher produtos que tenham no mínimo 40 graus.

É claro que isso não é uma regra. Mas para afiliados iniciantes, acredito que escolher produtos com temperaturas baixas pode não ser nada legal. Agora, para quem é mais experiente e tem uma estratégia por trás, pode ser que faça sentido.

Aliás, a leadlovers tem a temperatura máxima. Como você pode ver a seguir:

Blueprint

O “Blueprint” é outra métrica importante que a Hotmart oferece.

Mas o que significa isso? Bem, de maneira bem resumida, podemos dizer que o Blueprint é um “algoritmo” que avalia vários pontos em relação a cada infoproduto.

Ele avalia, por exemplo, a comissão recebida pelo afiliado, as informações disponíveis, os materiais disponíveis para afiliação, a qualidade da página de vendas do produto.

Portanto, na hora de escolher um infoproduto essa métrica é bem interessante. Pois reúne diversos parâmetros significativos.

Porém, é importante deixar claro que essa avaliação do Blueprint não é realizada por humanos, ok? Tem toda uma tecnologia envolvida para que isso aconteça de forma automática.

Outra curiosidade importante: Dependendo da nota que o produto recebe no Blueprint, ele nem aparece na seção “Mercado“. Nesse caso, só pode ser encontrado para os afiliados que pesquisarem especificamente pelo nome.

Por isso, temos a impressão que não há tantos produtos assim disponíveis na Hotmart como é divulgado nos meios de comunicação.

Inclusive, a leadlovers conta com o Blueprint máximo lá na Hotmart (100%). Como você pode analisar a seguir:

Satisfação

A “Satisfação” é uma métrica diferente das outras duas, pois aqui é considerado um parâmetro que mira o outro lado da moeda: A nota que os consumidores dão para aquele produto.

Essa nota pode ir de 1 até 5. Ou seja, os produtos com maiores notas na avaliação de quem comprou possuem nota próxima de 5.

Ou seja, a “Satisfação” é, portanto, uma média de todas as avaliações dos clientes. Por isso, é tão importante também olhar para essa nota.

Porém, é importante deixar claro que a maioria dos consumidores não avaliam os produtos que compram. E, geralmente, quando a gente está satisfeito com um produto fica em silêncio. Já quando estamos insatisfeitos, a tendência é se expressar.

Nesse sentido, a nota de Satisfação de um produto deve ser analisada com cautela. Recomendo que você escolha produtos que tenham no mínimo nota 3 ou superior. Mas isso, claro, se todas as outras métricas estiverem favoráveis e você confiar no infoprodutor que criou o produto.

No caso, nós da leadlovers índices são muito bem avaliados. Como mostra a imagem abaixo:

F – As Categorias disponibilizadas Para Facilitar a Escolha

Ainda na seção “Mercado de Afiliação”, além das métricas explicadas acima, você conta com Abas diferentes para facilitar a escolha dos produtos para se afiliar.

Como você pode ver na imagem a seguir:

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Categorias

Observe o print acima, há 4 opções para categorizar os infoprodutos disponíveis:

  • Primeiras Vendas
  • Mais Quentes
  • Mais Queridos
  • Mais Recentes

Abaixo, iremos explicar o que significa cada uma dessas categorias.

Preste atenção para que nenhum detalhe passe despercebido…

Primeiras Vendas

Para começar,  tamos a aba “Primeiras Vendas“:

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Primeiras Vendas

Segundo a descrição da própria Hotmart, nessa categoria estão os produtos que “podem ajudar a impulsionar as primeiras vendas como Afiliado

Os critérios analisados…

Por lá, ficam os infoprodutos com melhor chance de vendas, alto índice de satisfação do cliente, uma boa página de vendas e kit de divulgação completo.

Então, se você quiser uma ajuda na busca do infoproduto ideal, pode começar sua pesquisa nesta área.

Mais Quentes

A segunda categoria da seção “Mercado de Afiliação” é a aba “Mais Quentes“:

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Mais quentes

De acordo com a explicação da própria Hotmart, trata-se dos “produtos que possuem a maior Temperatura“.

A lista começa com os infoprodutos de Temperatura 150º e vai até os produtos de 59º.

Ou seja, para entender essa aba você precisa entender o que significa a Temperatura, que nós explicamos anteriormente nesse mesmo artigo.

Mais Queridos

A terceira categoria da seção “Mercado de Afiliação” é a aba “Mais Queridos”:

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Mais Queridos

Segundo a Hotmart, aqui estão os produtos “mais bem avaliados pelos compradores“.

Ao rolar a tela dessa aba, percebemos que estão selecionados apenas os produtos que possuem a nota máxima de Satisfação (nota 5).

Mais Recentes

A quarta e última categoria da seção “Mercado de Afiliação” é a aba “Mais Recentes“:

Como Vender na Hotmart como Afiliado: Mais Recentes

Como o próprio nome sugere e Hotmart define são os “produtos recém lançados e que possuem o Blueprint acima de 60%”.

G – O Preço do Produto para o Consumidor

Agora chegamos num ponto crucial no processo de escolha do produto: O preço do produto para o consumidor final.

No geral, os produtos são classificados em categorias de acordo com o preço final:

  • Produtos de Ticket Baixo
  • Produtos de Ticket Médio
  • Produtos de Ticket Alto

Muitos afiliados iniciantes, com ânsia em conseguir resultados bons, miram logo nos produtos mais caros disponibilizados na Hotmart.

Porém, eu acredito que para afiliados que estão começando, o ideal é começar com produtos em torno de 300 reais no máximo.

Assim, você tem mais liberdade para testar e aprender. Ao mesmo tempo, tem segurança de que mesmo que você erre no processo, não terá “prejuízos”.

Do mesmo modo, escolher um produto muito barato pode ser muita dor de cabeça à toa. Eu não escolheria produtos de menos de 30 reais se fosse um iniciante. Mas aí vai muito de pessoa pra pessoa e da estratégia utilizada.

Mas, é claro, que isso envolve diversas variáveis que precisam ser consideradas:

1 – O seu Público

A primeira é que se você tiver um público já, você precisa saber qual perfil esse público se encaixa e o quanto ele estaria disposto a pagar por determinado curso ou solução.

Se o seu público for constituído por pessoas mais novas e de menor poder aquisitivo, por exemplo, fica bem mais complicado vender um produto mais caro.

Já se você está lidando com um público que tem maior poder de compra, o cenário muda completamente.

É óbvio que não só fatores financeiros e demográficos que contam…

Há pessoas que investem mais em educação que outras. Já outras focam mais em investir em lazer e viagens.

Eu, por exemplo, já gastei pequenas fortunas com cursos diversas vezes (hahaha). É um tipo de produto que me chama bastante atenção.

Mas tenho amigos da mesma faixa etária e renda que jamais compraram um curso caro. Isso é bem relativo.

Tudo isso precisa ser analisado na hora da escolha do produto…

Afinal, quem você quer atingir e quem você está atingindo? O quanto aquele produto desperta o desejo das pessoas? A conta precisa bater ao final do dia.

2 – A facilidade para a venda

A segunda razão de analisar o preço é bem óbvia… Um produto mais barato tende a vender muito mais que um produto mais caro porque o processo de tomada de decisão é mais simples.

Isso precisa ser considerado, principalmente se você for investir em tráfego pago para alcançar mais pessoas.

Já que um produto mais caro quase sempre indica que você terá que gastar mais com publicidade para vendê-lo. Já que muita gente irá se interessar pelo produto, clicar na página de vendas e não fechar a compra.

Se você tem um capital maior para investir, esse cenário muda totalmente.

3 – O seu “lucro” pode ser maior

A terceira variável é que um produto mais caro pode até vender menos, mas os ganhos em uma só venda são absurdamente maiores.

Além disso, a concorrência para vender esse produto costuma ser bem menor.

Por essas e outras que todas essas variáveis envolvendo o preço do produto para o consumidor final precisam ser analisadas.

Não adianta apenas escolher um produto caro achando que assim você irá ganhar mais. Muita calma nessa hora e bastante estratégia na hora de vender… Seja qual for a sua escolha.

H – O Percentual da sua Comissão

Um dos pontos mais importantes na hora de escolher os produtos para se afiliar está na comissão recebida.

Eu considero esse fator muito mais importante para o afiliado que o preço do produto ou o valor bruto da comissão.

Na maior parte das vezes, divulgar um produto que te dá uma comissão baixa não é uma boa alternativa.

Isso porque pode ser bastante trabalhoso divulgar um produto e fechar vendas. No final do dia, o seu esforço precisa valer a pena.

A troca entre infoprodutor e afiliado precisa ser justa.

Logo, se eu pudesse aconselhar, diria para você preferir produtos que oferecem comissão igual ou maior que 30%. E, por sorte, há muitos infoprodutos nessa faixa.

2º Passo – Se Prepare Para Conquistar Resultados

Como Vender na Hotmart como Afiliado: 2º Passo - Como Conquistar Resultados
2º Passo – Como Conquistar Resultados

Agora que nós falamos sobre as necessidades técnicas de um bom infoproduto, chegou a hora de focar no que você, afiliado, precisa ter para vender na Hotmart.

Aliás, mais do que apenas vender, focar no que irá te ajudar a alcançar sucesso nesse segmento.

Como já comentamos, apesar dos inúmeros mitos que existem na área, ser um afiliado requer dedicação, assim como qualquer outra profissão.

Além disso, vamos falar sobre alguns macetes que você pode e deve utilizar, para aprender a como vender na Hotmart como afiliado.

A – Regularidade e Persistência

Essa dica pode até parecer mais voltada para a personalidade do que para uma estratégia em si, né? Mas não é bem assim.

Quando falamos em regularidade e persistência, estamos falando em ter constância nas suas estratégias, criação de conteúdo e anúncios.

Não adianta, os resultados não vão vir da noite para o dia. Quer dizer, até podem vir, mas dificilmente serão sustentados por muito tempo.

Sua estratégia de vendas é baseada na criação de conteúdos ? Então,o você precisa fazer isso periodicamente.

Assim, as pessoas vão se acostumar e passar a confiar no seu conteúdo e indicação.

Já se a estratégia é baseada em anúncios e tráfego pago, você precisa olhar diariamente os resultados e otimizar as ações.

Em ambos os casos, você precisará analisar os dados, o que está funcionando, o que precisa ser aprimorado. Só assim, os resultados vão chegar e permanecer.

B – Estude, mas tenha Foco

Sim, tem que estudar e estudar muito!

Para aprender a como vender na Hotmart como afiliado, você precisa se dedicar aos estudos de caso, aos principais afiliados da área.

O que não falta são lugares para você pesquisar e estudar. Aliás, muitos desses conteúdos são disponibilizados de forma gratuita no YouTube e demais redes sociais.

Se determinada estratégia deu certo para esse afiliado, por que não testar também?  Existem centenas de conteúdos incríveis esperando por você, basta pesquisar.

Também há cursos pagos que podem te ajudar ainda mais nesse caminho. Nunca pense nisso como um gasto, veja com um investimento necessário.

Porém, aconselho que primeiro você veja os conteúdos gratuitos dessas autoridades (sejam afiliados ou outros profissionais do universo do Marketing Digital).  Se você gostar do conteúdo e da pessoa, aí sim invista num curso pago dela. Esse pequeno detalhe garante que você faça a escolha mais correta.

É interessante também que você tenha foco e escolha uma estratégia por vez. Assim, você saberá qual faz mais sentido e qual faz menos. Tentar ir por diversos caminhos diferentes ao mesmo quase sempre resulta em não sair do lugar.

Se você confia em uma autoridade e ela aponta um caminho, teste. Não é porque outra autoridade disse outra coisa que você precisa ficar confuso e não tomar nenhuma decisão. É melhor tentar algo e não dar certo do que se atrapalhar e não tentar nada direito. Não acha?

C – Domine Ads, Copywritring e Público-alvo

Estudar de novo? Sim! Estudar sempre!

Neste caso, deixamos a dica do que você deve se aprofundar.

Se a estratégia escolhida foi vender através de tráfego pago. Então estude muito sobre Facebook Ads e Google Ads, as principais plataformas de divulgação da internet.

Mais adiante, eu irei citar dois canais no YouTube que eu indico para você aprender Face Ads e Google Ads. Só continuar lendo para descobrir.

Outro assunto que os afiliados precisam se aprofundar é copywriting. Para entender como as palavras podem ajudar na hora de fechar vendas. Tanto em anúncios quanto na criação de posts para redes sociais, blog, webinars e até mesmo presencialmente.

Para aprender sobre copy, eu indico o canal no YouTube do Natanael Oliveira e o canal do YouTube do Rafael Albertoni. Ambos são incríveis no que fazem e além de oferecer conteúdo gratuito de qualidade, ainda oferecem cursos para quem quer se aprofundar ainda mais no assunto.

E finalmente, sempre estude seu público-alvo. Só assim você vai entender quais são as dores do seu cliente, qual o melhor conteúdo para abordagem e assim, criar posts e anúncios arrasadores.

Falando nisso, um tempo atrás listamos vários cursos gratuitos que podem servir pra te ajudar nessa jornada no Marketing Digital, só acessar: “ Cursos Online Gratuitos sobre Marketing Digital que a nossa equipe recomenda”.

3º Passo – Divulgue o Link Finalmente

Como Vender na Hotmart como Afiliado: 3º Passo - Divulgar o Link
3º Passo – Divulgar o Link

Existem alguns “locais” em que você pode divulgar seu link de afiliados. Além da opção de divulgação orgânica, você também pode criar anúncios e, assim, realizar a estratégia de tráfego pago.

Iremos listar várias opções abaixo e deixar a observação se existe a possibilidade de realizar estratégias orgânicas ou pagas em cada uma delas.

Ou seja, essas ferramentas vão te ajudar independente se a venda como afiliado será realizada com estratégias como “Afiliado Árbitro” ou “Afiliado Autoridade“.

A – Facebook

O Facebook já dominou o mundo quando o assunto eram redes sociais. Sabemos que hoje em dia o engajamento da rede não é mais o mesmo.

Isso é totalmente natural. A rede cresceu tanto, os anunciantes tomaram conta e aí o algoritmo entrega cada vez menos conteúdos orgânicos das páginas para as pessoas.

Mas, ainda assim, é uma das ferramentas mais importantea para divulgação de produtos.

– Página no Face

Quando se trata de afiliados, o ideal é que você crie uma página sua e construa relacionamento com a sua audiência por lá.

A frequência das postagens e o estímulo a interação é uma das melhores formas de conseguir seguidores e engajamento no Facebook.

Outro ponto é contar com as parcerias. Troque conteúdos com outras pessoas do seu segmento de maneira natural e genuína. Isso irá ajudar ambos os lados.

– Grupos no Face

Outra dica é utilizar os grupos do Facebook. Arrisco a dizer que os grupos são a parte mais interessante do Face hoje em dia.

Você pode criar um grupo próprio que fale de assuntos interessantes ao seu segmento. Isso é o recomendado, inclusive. Mas também é bacana estar nos principais grupos relacionados ao nicho que seu infoproduto atinge.

Seja um usuário ativo nesses locais, contribua com conteúdo de qualidade e tenha voz para uma discussão saudável.

É importante, é claro, estar sempre atendo as regras do grupo. Se o grupo permitir, você pode divulgar o seu trabalho lá. Seja por meio de vídeos, fotos ou links. Encontre o jeito certo de aparecer lá dentro.

E, por favor, não seja um membro chato e cansativo. A naturalidade e o bom senso sempre são bem-vindos

Exemplo: Você é (ou quer se tornar) autoridade no ramo de alimentação saudável. Então, busque fazer parte de grupos no Facebook sobre emagrecimento e demais assuntos relacionados.

– Tráfego pago no Face

Sim, é possível realizar tráfego pago dentro do Facebook. Aliás, esse é o famoso Facebook Ads.

Dentro do gerenciador de anúncios da plataforma, também é realizado anúncios para o Instagram.

Você pode criar anúncios no formato de posts com fotos, vídeos, carrossel de imagens, etc.

Existem várias formas de chegar até seu público-alvo criando anúncios certeiros dentro da plataforma.

Outra vantagem, é que os anúncios no Facebook e Instagram não pedem um alto investimento inicial.

Mas, como já comentamos, estudar tráfego pago e as diretrizes de anúncios é essencial para não ter os anúncios bloqueados pelo Facebook. E isso muda constantemente. É fundamental estar atualizado.

Sobre esse assunto, recomendo o canal no YouTube e as redes sociais do Pedro Sobral. Tenho certeza que você encontrará conteúdo bom o suficiente para começar a ter resultados com Face Ads.

B – Instagram

O Instagram é uma das redes sociais mais populares da internet. Por enquanto ainda tem alto índice de retorno e engajamento, principalmente quando o assunto é e-commerce e influencers.

Mas também é uma ótima ferramenta para utilizar dentro da estratégia de vendas como afiliados de infoprodutos.

Assim como o Facebook, é importante criar conteúdos interessantes dentro da plataforma, principalmente dando destaque às imagens, que é o grande chamariz da rede social.

Mas essa rede social possui um desafio, ela não aceita links nas legendas dos posts. Sendo assim, não adianta colocar seu link de afiliado na legenda.

Então como fazer a divulgação do link? Você pode inserir ele na bio, o único lugar que aceita links, ou então, se você já tiver mais de 10 mil seguidores, usar a ferramenta ‘arrasta aqui’ nos stories. 

– Tráfego pago no Instagram

Dentro do Facebook Ads é possível rodar anúncios também dentro do Instagram.

Se não posso divulgar o link na legenda, vale a pena criar um anúncio pago no Instagram? Sim!

Apesar de não aceitar links, os anúncios oferecem a opção de botões no anúncio, que levam para outras páginas. É nesta área que você pode inserir o link de afiliado, que direciona para a página de vendas do infoproduto.

Além disso, você pode fazer anúncios por meios de Stories. Outra alternativa que tem dado bastante resultado ultimamente.

C – Google Ads

Essa é a única ferramenta que mostramos até agora que só aceita a estratégia de tráfego pago. Não é possível criar anúncios dentro do Google sem um investimento.

Para a estratégia dar certo é essencial pesquisar palavras-chave, SEO e tráfego pago. Como o Google é o maior buscador da internet, a concorrência é enorme dentro dele.

Por isso, para se destacar no meio da multidão, você precisa escolher as melhores palavras-chave para conquistar seu lugar ao sol.

Para arrasar no Google Ads, eu recomendo o canal do Youtube e as redes sociais do Adriano Gianini, uma autoridade quando o assunto é Google Ads. Admiro e recomendo muito o trabalho dele.

D – YouTube

O Youtube também é um importante canal de divulgação dentro do mercado de afiliados.

E se você não quer aparecer nos vídeos isso também não é um impeditivo para usar essa ferramenta.

Você pode criar vídeos apenas com texto, escrevendo os conteúdos. Assim passa sua mensagem e não precisa aparecer no vídeo. 

Também é possível criar vídeos apenas com imagens e mais uma vez, você pode passar bem longe das câmeras.

Existem canais grandes que vão para esse caminho. Como vemos em muitos vídeos do canal Nerdologia, por exemplo.

Porém, o mais recomendado é que você apareça. As pessoas gostam de conversar com pessoas, se conectam muito mais assim.

Se você quer mesmo investir no mercado de afiliados, o mais recomendado é tentar deixar a timidez de lado e arriscar.

– Tráfego pago no YouTube

Por meio do Google Ads que acabamos de citar no item anterior, é possível também fazer estratégias de anúncios dentro do YouTube.

Nesse caso, os anúncios são divulgados no meio do vídeo de outros canais. Ou também aparecem na hora do usuário fazer uma pesquisa.

O ideal é que eles sejam sempre divulgados dentro de vídeos que façam sentido com seu público alvo, para assim, conseguir concluir as vendas.

E – Blog

Ok, falamos que você não consegue divulgar no Google sem fazer um investimento, e é verdade. Mas não é essa apenas a única forma de aparecer no Google.

Além dos anúncios que aparecem logo na primeira parte da página de buscas, o Google também apresenta conteúdos para você acessar.

Esses conteúdos aparecem de forma orgânica, ou seja, de graça! Já pensou? Aparecer na primeira página do Google sem precisar pagar?

Isso é possível. Claro, envolve muito trabalho, disciplina e periodicidade, mas não é uma missão impossível. E a melhor forma de conquistar isso, é criando um blog.

Mas não basta só criar um blog, ele precisa ser alimentado com conteúdo de qualidade para a sua audiência.

Ao mesmo tempo, é preciso investir em SEO (Search Engine Optimization) para melhorar o ranqueamento no Google de maneira orgânica. Isto é, fazer com que o seu conteúdo apareça nas primeiras posições do Google quando os usuários buscarem um assunto envolvendo o seu nicho.

Você também pode contar com tráfego pago para potencializar os acessos do seu blog. Além de divulgá-lo nas suas redes sociais e outros meios de contato com a sua audiência.

Porém, é importante salientar que o blog costuma trazer resultados mais em médio e longo prazo. Portanto, tenha consciência disso na hora de investir no seu.

F- E-mail marketing

Como você pode perceber, além das redes sociais, você também pode divulgar o link de afiliados em meios mais ‘tradicionais’ da internet.

Outra opção que gera resultados é o e-mail marketing…

Apesar de algumas pessoas torcerem o nariz, acreditando que essa não é a melhor ferramenta, esse ainda é o meio que mais traz resultados para infoprodutores e afiliados. 

Logo, uma hora ou outra deverá fazer parte da sua estratégia de vendas como afiliado.

O grande diferencial do e-mail marketing é que diferente das redes sociais, você tem um espaço só seu. Não existe algoritmos ou a possibilidade de deixar de existir amanhã.

Se o usuário quis se cadastrar na sua lista, o seu e-mail vai chegar até ele. Além disso, você não tem dispersões na atenção dos potenciais compradores.

Isso porque eles não estão lendo seu e-mail e sendo bombardeados com tantos outros conteúdos ao mesmo tempo. Só nisso, você já ganha uma vantagem incrível com relação aos outros meios de divulgação.

Agora, para conseguir a atenção do potencial cliente, você precisa criar um título chamativo e irresistível. Além de um conteúdo relevante dentro do e-mail combinado?

Não é só sair divulgando o link de afiliado. Isso seria spam. Vá pelo caminho contrário… Construa relacionamento com a sua audiência antes e depois da compra.

E mesmo quando for enviar o seu link de afiliado, traga um conteúdo de valor para seu lead… SEMPRE!

Ah e para conseguir criar uma base de contatos ‘quente’, com grandes chances de converter vendas, você pode capturar os contatos com uma landing page em suas redes sociais, blog e outros canais.

No vídeo abaixo, o Luiz aqui da leadlovers, explica como chamar atenção na caixa de entrada do seu público. Dá só uma olhada:

Conclusão

Conclusão
Conclusão

Como você pode perceber, não existe uma fórmula mágica para vender na Hotmart como afiliado. Mas seguindo os passos que escolhemos aqui, com certeza, as conversões vão acontecer mais rapidamente.

Espero que esse artigo te ajude na sua caminhada como afiliado. E se gostar do conteúdo ou quiser compartilhar alguma dica importante, deixe nos comentários. Eu vou amar ter a sua participação por aqui.

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: