Como Vender Produtos Digitais: Plano de Ação Definitivo

Nos últimos anos, o mercado de infoprodutos cresceu absurdamente. Com essa expansão, surgem centenas de empresas e pessoas com dúvidas sobre como vender produtos digitais.

Todas essas dúvidas e receios são bem esperadas, já que esse mercado ainda é bem novo.

Pensando nisso tudo, nós resolvemos criar um verdadeiro Manual de Instruções sobre o tema. O objetivo é te passar um verdadeiro Plano de Ação Definitivo para você adaptar a sua realidade e conseguir resultados.

Durante toda a leitura, você irá aprender:

  • Por que ler esse Manual?
  • Os Números não Mentem
  • O que são produtos digitais?
  • Como Vender Produtos Digitais: Plano de Ação

Está curioso? Então, se ajeita na cadeira e preste atenção nos tópicos a seguir…

Por que ler esse Manual?

Bom, se você chegou aqui por meio da busca do Google ou por outro meio que não seja por conhecer nosso blog, adianto: Esse é o blog oficial da leadlovers.

Para quem não sabe, a leadlovers é uma das principais plataformas de Automação de Marketing Digital do país. Ou seja, somos especialistas em Marketing Digital, com mais de 7 anos de experiência nesse mercado.

Isso significa que todos os dias lidamos com milhares de clientes que vendem produtos digitais.

Além disso, o nosso próprio produto (a leadlovers) não deixa de ser um produto digital. Afinal, é uma plataforma de tecnologia.

Em outras palavras, esse Manual é um resumo do que vivemos no nosso dia a dia após muitas horas de estudo e prática

Agora se você ainda está em dúvida se o mercado de produtos digitais é para você, leia o próximo tópico…

Os Números não Mentem

Como Vender Produtos Digitais: Os Números não Mentem
Os Números não Mentem

Segundo um levantamento realizado pela Hotmart, em 2020 houve um crescimento de 75% de pessoas vendendo produtos digitais na plataforma. Essas são pessoas que encontraram nos cursos online, uma opção para se reinventar.

E os motivos que levam a essa escolha são variados: transição de carreira, busca por independência financeira, mais tempo com a família.

A escolha vem se mostrando acertada. Para se ter ideia, segundo um levantamento da Cuponomia houve um aumento de 224% nas vendas de produtos digitais no último ano.

Se você também quer aproveitar essa tendência de mercado, que explodiu e chegou para ficar. Venha conferir nosso guia sobre como vender produtos digitais.

Afinal, para se destacar no meio da concorrência, você precisa de um produto digital de qualidade!

O que são Produtos Digitais?

Como Vender Produtos Digitais: O que são Produtos Digitais?
O que são Produtos Digitais?

Primeiramente, é importante entender o que são produtos digitais.

Quando falamos sobre esse assunto, logo de cara muita gente pensa em aulas e cursos online, no formato de vídeos.

Se você pensou nisso, o seu pensamento não está errado, video-aulas realmente são um tipo de produto digital. Mas é importante ressaltar que não é o único tipo…

Existem vários outros formatos de produtos digitais, que vamos falar nos próximos tópicos, que também podem ser uma opção para você.

Basicamente, um produto digital é um produto no formato digital e que é vendido pela internet. Nisso podem se enquadrar os ebooks, os cursos online, os aplicativos, entre outros.

Aliás, produtos digitais também são conhecidos como infoprodutos. Então, chega de sofrer com confusões, apesar de nomes diferentes, estamos falando do mesmo assunto, ok?

Trata-se de termos diferentes para falar da mesma coisa. Justamente por isso, as pessoas que criam produtos di

Para entender melhor esse assunto, leia o nosso artigo completo: O que são Infoprodutos? 7 Motivos para Criar o seu Agora”.

Como Vender Produtos Digitais: Plano de Ação

Como Vender Produtos Digitais: Plano de Ação
Como Vender Produtos Digitais: Plano de Ação

Agora que você está contextualizado, chegou a hora de começar a entender como colocar em prática um Plano de Ação validado para vender seus produtos digitais.

Sem mais mistérios, vamos ao que interessa?

Passo 1 – Escolha o seu Nicho

Como Vender Produtos Digitais: Passo 1 - Escolha o seu Nicho
Passo 1 – Escolha o seu Nicho

Antes de começar a pensar em qual formato vai ser produzido seu produto digital, você precisa responder perguntas essenciais para o processo:

Qual vai ser o nicho do seu infoproduto? Sobre o que você vai falar? Para quem você vai falar?

Tudo isso é definido através do nicho escolhido por você

Existem algumas formas de realizar essa escolha. Você pode estudar pesquisas de mercado e encontrar os nichos que estão em alta.

Como por exemplo, segundo a Hotmart, os infoprodutos de marketing digital tiveram um aumento de 119% nas pesquisas da plataforma.

Escolhendo os nichos dessa forma, você tem ao seu favor o público que está procurando opções sobre o assunto. Mas, pode ser uma escolha de curto prazo, afinal, estamos falando de uma tendência.

Outra forma de escolher o nicho do infoproduto, – e a que indicamos por ser mais segura, – . É buscar um assunto que você goste. Melhor ainda se você já dominar o tema! 

Assim, vai ser mais fácil criar os conteúdos, já que você tem segurança no que está ensinando. Além de se tornar uma autoridade no nicho, gerar confiança através dos seus conteúdos, e ter credibilidade no nicho escolhido.

Então, vamos falar sobre os formatos de produtos digitais que estão disponíveis?

Passo 2 – Defina o seu Público-Alvo

Como Vender Produtos Digitais: Passo 2 - Defina o seu Público-Alvo
Passo 2 – Defina o seu Público-Alvo

E como definir o meu Público-Alvo?

E já que levantamos a bola sobre esse assunto. Vamos conversar rapidamente sobre ele?

Se a escolha do nicho do seu produto digital é importante, o público-alvo está pareado no quesito importância.

Se pudéssemos fazer uma comparação, o nicho seria o cérebro, e o público alvo seria o coração do seu produto digital.

Essa informação é muito importante para os próximos passos que envolvem vender produtos digitais.

Afinal, é sobre o público alvo que é definido o tipo de linguagem que será usada nos conteúdos. Onde o produto será divulgado. O preço que será vendido. A segmentação dos anúncios que serão feitos ou não. Se existem afiliados que podem ser interessantes para a divulgação do infoproduto.

Quer um exemplo? Imagine que seu público alvo são mulheres, entre 25 e 35 anos, que acabaram de ter filhos.

Pensando nessas características, qual formato melhor se adequa a realidade dessa mãe? Como um produto digital pode ser consumido por ela? Qual o melhor horário para isso? Em quais redes sociais ela está? Quais afiliados ela segue?

Viu só, ter um público alvo além de essencial, ajuda muito a escolher a melhor estratégia para vender produtos digitais.

Passo 3 – Opte por um Formato de Produto Digital

Como Vender Produtos Digitais: Passo 3 - Opte por um Formato de Produto Digital
Passo 3 – Opte por um Formato de Produto Digital

Essa é uma escolha muito importante quando falamos sobre a criação e como vender produtos digitais.

Alguns formatos de infoprodutos, ou produtos digitais que você pode criar são:

  • E-books
  • Cursos online
  • Webnars
  • Áudios, como um podcast, como por exemplo.

Cada um desses formatos possui vantagens e desafios. Principalmente quando falamos sobre a produção de cada um deles.

Como por exemplo, o e-book costuma ser uma escolha mais segura para os infoprodutores que estão começando neste mercado. Por se tratar de um livro digital, o principal desafio da produção é a pesquisa de conteúdo, e escrever o material.

Agora os cursos online, podem demandar mais recursos técnicos. Afinal, estamos falando da produção, roteiro e gravação de diversas aulas para o curso existir.

Além de existir a barreira da timidez, que ainda deixa muitos infoprodutores inseguros diante do vídeo. Mas, assim como outros formatos, ele também tem suas vantagens.

A interação com o público é maior, o relacionamento se estreita, e seu rosto fica ligado ao assunto abordado, assim, aumentando suas chances de se tornar uma autoridade no segmento.

Então, antes de escolher o formato ideal do produto digital, pesquise a produção de cada um deles. O formato que é mais acessível para você. Se você pode criar o produto digital sozinho. Se vai precisar de uma equipe.

E mais um ponto muito importante nessa escolha, qual formato melhor conversa com seu público-alvo.

Passo 4 –  Pesquise e Estude a Concorrência

Como Vender Produtos Digitais: Passo 4 -  Pesquise e Estude a Concorrência
Passo 4 –  Pesquise e Estude a Concorrência

Não existe nenhum problema em conferir e estudar a concorrência. Muito pelo contrário, isso também faz parte do processo da venda de um produto digital.

Analise as estratégias que ele usa, estude o produto ele, quais produtos precisam ser melhorados e você pode implantar no seu produto.

Assim, também fica mais fácil diferenciar seu produto digital do dele. O grande objetivo nessa fase, é estudar como se diferenciar do seu concorrente. Não copiá-lo. 

Aliás, isso nem é indicado hein! Além de envolver direitos autorais, você também perde a chance de criar uma identidade própria no mercado digital.

Passo 5 – Reflita sobre seus recursos

Como Vender Produtos Digitais: Passo 5 - Reflita sobre seus recursos
Passo 5 – Reflita sobre seus recursos

Posso Fazer e Vender um Produto Digital sozinho?

Então, poder você pode sim. Afinal, existem vários tutoriais, cursos e artigos que vão te ajudar nessa jornada.

Mas, você precisa analisar alguns pontos muito importantes nesse quesito. Isso porque, criar um produto digital envolve vários processos.

Desde a escolha de um tema, nicho e público, até a produção propriamente dita. E essa produção envolve desde a criação do roteiro da gravação das aulas, ou da produção de um ebook, até a fase de lançamento e divulgação.

Nós sabemos que muitos infoprodutores não tem orçamento para contar com uma equipe. Que estão começando nessa jornada com pouco, ou nenhum investimento. 

Mas indicamos que se você preferir fazer sozinho, estude muito cada parte desse processo da criação de um produto digital.

Alguns pontos que precisam de atenção são:

  • Produção do material
  • Inserção e configurações do produto digital na plataforma de hospedagem
  • Escolha e planejamento da forma de lançamento (calma, vamos falar melhor sobre isso nos próximos tópicos)
  • Estude divulgação e criação de conteúdo para redes sociais
  • Estude tráfego
  • Estude copy e SEO

Se você não tem tempo para aprender todos esses processos, ou prefere se dedicar apenas a criação das aulas, e materiais para os produtos digitais. Indicamos que você procure parceiros para te ajudar nessa jornada.

Isso pode ser desde uma agência de lançamentos parceira, até a contratação de freelancers que vão prestar determinado serviço durante a produção, lançamento e venda do produto digital.

Passo 6 – Aprenda a Precificar seu Produto Digital

Como Vender Produtos Digitais: Passo 6 - Aprenda a Precificar seu Produto Digital
Passo 6 – Aprenda a Precificar seu Produto Digital

Esse é mais um desafio para os empreendedores que vão lançar um produto digital. Isso porque, no começo, pode ser muito complicado entender todo o valor investido na criação deste material.

E quando falamos em valor, não estamos falando apenas de investimento de dinheiro propriamente dito, mas também de tempo e estudo.

Sabemos que não é uma conta simples de ser feita, mas vamos dar algumas dicas que vão te ajudar.

A – Conheça seu público-alvo

Ok, sabemos que já falamos sobre esse assunto nos itens acima. Mas é muito importante conhecer seu público alvo também para precificar o produto.

Isso porque, só assim, você vai entender quanto seu público está disposto a investir em um produto digital. Se o seu público é A/B, o ticket médio pode ser mais alto.

Agora se o seu público é mais popular, C/D, o preço precisa ser mais acessível, senão, as chances da compra diminuem muito, por mais que ele se interesse pelo produto.

B – Quanto você investiu na produção do produto digital?

Aqui estamos falando de um assunto bem amplo, e não apenas de dinheiro investido na produção.

Isso porque, quando falamos da criação de um produto digital feito por conta própria, em muitos casos o investimento de dinheiro é bem baixo. Mas isso não quer dizer que não houve um investimento nessa criação.

Afinal, você dedicou seu tempo, em muitos casos, usou suas horas de folga para a criação deste material. Então, primeiramente, entenda qual é o valor da sua hora de trabalho.

Depois, calcule quantas horas você dedicou para a criação do infoproduto e o valor da sua hora de trabalho.

Coloque isso, leve em consideração também os custos com relação a energia elétrica, internet, equipamentos usados.

Tudo isso, precisa entrar na conta do preço de um produto digital. 

E se você contratou uma equipe, ou freelancers, fez anúncios, tudo isso precisa estar na precificação também.

C – Pesquise a concorrência

E mais uma vez, é necessário pesquisar o valor que a concorrência está cobrando.

Assim, você tem uma ideia de quanto seus concorrentes estão cobrando por um produto que trata do mesmo assunto que o seu.

E aí, vai depender da sua estratégia para oferecer o preço final. Se ele vai ser mais caro, mais barato ou vai oferecer um preço médio com relação a concorrência.

Aliás, vale ressaltar que os produtos digitais podem ser vendidos por tempo indeterminado. Então o maior investimento, com relação a produção, vai acontecer só na primeira vez que você criou o produto.

Depois, você faz a manutenção desse valor em anúncios, em lançamentos, se você escolher a estratégia de lançamentos de abertura de carrinhos e etc.

Vale lembrar que esse é um resumo dos pontos principais para precificação de um produto digital. Indicamos que você pesquise a fundo esse assunto, para assim, conquistar ganhos satisfatórios nesse mercado.

Passo 7 – Escolha a Plataforma de Hospedagem do seu Produto Digital

Como Vender Produtos Digitais: Passo 7 - Escolha a Plataforma de Hospedagem do seu Produto Digital
Passo 7 – Escolha a Plataforma de Hospedagem do seu Produto Digital

Antes de falarmos sobre estratégias de lançamento e divulgação de um produto digital, precisamos falar de uma etapa importantíssima do processo de como vender produtos digitais. 

A escolha da plataforma de hospedagem e vendas do produto digital. Isso porque, existem algumas opções no mercado, e cada uma delas oferecem vantagens e benefícios específicos.

Uma das mais conhecidas é a Hotmart, gigante do mercado de produtos digitais. Mas além dela, também existem outras opções, como a Monetizee e a Eduzz.

Como comentamos, cada uma delas oferecem vantagens específicas para o infoprodutor, por isso, é importante pesquisar cada uma delas.

Porém, alguns itens que são essenciais para sua escolha da plataforma ideal são:

A – Facilidade e opções de formas de pagamento

São as plataformas que escolhem quais vão ser as formas de pagamento oferecidas para seus alunos, então busque a que oferece as opções que mais atendem seu público.

B – Interface amigável

A plataforma precisa ser fácil de navegar. Precisa mostrar todas as funcionalidades para o usuário de forma simples. Afinal, você não vai estar online 24h para tirar a dúvida dos seus alunos.

C – Suporte 

A plataforma precisa oferecer um suporte eficiente para os alunos. Ele é o principal canal de comunicação com seus alunos.

D – Personalização e customização do ambiente de aprendizado

Busque plataformas que ofereçam o máximo de personalização possível. Assim, o ambiente fica com a sua cara.

E – Diferentes formatos de materiais

O público hoje busca aulas dinâmicas e interessantes. Para isso, as aulas precisam ir além do básico dos vídeos.

Pensando nisso, opte por plataformas que ofereçam a opção de inserção de diferentes formatos de conteúdo, como apostilas, gráficos, chats. Tudo isso vai deixar a aula mais interativa. 

F – Emissão de Certificados

Muitos alunos buscam nos produtos digitais uma forma de aprimoramento de conhecimentos.

Por isso, oferecer um certificado é uma forma de trazer ainda mais credibilidade para seu produto, além de sanar uma necessidade do seu aluno.

Passo 8 – Organize o seu Lançamento

Como Vender Produtos Digitais: Passo 8 - Organize o seu Lançamento
Passo 8 – Organize o seu Lançamento

Pronto, você já está com o produto digital pronto. Já hospedou ele em uma plataforma que atende suas necessidades, mas e agora? Como vender esses produtos digitais?

Um momento muito importante dessa jornada da venda dos produtos digitais, é a escolha do tipo de lançamento que será realizado.

Alguns dos mais conhecidos são:

A – Lançamento semente

Que é feito aos poucos, enquanto você vai colhendo os feedbacks, vai criando o produto digital.

Normalmente, esse é o modelo indicado para quem está realizando o seu primeiro lançamento, já que não existe um produto antes de realizar a primeira venda.

Resumindo: Primeiro, você atrai pessoas interessadas no produto, colhe os depoimentos e só depois, cria o produto digital.

B – Lançamento interno

Esse lançamento traz grande retorno, mas você precisa contar com uma audiência cativa. Afinal, o lançamento interno, como o nome já diz, é feito com seu público, as pessoas que já te seguem e confiam nos seus ensinamentos.

Vale lembrar também que neste tipo de lançamento é muito importante criar um relacionamento com a sua audiência.

O que significa estar presente com constância em diferentes canais para não depender somente de um lugar de divulgação.

C – Lançamento externo

como você pode imaginar, diferente do lançamento anterior, aqui você lança para o mundo, não apenas para sua audiência. O ideal, é sempre unir o lançamento interno, com o externo. Nesse modelo, o investimento também é maior, principalmente em tráfego pago. Mas, o retorno também tem chances de ser maior.

D – Lançamento Relâmpago

O grande diferencial desse tipo de lançamento, é que você trabalha com uma oferta irresistível, mas que só pode ser adquirida dentro de um período bem curto, normalmente de 4 a 7 dias.

E – Lançamento Perpétuo

Neste caso, o lançamento continua por tempo indeterminado, você sempre vai vender produtos digitais.

Porém, vale lembrar que essa estratégia só é eficiente, se o lançamento interno foi bem sucedido, já que no lançamento perpétuo, você segue enviando a oferta para sua base de contatos.

Essa também é uma estratégia interessante para alimentar e capturar leads.

F – Lançamento de Afiliados

Neste caso, os afiliados, pessoas que divulgam e vendem o produto digital de terceiros, fazem o lançamento do produto digital, seguindo as características, e tempo de divulgação de cada lançamento.

Esse é um resumo de cada um dos formatos mais conhecidos de lançamentos. Vale lembrar que todos possuem vantagens e desvantagens.

Por isso, é muito importante estudar cada uma deles, para entender qual vai atender melhor suas necessidades.

Passo 9 – Estabeleça os Métodos de Divulgação do seu Produto Digital

Como Vender Produtos Digitais: Passo 9 - Estabeleça os Métodos de Divulgação do seu Produto Digital
Passo 9 – Estabeleça os Métodos de Divulgação do seu Produto Digital

E para finalizar, vamos falar um pouco sobre os métodos de divulgação para vender produtos digitais.

Basicamente, trabalhamos com duas estratégias principais: divulgação orgânica e paga.

Dentro dessas opções, existe um universo de possibilidades, ferramentas e canais de divulgação.

Mas vamos conversar resumidamente sobre eles?

Divulgação orgânica

Nesse caso, as divulgações são feitas sem um investimento financeiro propriamente dito. Tudo se baseia nos seus conteúdos.

Aqui, os melhores canais para divulgação são as redes sociais, blogs, sites, e-mail marketing.

Apesar de teoricamente não usar um investimento, essa estratégia pode levar mais tempo para trazer resultados, afinal, você precisa conquistar aos pouquinhos a sua audiência. 

Divulgação Paga

 Quando falamos em divulgação paga, estamos falando dos famosos anúncios. Eles podem ser feitos nas redes sociais, com os patrocinados, podem ser feitos no Google e no YouTube. Entre outras opções de sites com anúncios pagos.

Mais uma vez, ressaltamos, esses são apenas exemplos muito resumidos de todo o universo que envolvem as divulgações, tanto para o pago, quanto para o orgânico.

E existem algumas técnicas que vão ajudar a criar conteúdos ou anúncios mais eficazes. Como as técnicas de copywriting, de SEO, conhecer as principais métricas das redes sociais e e-mail marketing.

Tudo isso, são conhecimentos que vão agregar no seu dia a dia como criador de produtos digitais, e consequentemente, aumentar suas vendas de produtos digitais.

Conclusão

Como vender produtos digitais: Conclusão
Conclusão

Como você pode perceber, existem várias etapas que envolvem a venda de um produto digital. 

E todas essas etapas envolvem escolhas, desde o tipo de lançamento, até se você vai fazer tudo sozinho, ou com o suporte de uma equipe ou agência. 

Mas, nosso objetivo aqui, é passar o caminho das pedras para você, e te ajudar a montar um planejamento estratégico sobre cada um desses processos, já identificando seus pontos fortes e de melhoria.

Esperamos que esse artigo te ajude a vender produtos digitais com sucesso e muito lucro!

 

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: