Copywriting: descubra copys assertivas para e-mails

O uso de técnicas de copywriting nas estratégias de marketing digital está se tornando cada vez mais comum, mas poucos conseguem utilizar essas técnicas com eficiência.

Como você deve ter observado, o mercado de produtos digitais no Brasil está em plena ascensão.

A cada dia surgem novos produtos e serviços que os clientes podem comprar online, de qualquer lugar do mundo.

Por isso, chamar a atenção de seu futuro cliente, em meio a diversas ofertas, cada vez mais irresistíveis, tem se tornado uma missão desafiadora.

É nesse momento que uma estratégia de comunicação com o emprego de técnicas de copywriting pode significar uma grande vantagem competitiva em relação aos seus concorrentes.

Prepare-se para descobrir como usar essa ferramenta de forma efetiva, com as dicas que vou compartilhar nesse artigo.

Copy, copywriting, copywriter, afinal, o que significa isso?

O Marketing é uma ciência que surgiu há mais de 500 anos.

Foi a invenção da prensa, por Gutenberg, que permitiu a impressão de jornais, revistas e junto com eles, anúncios!

O marketing adaptou-se por séculos a cada veículo novo que surgia, passou de revistas e jornais a outdoors.

Além disso, com a chegada da internet, o marketing iniciou uma verdadeira revolução, por meio da adaptação das estratégias de marketing para o meio digital.

Essencialmente, o marketing é responsável pela comunicação para vendas.

E é aqui que entra o copywriting! 🔥

Também uma ciência antiga, o copywriting é um termo americano que foi definido como escrita persuasiva.

Já o termo copy, conforme citado no livro “Copywriting: o método centenário de escrita mais cobiçado pelos americanos”, do pesquisador e copywriter Paulo Maccedo, surgiu de uma definição arcaica.

Segundo conta-se no livro, Noah Webster, lexicógrafo americano, definiu copy em 1828 como sendo:

“An original work, the autograph, the archetype”.

Traduzindo, podemos descrever como: um trabalho original, o autógrafo, o arquétipo”.

Ou seja, a copy em seu sentido original britânico, referia-se a um trabalho original, um molde 🤔.

Interessante é que o termo caiu em desuso e passou a ser associado a réplica, reproduções e imitações.

No entanto, os redatores publicitários mantiveram o seu uso original.

O termo copywriter se desenvolveu na redação publicitária e era utilizado para “separar” os redatores de anúncios dos redatores.

Para prosseguirmos, um breve resumo:

  • Copy: termo em inglês que no século XIX significava original.
    Irônico é que com as máquinas copiadoras, passamos a associar o termo com cópia.
  • Copywriter: aquele que escreve originais. Termo utilizado para separar nas redações e agências, os escritores de anúncios, com foco em venda, dos redatores de notícias informativas.
  • Copywriting: escrita persuasiva com foco em conversão.

Gostou de saber?

Então, agora, você vai descobrir como usar esse tipo de escrita para fazer mais vendas e alavancar o seu negócio, seja ele online ou físico.

Estratégia de copywriting para alavancar suas vendas

O copywriter é o profissional especializado em criar comunicação persuasiva.

O trabalho desses profissionais é capaz de gerar vendas astronômicas, na casa de milhões de reais, com emails ou uma carta de vendas .

Gary Halbert foi o copywriter mais bem pago da história, recebendo 5 milhões de dólares em um único trabalho 🤯.

Se você ainda não pode contratar um copywriter, ainda é possível se beneficiar de algumas técnicas.

Reuni uma lista selecionada com as principais estratégias de escrita persuasiva para turbinar seus e-mails.

1 – Defina bem a sua persona

defina-sua-persona-copywriting
Defina sua persona

O mais importante da comunicação persuasiva é ela ser direcionada à pessoa certa!

De nada adianta utilizar as técnicas mais avançadas de escrita com pessoas que não fazem parte do seu público.

Portanto, um bom estudo de mercado, análise de concorrentes e definição correta da Persona, é um trabalho que deve ser feito antes mesmo de digitar a primeira palavra.

Esse é um dos segredos dos grandes copywriters que você pode começar a aplicar agora mesmo.

2 – Tenha uma Proposta Única

Proposta Única de Valor, ou P.U.V. é uma definição atrativa do que você entrega ao seu cliente.

Por meio da PUV você informa em poucas palavras, de forma clara, concisa e confiante, o que você faz e qual o grande benefício que o cliente tem em comprar de você.

É o segredo de grandes empresas para ganhar espaço na mente e no coração dos clientes.

A Coca-Cola por exemplo, tem uma PUV que poderia ser traduzida como:

Proporcionamos felicidade e energia para uma vida intensa e com sabor.

Percebemos isso por meio dos slogans, tanto o antigo: “abra a felicidade”, quanto o atual: “sinta o sabor”.

Dica: Analise as grandes marcas que você conhece e veja que todas têm uma proposta bem definida quanto aos seus produtos e serviços.

Essa é a PUV.

3 – Comunicação Pessoal

Todo copywriter que se preza sabe bem com quem está falando 👊.

Aqui temos um produto direto do estudo de reconhecimento da persona, citado anteriormente.

Poder usar uma comunicação direta e pessoal, falando com seu lead como um amigo próximo.

Como você pode notar, aqui no blog, sempre nos comunicamos de forma 1×1 e buscamos trazer conteúdos relevantes que facilitem a vida de nossos leitores.

Do mesmo modo, você pode empregar essa estratégia de copy em tudo!

Desde suas campanhas de emails e anúncios, até em seu conteúdo, para conseguir mais leads.

Essa estratégia também é utilizada nas mais famosas cartas de venda.

4 – Gatilhos Mentais

Gatilhos mentais ou gatilhos reptilianos são conhecidos no marketing por serem eficazes para conduzir o lead a tomar uma ação específica.

Os gatilhos mentais ficaram populares na obra “As Armas da Persuasão” de Robert Cialdini.

Psicólogo famoso por estudar durante anos as reações das pessoas à estímulos externos.

Existem diversos gatilhos mentais e Cialdini em sua obra redigiu os principais gatilhos, que são:

1. Reciprocidade

Sempre que recebemos algo de uma pessoa, nos sentimos obrigados a retribuir.

Seja um presente, uma gentileza ou uma informação, nos sentimos obrigados a ajudar a pessoa de alguma forma.

E se ela vende algo, a tendência é comprarmos dela, agora ou futuramente.

E nem sempre essa troca é proporcional ao favor prestado.

Bons vendedores sempre utilizam essa técnica para vender produtos de alto valor.

Um exemplo claro de reciprocidade altamente desproporcional é a tendência de um cliente comprar carro, após ter uma maravilhosa experiência de test-drive em uma concessionária.

2. Afinidade

Você sabia que andar em grupos foi o que possibilitou a evolução de várias espécies, dentre elas a humana?

Por isso, as pessoas tendem a estar próximas (e fazer negócios) com quem demonstra afinidade com elas. 

Essa afinidade pode ser física, por grupos (como torcidas de futebol) e até mesmo por atração física, como aparência física e altura.

Por isso, em diferentes segmentos, modelos são tão importantes.

As pessoas se conectam com àquelas que possuem aparência física mais relacionável ao público consumidor.

3. Autoridade

O ser humano tende a obedecer quem tem autoridade.

Autoridade pode ser evidenciada de diversas formas, como títulos, diplomas, cabelos brancos e até mesmo vestimentas como jalécos são gatilhos de autoridade.

4. Coerência e Compromisso

Ao assumirmos um compromisso, nos sentimos obrigados a manter a coerência e cumprir o acordo.

Por isso, obter um pequeno compromisso de seu lead pode gerar o gatilho de coerência e fazê-lo comprar 😬, mais adiante.

Por exemplo, quando você abre um vídeo perguntando se o lead se compromete a permanecer até o final da apresentação.

5. Escassez

Esse é um dos gatilhos mais poderosos‼️

Afinal, desde os tempos das cavernas, o homem luta pela sobrevivência, disputando recursos escassos. 

Mesmo que não haja tanta escassez no mundo atual, a informação vem programada no nosso DNA.

Portanto, a escassez é empregada para acelerar a tomada de decisão do seu lead e vender mais.

6. Prova social

Compramos de quem confiamos.

Muitas vezes o lead está tendo contato com seu produto pela primeira vez e ainda não tem confiança.

Por isso, fornecer provas sociais de que seu produto funciona, por meio de depoimentos de clientes satisfeitos é um gatilho muito poderoso.

Como utilizar técnicas de copywriting em seus e-mails

tecnicas-copywriter
Técnicas Copywriter

Para uma campanha de e-mails de sucesso, combine algumas das estratégias secretas dos copywriters e veja os resultados.

  • Crie headlines (títulos) que chamem a atenção.
    Dê preferência àquelas que despertem a curiosidade do lead, aumentando sua taxa de abertura;
  • Escreva sobre assuntos que estão em alta e gere reciprocidade em seu lead, por informá-lo;
  • Conheça as expressões e jargões usados por seus leads e dê preferência a elas na sua comunicação.
    A propósito, o plural de copy é “copies”, mas empregamos o neologismo “copys” em nosso artigo porque é o que nosso público fala e busca no Google 😉
  • Tenha uma comunicação pessoal, sempre que possível use o pronome você e também personalize os campos de email;

Dica extra

Na leadlovers temos campos de personalização, você pode colocar o nome do lead, por meio da tag *|tag de Primeiro nome no leadlovers|*.

  • Para ativar a reciprocidade em seu lead, além de gerar conteúdo de valor, você pode entregar bônus, prêmios, ou, como definimos sempre: iscas digitais.
    Isso por meio de páginas de captura simples, feitas em nosso construtor de páginas.
    Dessa forma você presenteia o seu lead com um conteúdo de valor e ativa nele o sentimento de reciprocidade.
  • Listas de e-mails também são ótimas para construir autoridade.
    Quando você recebe uma audiência fria, vinda de anúncios, eles ainda não sabem bem quem você é.
    Você vai aumentar sua autoridade, enquanto entrega conteúdos de qualidade que evidenciem o seu conhecimento.
    Tudo isso aumenta o valor percebido da sua marca e gera mais vendas.
  • Encontre formas de incluir os gatilhos mentais de reciprocidade, escassez e demais em seus e-mails e veja o resultado.

Parece simples, mas copys com estratégias centenárias já revolucionaram a maneira de comprar e vender, tanto para produtos físicos quanto online.

E com a internet e um bom planejamento de conteúdo, o seu faturamento pode explodir em vendas.

A minha dica final é que você pratique as estratégias secretas dos copywriters citadas nesse artigo, meça os resultados e claro, volte para contar como foi.

Se você já conhece as técnicas de copywriting, não deixe de nos contar o que mudou nas suas vendas, comentando aqui em baixo.

Powered by Rock Convert

Compartilhe o post:

Tags: , , ,

Powered by Rock Convert

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: