Criação de landing page: Como criar a sua primeira do jeito certo

A criação de landing page é uma etapa importante para captar leads qualificados. Isso porque funciona como a porta de entrada para potenciais clientes.

Diferente do site principal de uma empresa, a landing page é simples e possui um objetivo: Conseguir o contato daqueles que se interessam pela oferta.

É por meio dela que o empreendedor pode conseguir leads (que podem se tornar clientes lá na frente).

Mas, como tudo na vida, sabemos que não é fácil criar a primeira landing page. Por isso estamos aqui para te ensinar:

  • Por que investir em criação de landing page?
  • Quais são as diferenças entre landing page, página de vendas e páginas de produtos em e-commerces?
  • Criação de Landing Page: Os elementos principais
  • Como criar a sua primeira landing page: Passo a Passo

Por que investir em criação de landing page?

Criação de landing page: Por que investir em criação de landing page?
Por que investir em criação de landing page?

Para quem não sabe,  as landing pages também são chamadas de “página de destino”, “páginas de aterrissagem”, “páginas de captura” ou “páginas de conversão“.

Com apenas uma página, este endereço simplista é eficaz em sua  finalidade: conseguir o contato dos visitantes.

Para isso, é necessário oferecer algo relevante em troca para o visitante.

Esse “algo em troca” é chamado de “isca digital” ou “recompensa digital” ou ainda “material rico”. E deve ser um conteúdo de qualidade, para justificar o seu acesso ser restrito.

Entre inúmeras possibilidades de recompensas digitais, temos: ebooks, templates, planilhas, ferramentas, workshops, webinars, mini-cursos… E mais uma infinidade de conteúdos disponibilizados de forma gratuita e com cunho educativo ou operacional.

Por tratar de assuntos específicos dentro do universo em que a sua marca atua, essa estratégia garante leads qualificados, que realmente pertencem ao seu recorte de público-alvo. Dessa forma, a abordagem direta fica mais fácil e a conversão mais provável.

Para conseguir criar uma página de captura que seja eficiente, alguns detalhes precisam ser considerados. E é justamente sobre esses detalhes que iremos falar ao longo do artigo.

Quais são as diferenças entre Landing Page, Página de Vendas e páginas de produtos?

Criação de landing page: Quais são as diferenças entre Landing Page, Página de Vendas e páginas de produtos?
Quais são as diferenças entre Landing Page, Página de Vendas e páginas de produtos?

Com a popularização do mercado digital, o conceito de landing page se expandiu. Além da “página de captura” que este texto aborda, o termo se generalizou e é aplicado para outros tipos de endereços virtuais.

Porém, é importante diferenciar esses termos.

1 – Landing Page (Página de Captura)

Toda “Landing Page oferece um material gratuito (isca digital) em troca de informações de contato do visitante. Assim, ao se cadastrar para receber o conteúdo gratuito, o visitante se torna um lead.

Ou seja, a landing page tem o objetivo de gerar leads e não vendas.

Como falado anteriormente, geralmente a página de captura oferece e-books, planilhas, aulas online, templates, etc.

Não importa o formato, o único ponto imprescindível aqui é: O material oferecido é gratuito. Para acessá-lo, o visitante apenas precisa deixar seus dados (geralmente nome e e-mail).

É conhecida por ser uma página simples, direta e que leve ao visitante a ter apenas duas opções: Se cadastrar ou fechar a página.

Abaixo você pode ver um print de uma landing page nossa. Ah e se quiser acessar na íntegra basta clicar na imagem:

Criação de landing page:

Criação de landing page:

2 – Página de Vendas

A “Página de Vendas“, por sua vez, oferece algo que precisa ser comprado. Como um infoproduto, um produto ou um serviço.

No geral, é uma antecessora da página de pagamentos (checkout).

Portanto, uma Página de Vendas tem o objetivo de gerar vendas.  Logo, os produtos que uma Página de Vendas oferece não são gratuitos.

Para tal, a Página de Vendas tenta convencer o visitante a adquirir determinada solução. Ou seja, apresenta os vários benefícios do produto em questão, faz uso de técnicas de copywriting e investe bastante em gatilhos mentais.

Nesse caso, há maior complexidade de argumentos, com diferentes elementos. Aqui, o foco é na persuasão, em convencer os visitantes a se tornarem compradores.

Dá só uma olhada nesse nosso exemplo de “Página de Vendas”. Você pode olhar o print, mas também pode clicar na imagem caso queira ler na íntegra:

Criação de landing page:

Criação de landing page:

3 – Página de Produtos

É importante deixar claro que uma “Página de Vendas” não é a mesma coisa que as páginas de produtos que vemos em e-commerce, por exemplo.

Em e-commerces e marketplaces geralmente vemos a imagem dos produtos em vários ângulos, além de detalhes como: Preço, frete, condições de pagamento, ficha técnica e avaliações.

Isto é, em lojas virtuais o mais importante é ter descrições claras, imagens nítidas e detalhes de entrega. Não há muito espaço para técnicas de persuasão e copywriting.

Como podemos ver a seguir, em um print de um produto que está à venda no site do Magazine Luiza:

Criação de landing page:

 

Criação de Landing Page: Os Elementos Principais

Criação de Landing Page: Os Elementos Principais
Criação de Landing Page: Os Elementos Principais

Pronto, agora você sabe a diferença entre landing page, página de vendas e páginas de produto.

Como mencionado antes, uma landing page é criada com o objetivo único de captar leads, ou seja, captar os contatos de visitantes.

Entretanto, há uns elementos principais que não podemos esquecer para cumprir esse objetivo:

1 – TÍTULO

Criação de landing page: 1 - TÍTULO
1 – TÍTULO

O título, também chamado de headiline, é um dos fatores mais decisivos para a conversão de visitantes em leads.

Isso porque a maioria dos leitores apenas “bate o olho” e já se decide em poucos segundos a ação que irá tomar. Isto é, a partir de uma leitura superficial, o visitante escolhe aprofundar ou fechar a página.

Por ser o texto de maior tamanho e evidência, a escolha do título deve ser estrategicamente pensada. Quanto mais claro e direto for, melhores serão os resultados.

Além de abordar de forma explícita o principal benefício ofertado, escolha títulos instigantes, que aticem a curiosidade.

Porém, tenha cautela com promessas falsas e erros de gramática.

Repare só no título da Landing Page (Página de Captura) que já mostramos acima. É simples e direto:

2 – IMAGEM

Criação de landing page: 2 - IMAGEM
2 – IMAGEM

O apelo visual é determinante para o encantamento de leads. Uma pesquisa aponta que 80% dos usuários têm maior probabilidade de ler um conteúdo que está combinado com imagens que chamam atenção.

O que reforça a ideia de que imagens impactantes podem fisgar o olhar mais desatento, aumentando as chances de conversão.

Porém, cuide para que não fique um aspecto poluído, com excesso de informação. Busque integrar as imagens junto aos outros elementos da página.

Menos é mais.

Essa representação visual deve ilustrar a proposta oferecida, mas também refletir, de certa forma, a identidade visual da sua marca. Para te ajudar nessa missão, há diversos bancos de imagens gratuitos e pagos que podem ajudar nesse processo.

Usando o mesmo exemplo do e-book que mostramos antes, note que aproveitamos para usar a própria capa do e-book como imagem da página:

3 – RECOMPENSA

Criação de landing page: 3 - RECOMPENSA
3 – RECOMPENSA

O elemento-chave dessa estratégia é oferecer uma recompensa ao visitante. Esse material rico será a moeda de troca para as informações que você precisa obter dos seus leads para qualificá-los.

Portanto, deve ser equivalente ao esforço de digitar alguns campos com dados pessoais. Independente se serão ebooks, planilhas ou workshops, tenha certeza que a profundidade e qualidade desses materiais é suficiente.

Você pode tanto contratar especialistas para te auxiliar como fazer sozinho. Se optar pela segunda opção, se preocupe em ser um especialista em seu segmento e esteja sempre disposto em estudar para criar algo realmente útil.

No caso do nosso exemplo, a recompensa digital é o e-book “Como Criar um Curso Online Totalmente do Zero”.

4 – OFERTA

Criação de landing page: 4 - OFERTA
4 – OFERTA

O texto que acompanha o título e imagens deve ser transparente e afiado. Isto é, deve dizer de forma sucinta o que é o material e os benefícios de tê-lo. Elencar essas vantagens em forma de listas geralmente funciona bem.

Apresente o conteúdo com frases curtas, destacando palavras importantes. Utilize bullet points para dividir visualmente os ganhos, em uma estrutura de tópicos. Mostre o que será possível fazer a partir deste material.

Como o título já comprime a proposta, o texto da descrição serve mais como auxílio e complemento. De modo a responder qualquer dúvida e convencendo os visitantes a aderir à oferta.

Abaixo, veja só como construímos a oferta do nosso e-book:

5 – FORMULÁRIO

Criação de landing page: 5 - FORMULÁRIO
5 – FORMULÁRIO

Todo o esforço de criar uma landing page culmina no formulário, que é onde realmente se captam leads. É o espaço onde estarão os campos a serem preenchidos por quem se interessar pelo seu material.

Quanto mais simples for, melhor será a aderência do público. Muitas pessoas desistem de preencher ao perceber que são requeridas muitas informações.

Porém, pedir apenas um endereço de email também não adianta muito. Na maioria dos casos, é essencial pedir pelo nome e telefone. Dependendo da filtragem que deseja aplicar, outros campos podem ser adicionados.

Por exemplo, se for relevante para o seu conhecimento, é possível pedir por dados como cargo profissional, gênero, idade, cidade, entre outros atributos que possam ajudar a segmentar melhor cada lead.

Confira a seguir o formulário que usamos para o nosso e-book:

6 – CTA

Criação de landing page: 6 - CTA
6 – CTA

O convite para adquirir gratuitamente o material ofertado também merece um cuidado especial. O C.T.A. (Call to Action) é a chamada para ação, o botão que será clicado para executar a tarefa.

Ele pode estar disposto desde o começo da página, em forma de pop-up ou fixo. Deve destacar-se da interface, com cor e forma determinada de acordo com a harmonia visual.

O texto do CTA envolve criatividade. Explore opções relacionadas com a sua proposta de valor, como “quero aprender já”, ou “descobrir os segredos agora”. Evite expressões comuns como “baixar conteúdo” ou “download”.

No exemplo do nosso e-book, o CTA da página é o botão escrito “Baixar E-book”.

7 – Página de Obrigado

Criação de landing page: 7 - Página de Obrigado
7 – Página de Obrigado

Assim que um lead acessar sua landing page, após considerar sua oferta, irá preencher com seus dados para requerer o benefício. É prudente agradecê-lo, demonstrando cortesia.

A Thank You Page, ou página de agradecimento, serve para mostrar essa cordialidade. Também pode servir como convite para o visitante explorar outros conteúdos do seu site.

Além disso, automatizar um email de agradecimento ajuda a firmar esse laço que está sendo criado entre o lead e a sua empresa. Criar esse ambiente de cortesia agrega ainda mais valor à sua marca.

Como criar a sua Primeira Landing Page: Passo a Passo

Criação de landing page: Como criar a sua Primeira Landing Page: Passo a Passo
Como criar a sua Primeira Landing Page: Passo a Passo

Agora que você já sabe os elementos principais em uma landing page, chegou o momento de aprender os passos iniciais para criar a sua primeira do zero.

Vamos aprender?

Passo 1 – Desenvolva o Material Rico 

Criação de landing page: Passo 1 - Desenvolva o Material Rico 
Passo 1 – Desenvolva o Material Rico

Primeiramente será preciso produzir um material rico para poder oferecer em troca do preenchimento de dados. Há diversas possibilidades, sendo algumas delas: ebook, template, planilha, workshop e webinar.

Por ser o elemento principal para a estratégia de captação de leads, é prudente realizar um material aprofundado, que contenha informações de difícil acesso em uma busca na internet.

Uma vez decidido o tipo de material e o tema, é hora de fazê-lo. Se você é um especialista no seu segmento de mercado, pode ser mais fácil de conceber o conteúdo, mas ainda sim é recomendável buscar ajuda profissional de redatores e designers.

Passo 2 – Defina título, texto e imagens 

Criação de landing page: Passo 2 - Defina título, texto e imagens 
Passo 2 – Defina título, texto e imagens

Com a isca digital pronta, é hora de criar a landing page de fato. Essa atividade, que antes necessitava de programadores, hoje já pode ser feita por pessoas leigas.

A partir de plataformas de automação de marketing é possível também criar uma landing page de forma fácil e intuitiva. Primeiramente, escolha um título instigante, que seja claro e curioso. 

Depois, crie um texto que descreva superficialmente o material oferecido, enfatizando os benefícios embutidos. Combine imagens impactantes, escolha formas, fontes e cores, sempre prezando pelo equilíbrio.

Passo 3 – Determine os campos do formulário

Criação de landing page: Passo 3 - Determine os campos do formulário
Passo 3 – Determine os campos do formulário

Quais informações você precisa de cada lead? A resposta varia para cada empreendimento. Na maioria dos casos, o email e nome são os essenciais, em outros, o telefone e o cargo da empresa.

É importante determinar quais campos serão preenchidos para a posterior filtragem e qualificação dos leads. O Lead Scoring, por exemplo, precisa de mais dados para fazer uma pontuação mais precisa de cada prospect.

Considere as diferentes buyer personas do seu negócio, as características que os diferenciam pode ser o caminho para definir esses campos. Busque não exagerar, nem por excesso nem por falta.

Passo 4 – Aplique e Divulgue 

Criação de landing page: Passo 4 - Aplique e Divulgue 
Passo 4 – Aplique e Divulgue

Assim que todos os elementos estiverem prontos, basta aplicá-los em um template. Lembre-se que a landing page, como página de captura, deve ser o mais leve possível.

Dispondo de um título, texto descritivo, imagem representativa e o formulário, sua página de conversão estará pronta para começar a captar. Agora, inicia-se o processo de divulgação.

Para tal, divulgue nas suas redes sociais, blog, e-mail marketing. E, se puder, invista em anúncios pagos, que espalhem essa incrível oferta pela internet.

Esteja onde a sua audiência está e enfatizando os benefícios da sua recompensa digital.

Aliás, se você quiser se aprofundar mais sobre o tema, leia o artigo:Landing Page: Tudo o que você precisa saber para criar uma página que converte”.

E para finalizar esse artigo com chave de ouro, aconselho a assistir o vídeo onde nosso webdesigner ensina como criar uma Landing Page bem estruturada:

Compartilhe o post:

Tags: , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: