Como estimular a criatividade nas empresas com 5 dicas

Por longos anos, o ambiente corporativo não abria espaço para inovação. Os trabalhadores eram vistos e posicionados como peças de um quebra-cabeça, voltados a realizar funções no piloto automático. Felizmente, essa realidade mudou. O mercado de trabalho entende a importância das boas ideias e, por isso, a criatividade nas empresas vem sendo cada vez mais valorizada.

Para que novas ideias circulem, transformem-se em projetos e tenham impacto positivo nos resultados, é necessário criar um ambiente favorável para que isso aconteça.

Dê uma olhadinha no material que preparamos e entenda um pouco melhor sobre o que estamos falando.

Qual a importância da criatividade nas empresas?

Inovação e criatividade nas empresas são práticas que devem andar de mãos dadas quando o grande objetivo é alcançar o sucesso.

Afinal, a criatividade pode ser apontada como o motor da inovação.

Quando há um olhar diferenciado a respeito dos processos de uma empresa, boas ideias podem surgir. 

Isso significa uma abertura na vantagem competitiva da organização, inspirando uma experiência diferente e inovadora para o consumidor e, consequentemente, ótimos resultados.

O mercado de trabalho está valorizando a Criatividade nas Empresas.

Como estimular a criatividade dos colaboradores?

Ao contrário do que muitos pensam, a criatividade não é um talento nato. Existem aqueles que têm certa facilidade para ter ideias inovadoras, e isso é fato. 

No entanto, a boa notícia é que essa é uma habilidade como qualquer outra.

Ou seja, pode ser estimulada. E, ao adotar medidas para que isso seja feito, a companhia ganha outros benefícios relacionados, como aumento de produtividade e diminuição do turnover. Confira, agora, 4 valiosas sugestões para aplicar na sua empresa e tornar os colaboradores mais criativos. 

1. Incentive a criatividade

A criatividade pode ser incentivada por meio do próprio ambiente de trabalho. 

Empresas que prezam por um bom clima organizacional e por espaços descontraídos, como áreas de lazer ou lanchonetes, tendem a favorecer a integração entre diferentes equipes, o que favorece o surgimento de novas ideias.

Veja algumas das pequenas ações que podem ser adotadas:

  • – oferecer lanches e refeições gratuitas;
  • – organizar excursões e viagens corporativas para ambientes estimulantes, – – – como exposições de artes;
  • – criar uma política de incentivo;
  • – adotar uma jornada de trabalho flexível;
  • – permitir que colaboradores dos setores mais inusitados participem de brainstorm.

Vale lembrar que, ao adotar essas medidas, você faz mais que estimular a criatividade. 

Conceder benefícios inovadores, como horário flexível, e incluir os profissionais nos processos estratégicos diminui o absenteísmo nas empresas, aumenta a motivação e produz engajamento. Um conjunto arrebatador quando o foco é alcançar bons resultados.

2. Evite o estresse

Ninguém é criativo ao estar sob pressão. Uma pessoa pressionada tende a limitar seus pensamentos e ações ao previsível, buscando uma maneira de se preservar, o que pode elevar o nível de estresse e prejudicar os processos criativos.

Ignorar esse problema não significa que ele deixará de existir. Logo, é preciso manter o estresse sob controle. Para isso, a empresa pode:

  • – definir um momento no dia ou na semana em que os colaboradores não 
  • – serão interrompidos por visitas ou telefonemas, dedicando-se 
  • – exclusivamente aos processos criativos;
  • – adotar determinadas práticas, como ginástica laboral ou técnicas de relaxamento durante o expediente;
  • – promover uma caminhada ao ar livre;
  • – aplicar ferramentas eficientes para gerenciar os conflitos internos.

3. Trabalhe com inspirações

Uma empresa bem organizada preocupa-se em estabelecer relações de liderança para compor a cultura organizacional. 

Nesse contexto, os líderes podem contribuir para o potencial criativo dos profissionais especialmente, se exercerem alta influência sobre as equipes.

A posição do líder deve ser levada como um poço de inspiração. Dito isso, preocupe-se em entregar a liderança para aqueles que consigam estimular a criatividade se portando como exemplos de conhecimento, influência social, habilidades em comunicação, inteligência emocional, conhecimento técnico, experiência e capacidade de resolver problemas.

Trabalhe com inspirações para desenvolver a criatividade na empresa

4. Utilize a tecnologia

A carência de ideias criativas em uma equipe pode ser fruto de um modelo de gestão que não favorece essa prática ou simplesmente da carência de estímulo a novas ideias. 

Por isso, temos uma revelação importante a fazer: existem ferramentas e tecnologias voltadas ao desenvolvimento da criatividade.

Hoje, o mercado conta com softwares voltados ao gerenciamento de mapas mentais, que nada mais são que diagramas que organizam e representam ideias e informações. 

Eles facilitam os processos de brainstorming e o planejamento de projetos, elementos fundamentais em processos criativos.

5. Capacite os colaboradores

Por fim, oferecer palestras, cursos e workshops sobre criatividade é uma ótima maneira de envolver o colaborador em uma atmosfera mais inovadora e estimular os processos criativos.

Lembre-se sempre de que é fundamental mostrar que a empresa está aberta a novas ideias, por isso, incentivá-las é importante. Mais que isso, elas precisam ser aplicadas. 

De nada adianta todo esse investimento se as pessoas não puderem visualizá-lo na prática. 

Qual o impacto da tecnologia para um ambiente mais criativo?

No geral, as empresas vêm sofrendo um impacto significativo, influenciado pelas tendências da nossa sociedade. 

Nesse contexto, como já mencionamos, criatividade e inovação são dois elementos constantemente buscados pelas organizações que desejam aumentar a sua vantagem competitiva no mercado de trabalho.

Não dá para falar em evolução, resultados positivos, sustentabilidade e vantagem competitiva sem mencionar a tecnologia e as ferramentas que chegaram por meio da transformação digital.

Ao ser utilizada em vários processos dentro de um negócio, ela contribui para que a criatividade nas empresas seja trabalhada de várias formas: seja como habilidade reconhecida no profissional desde o processo seletivo, seja pela automatização de procedimentos que permite aos colaboradores se dedicarem a uma atuação mais estratégica e, de fato, criativa.

Quando as empresas permitem que a tecnologia automatize suas tarefas básicas, metódicas e burocráticas, elas também acabam permitindo que seus profissionais fiquem livres para ter ideias inovadoras e criativas.

O texto de hoje permitiu o acesso à informação de qualidade a respeito da criatividade nas empresas. 

Quando aliada a conceitos, ferramentas e estratégias inovadoras, uma atuação mais criativa é a porta de entrada para o sucesso de uma organização. 

Estimular essas características é um investimento para aqueles que desejam resultados positivos.

Autor: PontoMais - Desde 2015 agem de forma inteligente para mudar a rotina de empreendedores e RHs do Brasil todo. Mais que um sistema de controle de ponto, um parceiro para um RH mais prático e estratégico.
Powered by Rock Convert

Compartilhe o post:

Tags: , ,

Powered by Rock Convert

0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: