Dicas de content marketing para o Twitter

Content Marketing – ou Marketing de Conteúdo – exige trabalho duro, envolvendo grandes desafios, para chegar a algo de qualidade. Para debater o assunto o Adweek, site gringo de publicidade, marketing e afins, reuniu um ex-comediante, uma jornalista e uma estrategista de agência. Confira dicas de Tim Washer, da Cisco; Stephanie Losee, da Dell; e Stacy Minero, do Twitter sobre a produção de conteúdo.

Toda marca deve aprender a ser divertida – Tim Washer, resident comic da Cisco

O humor não tem utilidade apenas no entretenimento, ele também é importante para o Content Marketing. O humor ajudar a destacar a empresa, principalmente os criadores, ao ser notada, uma audiência acaba se construindo. Do ponto de vista do público, isso torna o conteúdo interessante, mais compreensível e, em geral, mais emocionante.

As empresas que não conseguem encontrar humor têm um problema de percepção. Empresas podem ser divertidas, mas geralmente elas não se enxergam dessa forma. Isso significa que elas apenas não estão olhando as coisas do jeito certo.

Por que não mexer com a confiança – Stephanie Losee, editora-chefe da Dell

Há um grande mal-entendido sobre a relação entre content marketing e jornalismo. As pessoas tendem a ficar irritadas ou emocionadas quando o assunto se trata de publicidade nativa e outras plataformas interessantes, que permite uma nova relação entre marcas e publicações. Eu espero que as pessoas que necessitam conversar sobre o jornalismo de marca abusivo observem o sucesso de empresas que apostam nessas estratégias e entendam que elas não vão ganhar.

As companhias que obtêm sucesso com marketing de conteúdo contam com os esforços do departamento de comunicação e marketing global. Os dois lados devem se unir para entender a sua audiência e o que a reputação e confiança significam para a marca.

Espontaneidade como estratégia de social media – Stacy Minero, head de planejamento de conteúdo do Twitter

O Twitter permite às marcas capitalizarem momentos e conversas reais. É preciso muito planejamento para se tornar espontâneo. Há momentos que podem ser planejados, as marcas devem definir sua estratégia e respostas na rede social com antecedência para que possam ter um forte conteúdo pronto em tempo real. No futebol americano, por exemplo, as empresas podem prepara conteúdo para grandes momentos que, inevitavelmente, vão acontecer durante o jogo, como time-outs, lesões, touchdowns, etc.

Para os momentos imprevisíveis, as marcas devem preparar diretrizes de estilo e definir um tom de voz capaz de ajudá-los a criar conteúdo estratégico rapidamente. Exemplo disso foi a resposta da Snickers à mordida de Suarez durante a Copa do Mundo. A equipe foi inteligente, espirituosa e conseguiu manter a voz da marca consistente com o conteúdo.

Espero que as dicas do post tenham te ajudado a entender um pouco mais sobre marketing de conteúdo. Abraços.

Fonte: Proxxima

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: