9 Dicas de Copywriting para seus e-mails se destacarem na Caixa de Entrada

Sempre me pedem dicas de copywriting para e-mails. Então, resolvi separar 9 das que fizeram diferença no meu dia a dia.

Antes de mais nada, se você chegou até aqui, deve saber que o e-mail é uma das formas de comunicação online mais antigas.

Justamente por isso, alguns anos atrás, muitos acreditavam que estava com seus dias contados. 

Principalmente com a chegada de novas tecnologias de comunicação. Como as redes sociais e apps de mensagens.

9 Dicas de Copywriting para seus e-mails se destacarem na Caixa de Entrada
9 Dicas de Copywriting para seus e-mails se destacarem na Caixa de Entrada

No entanto, o e-mail mostrou que é mais forte do que pensavam. E até hoje segue como o formato mais eficiente quando se trata de resultados em Marketing Digital.

Seja para engajar ou para “convencer” pessoas a se interessarem pelo seu produto ou serviço.

Resumindo: Uma comunicação bem feita por e-mail permite não aquecer leads e gerar vendas.

Mas nem tudo é perfeito…

Dicas de Copywriting para seus e-mails: Mas nem tudo é perfeito...
Mas nem tudo é perfeito…

Hoje em dia sabemos que a maioria as pessoas recebem inúmeros e-mails por dia. E por isso é preciso se destacar do resto para ser notado pela sua audiência.

Para tal, é preciso usar algum tipo de estratégia. E a estratégia mais usada é justamente o copywriting.

Você não conhece ou não usa essa técnica em suas mensagens?

Então, segue com a gente até o final que vamos dar 9 dicas de copywriting para arrasar em seus e-mails.

O que é o Copywriting?

Dicas de copywriting - O que é o Copywriting?
O que é o Copywriting?

“Copywriting” ou simplesmente “copy” nada mais é do que uma estratégia que tem como objetivo criar textos persuasivos.

E persuasivos a tal ponto que levem o leitor a tomar uma ação específica.

Nesse sentido, usa de gatilhos mentais para direcionar a pessoa até o objetivo daquele conteúdo.

No caso de um e-mail, o objetivo pode ser que o leitor clique em um CTA (Call to Action), por exemplo.

Ou seja, não dá para fazer um bom trabalho de copy sem conhecer a persona do seu negócio a fundo. Mesmo com as melhores dicas de copywriting do mundo.

Portanto, é fundamental conhecer a sua persona a fundo. Já que apenas assim você saberá as necessidades e desejos dela. O que facilita o seu processo de criar conteúdos úteis verdadeiramente.

O uso do Copywritring tem um papel fundamental no Marketing de Conteúdo: Entender o usuário e o seu processo de compra. Como o foco de guiá-lo em cada etapa do Funil de Vendas.

9 dicas de copywriting para seus e-mails

9 dicas de copywriting para seus e-mails
9 dicas de copywriting para seus e-mails

Agora que você já entendeu melhor o assunto… Vamos às dicas de copywriting que você pode usar para escrever seus e-mails e melhorar os resultados?

Senta que lá vem a história… (hahaha)

1 – Use linguagem simples

A primeira coisa que uma pessoa faz ao abrir um e-mail é uma leitura dinâmica do conteúdo.

Ou seja, ela dá aquela passada de olhos rápida pelo texto para saber se vale a pena dispor de tempo para ver o conteúdo.

Então, a melhor estratégia para que o leitor possa saber do que você está falando no texto é: Construir o texto com parágrafos pequenos.

Dessa forma, a leitura fica mais atrativa e ajuda a distribuir as informações.

Usar outros artifícios para chamar a atenção do lead também é válido.

Logo, use imagens, infográficos ou até vídeos. Não importa o formato em si, mas a maneira que você utiliza.

Se pensando de forma inteligente, esses artifícios podem aumentar (e muito) o engajamento do seu e-mail.

2 – Sempre foque no assunto/título

Quando uma pessoa abre a caixa de entradas de seu e-mail, o assunto é a primeira coisa que ela lê.

Dessa maneira, é o assunto que vai definir se ela abre ou não a mensagem.

Podemos dizer, então, que o assunto é como se fosse a porta de entrada do e-mail. Ou melhor, o cartão de visitas do conteúdo que quer apresentar ao seu lead.

Assim, crie assuntos que se destaquem no meio dos vários outros que estarão na caixa de entrada dos seus leads.

A criatividade aqui é importante… Você pode, por exemplo, utilizar emojis, brincar com as palavras e usar o nome do lead. Faça tudo para que o assunto seja diferente e chame a atenção.

Ah e evite um título muito longo também, pois pode tirar a atenção da pessoa. Além de não usar palavras “apelativas” como “gratuito”, “venda mais” ou “dinheiro fácil”, ou outras como essas.

3 – Abuse da personalização

A personalização é uma ótima dica de copywriting. Isso porque há uma tendência de evitarmos mensagens que não sejam feitas muito de acordo com nosso perfil.

Portanto, é preciso que algo esteja bem clara em sua mente ao criar o conteúdo do e-mail: Você está escrevendo para alguém que já possui uma relação com sua empresa, e não um desconhecido.

Pensar no conteúdo certo para essa pessoa é fundamental. Além do tom que você vai usar no texto, é claro.

E a dica mais básica também serve aqui: A palavra que mais gostamos de ouvir é o nosso nome. Ele é mais poderoso do que você imagina.

Chame cada um pelo nome e você fará o leitor dar mais valor ao que você escreveu.

4 – Cumpra o que promete

Nada é mais frustrante que isso: Abrir um e-mail com assunto atrativo, mas não encontrar nada daquilo no conteúdo.

Se você pretende chamar a atenção do seu lead pelo assunto, crie o conteúdo de acordo com o que foi prometido.

Em outras palavras: Foque no objetivo que você quer alcançar com sua mensagem, sendo verdadeiro.

Quanto menos coerência seu e-mail tiver entre o assunto e o conteúdo, aumenta a chance da sua mensagem ser classificada como SPAM pelo usuário. 

Além dos prejuízos na entregabilidade e nas vendas, isso diminui a credibilidade de sua marca. Coisa que ninguém quer, né?

5 – Seja objetivo e certeiro

Escrever textos longos em um e-mail marketing, na maioria das vezes, é uma estratégia errada.

Tirando casos específicos, o leitor não vai perder tempo lendo um conteúdo grande. E é provável que ele nem chegue na metade do texto e descarte a mensagem.

Então, a dica de copywriting aqui é: seja objetivo!

Geralmente, as pessoas buscam por partes da mensagem para analisar se vale a pena ler todo o texto. Busque uma forma que as informações cheguem ao leitor de maneira rápida, clara e direta.

Uma dica extra aqui é: Você pode sempre se perguntar se aquela frase que escreveu agregará valor ao seu lead e ao seu argumento. Se a resposta for negativa, não use.

6 – Use perguntas

Uma estratégia muito usada para engajar mais o leitor é o uso de perguntas no texto. Afinal, fazer uma pergunta certa na hora certa pode aumentar a curiosidade da pessoa.

As perguntas têm o poder de levar as pessoas ao questionamento. Tanto de si próprias como do que você está propondo a elas no texto.

O objetivo dessa técnica é levar o leitor a responder sempre “sim” a sua pergunta. Assim, quando você cria o conteúdo de um e-mail, sempre se questione como o leitor irá responder ao seu texto.

7 – Use o Call to Action

Essa é uma dica que a maioria já deve saber, mas nunca é demais lembrar.

Ter um CTA no seu e-mail é essencial, porque vai mostrar ao leitor o que você espera que ele faça ao terminar de ler todo o seu conteúdo.

Um CTA nem sempre precisa ser um botão que leve a um link externo… Pode ser uma chamada para o lead responder ao e-mail se tiver dúvidas ou compartilhar com alguém aquele conteúdo.

O mais importante é que ele tenha coerência com a sua proposta de comunicação. Além de fazer sentido para que o leitor realize a ação desejada.

Uma forma de aumentar a eficácia do seu CTA é usar verbos no imperativo ou infinitivo. Como, por exemplo, “receber o e-book”, “melhorar minha escrita”, entre outros.

A posição do CTA também pode ajudar ou atrapalhar a conversão.

Sempre que possível, deixe o seu CTA posicionado de modo que o leitor não precise descer a barra de rolagem. Faça-o aparecer logo na primeira janela.

Parece um detalhe bobo, mas isso aumenta as chances do usuário realizar a ação.

No vídeo abaixo, o webdesigner da leadlovers explica melhor sobre os motivos pelos quais as pessoas não clicam no seu CTA. No vídeo, ele fala especificamente de páginas, mas vários pontos também servem para e-mails, aperta o play e entenda:

8 – Crie algum senso de urgência

Com certeza você já percebeu como as promoções em lojas chamam tanta atenção, não é mesmo?!

Isto acontece porque é usada uma técnica que instiga o senso de urgência das pessoas. Criando a expectativa da possibilidade de perder a oportunidade da compra se não fizer naquele momento.

Essa técnica também é usada em textos de e-mails.

Tudo por ser uma poderosa ferramenta de escrita de persuasão por limitar o tempo de tomada de decisão da pessoa.  O que a leva a realizar a ação pela emoção.

Quando se cria um e-mail, você pode usar essa técnica no título, para ser chamativo para o leitor. E também no final da mensagem, para criar o estímulo que vai levá-lo a tomar a decisão esperada.

9 – Entenda o problema do seu lead

É preciso que você saiba qual o problema que o seu contato tem. Para, assim, criar um conteúdo personalizado e focado no que ele precisa para solucionar.

Você deve pensar como sua persona para entender o problema dela. Compreendendo as suas dores e visualizando a solução.

Às vezes, o leitor ainda não identificou a necessidade da compra. Então, você precisa mostrar para ele o diferencial do seu produto, as vantagens que ele trará para sua vida, e como ele vai ajudá-lo a solucionar o seu problema.

Quando você mostra o problema e a solução, a comunicação com seu público se torna mais direta e assertiva.

Use as dicas de copywriting no seus e-mails a partir de hoje

Use as dicas de copywriting no seus e-mails a partir de hoje
Use as dicas de copywriting no seus e-mails a partir de hoje

Viu como com algumas dicas de copywriting, seus e-mails podem melhorar de qualidade e se tornarem mais efetivos?

São dicas simples, é verdade. Mas fazem toda a diferença na hora de elaborar o conteúdo focado naquela persona.

Lembre que o e-mail precisa chamar a atenção do leitor logo na caixa de entrada.

Então, o assunto que você vai criar deve ser diferenciado e o conteúdo deve entregar sempre o prometido.

Leve o leitor a realizar a ação que você deseja. Usando gatilhos mentais como o senso de urgência.

Seja objetivo, claro e verdadeiro nos seus textos.

Com isso, a credibilidade de sua marca aumentará e suas mensagens passarão a ser mais lidas e compartilhadas.

Se você gostou de conhecer essas dicas de copywriting, compartilhe com seus amigos e volte sempre aqui.

 

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: