Email marketing: 9 dicas para não cair na caixa de spam

Você já abriu sua caixa de spam hoje? Ou costuma fazer como a maioria das pessoas e deixa para ver isso quando tiver um tempo livre, e essa folguinha nunca chega, não é mesmo? É por isso que o seu e-mail marketing não pode virar spam para o seu público! Isso nem sempre é simples, mas separamos 9 dicas que vão contribuir bastante para que isso não aconteça. Acompanhe!

O e-mail marketing é uma ferramenta poderosa para o marketing digital. Mas, só é eficiente e dinâmico na hora de divulgar um produto ou serviço se funcionar efetivamente como um canal de comunicação direta com o público-alvo da sua empresa.

Afinal, a mensagem precisa ser lida pelo destinatário. Na caixa de spam, ela não cumpre seu objetivo, que é informar, atrair atenção, convencer e, quem sabe, converter o leitor em cliente.   

Fato é que boa parte da estratégia de marketing digital vai por “água abaixo” quando seu e-mail termina no lixo eletrônico. É nessa hora que o propósito de impactar seu potencial cliente e fidelizar aqueles já convencidos deixa de ser cumprido.

Você sabia que o e-mail marketing responde por 30% ou até 40%, em média, do retorno no faturamento do negócio online? Pois é. Por isso que todo cuidado nesse sentido é pouco.

Veja agora algumas dicas que podem impedir que sua mensagem se reverta em lixo eletrônico.

Email marketing: 9 dicas para não cair na caixa de spam
Email marketing: 9 dicas para não cair na caixa de spam

9 dicas para o e-mail marketing não cair na caixa de spam

1 – Prefira uma ferramenta de envio de mensagens

Email marketing - Prefira uma ferramenta de envio de mensagens
Prefira uma ferramenta de envio de mensagens

O primeiro passo é conhecer a reputação da empresa que oferece o serviço de envio de e-mail marketing.

Pesquise quais empresas utilizam essa ferramenta. Faça uma busca no Google para saber se existem reclamações sobre a empresa e, o que seria o ideal, converse com alguém que utilize esse serviço.

Procure saber se existe um bom suporte, se a ferramenta é de fácil utilização, se emite relatórios das campanhas enviadas etc.

Além de avaliar a reputação da empresa, procure pesquisar a avaliação do IP – Internet Protocol, ou seja, uma identificação única de cada computador conectado a uma rede – que envia os e-mails.

Essa tarefa pode ser mais complicada para os iniciantes. Porém, vale conversar com algum vendedor por meio de algum canal de atendimento e perguntar pela reputação do endereço de IP.

Existe também um serviço que monitora e avalia a reputação de envio de diversos IPs – SenderScore.org  

2 – Busque boa avaliação dos provedores de e-mails

Email marketing - Busque boa avaliação dos provedores de e-mails
Email marketing: Busque boa avaliação dos provedores de e-mails

Como conquistar uma boa avaliação dos provedores de e-mail (Gmail, Outlook, Yahoo etc.)? Eles dispõem de filtros antispam que podem barrar o seu e-mail marketing. Essa classificação está diretamente ligada à reputação do seu e-mail, como dissemos acima.

Os provedores analisam diversos fatores no momento de avaliar a sua reputação. Depois, eles determinam a pontuação que garante ou não a entrega. Quanto melhor for a sua reputação, maior a possibilidade de seu e-mail marketing cair na caixa de entrada do seu público-alvo.

3 – Tenha todo cuidado com a produção do conteúdo a ser enviado

Email marketing - Tenha todo cuidado com a produção do conteúdo a ser enviado
Tenha todo cuidado com a produção do conteúdo a ser enviado

É importante que, além de uma ou mais imagens atraentes, seu email marketing contenha também um bom texto. Quando o e-mail é construído com base nessas duas formas de interação (texto e imagem), as chances de entrega aumentam.

Mas busque sempre o equilíbrio entre a mensagem escrita e a imagem. O ideal é usar 40% de imagem e 60% de texto.

E mais: tente fazer um layout responsivo. Lembre-se que cada vez mais as pessoas acessam os conteúdos no celular. Por isso, é necessário garantir que seu e-mail seja exibido de forma interessante nesse dispositivo menor.

Esses são fatores bem importante para que seu email marketing vá direto à caixa de entrada!

4 – Opte pelo HTML

Email marketing - Opte pelo HTML
Opte pelo HTML

Estudos comprovam que os leitores preferem receber e-mails em HTML. Além disso, a taxa de abertura de e-mails contendo somente textos costuma ser maior.

A melhor prática para a criação do e-mail marketing é fazê-la em HTML. Isso garante que a mensagem será entregue ao destinatário, mesmo que ele não autorize a exibição das imagens. Outra vantagem de criar em HTML é a possibilidade de distribuir melhor textos e imagens.

Aqui, vale explicar um detalhe adicional. Quando o conteúdo do e-mail é transformado em uma imagem (em vez de ser produzido em formato HTML), a maioria dos principais serviços de e-mail – como o Gmail, Hotmail/Outlook – possuem um bloqueio padrão de segurança para exibição de qualquer formato de imagem que esteja em um e-mail.

5 – Pense bem antes de escrever o assunto do e-mail

 Email marketing - Pense bem antes de escrever o assunto do e-mail
Pense bem antes de escrever o assunto do e-mail

Na hora de pensar o que escrever no campo “assunto do e-mail”, evite expressões como “compre agora”, “compre já”, “promoção”, “ofertas”, “grátis”, “ganhe isso ou aquilo”, “desconto”, “clique aqui”, “tempo limitado”, “ganhar dinheiro”, entre tantas outras similares. Elas podem levar seu e-mail marketing para a caixa de spam.

Quando você acerta no título do seu e-mail marketing, é meio caminho andado rumo ao sucesso. Prefira termos como “nunca te contaram”, “você precisa saber”, “passo a passo sobre” etc.

Evite escrever títulos em caixa alta (letras maiúsculas) e delete aqueles muito longos. O ideal é que o título tenha até 60 caracteres com espaço.

Não exagere na pontuação. Nunca repita caracteres como ponto de exclamação.

No máximo, use o negrito ou o sublinhado para destacar alguma coisa. O uso dos dois ao mesmo tempo cansa o leitor e, às vezes, um e-mail com título assim nem chega à caixa de entrada dele.

Nós até fizemos um artigo outro dia no blog que fala como você pode escrever um modelo de email marketing que funcione.

É imprescindível, também, escrever sem erros de português. Aproveite e saiba quais são os mais comuns.

6 – Tenha sua própria lista de destinatários

Email marketing - Tenha sua própria lista de destinatários
Tenha sua própria lista de destinatários

As listas de leads – mailings – prontas e comercializadas por empresas especializadas têm boa parte de e-mails inexistentes, conhecidos como hard bounces. Os spam traps (ou e-mails armadilha, em português) são utilizados pelos provedores para identificar o envio de mensagens indesejadas.

Não gaste dinheiro à toa. Use os seus contatos para construir seu próprio mailing. Somente assim você terá futuros clientes: conhecendo-os a fundo e tornando seu relacionamento com eles na melhor experiência que poderiam ter.

Até mesmo quem entrar em contato com você apenas uma vez, seja para fazer uma pergunta ou para um primeiro contato, deve integrar o seu mailing.

Isso porque essa pessoa que, ontem, era apenas uma interessada pode se tornar cliente ao ser municiada com informações que estava precisando em determinado momento. Ou que nem sabia que precisava. Surpreenda-a!

7 – Tenha o opt-in no seu site e locais de cadastro

Email marketing - Tenha o opt-in no seu site e locais de cadastro
Tenha o opt-in no seu site e locais de cadastro

É fundamental que você garanta o opt in no seu site, ou seja, dê ao seu leitor a possibilidade de se inscrever para o recebimento de e-mails com dicas, artigos informativos, promoções e outros tipos de conteúdo.

A partir disso, fica bem mais fácil você ter a certeza de que seu e-mail marketing caia na caixa de entrada e não se torne um spam.

Uma forma prática de você fazer isso, e conseguir a autorização dos seus leitores interessados em suas informações, é abrir um campo dentro do site ou blog da empresa. Depois, é só convidá-los a assinar newsletters e receber mensagens por e-mail.

Geralmente, esse espaço aparece no topo do site à direita ou na lateral. O leitor clica e pronto: está autorizado! Tendo um formulário de autorização, seu e-mail marketing não corre o risco de virar spam.

8 – Dê o direito ao seu cliente de se descadastrar a qualquer momento

Email marketing - Dê o direito ao seu cliente de se descadastrar a qualquer momento
Dê o direito ao seu cliente de se descadastrar a qualquer momento

O ideal é que você tenha com seus leitores uma relação de parceria. Sendo assim, é bem legal você entender que ele pode estar interessado em seus conteúdos durante um tempo e depois não mais. Todos devem ter o direito de parar de receber e-mails sobre assuntos que não lhes sejam mais úteis.  

Promova uma forma simples e prática para fazer o descadastramento. Use aquela famosa frase: “clique aqui para não receber mais os nossos e-mails”. Em todas as vezes que você mandar alguma mensagem, coloque essa opção.

9 – Atente-se à periodicidade de envio

Email marketing - Atente-se à periodicidade de envio
Atente-se à periodicidade de envio

Entre os muitos critérios que os mecanismos de busca – inclusive o Google – usam para ranquear bem seu conteúdo, um deles é a frequência das postagens. Então, é preciso cuidar disso também.

Mesmo quando os leitores autorizam o recebimento de e-mails – o que prova que eles têm interesse nos conteúdos que você está disposto a mandar –, não exagere na quantidade de e-mails marketing. Isso pode fazer com que eles mesmos marquem você como spam.

Do outro lado da mesma moeda, se o envio for muito espaçado, o leitor corre o risco de esquecer que autorizou o recebimento e mandar seus e-mails para o spam.

Uma boa periodicidade é semanal. O importante é manter a regularidade.

Mas capriche nos conteúdos e envie somente mensagens interessantes. Você quer que seu cliente acompanhe suas mensagens até o final, certo? Para isso, os conteúdos devem ser ricos e interessantes.

Se você domina o tema do seu negócio, mas não tem habilidade para escrever sobre isso, invista no trabalho de um profissional que saiba executar bem essa tarefa.

Dessa forma, será muito mais fácil você conquistar o engajamento dos seus leitores para o seu conteúdoAs mensagens precisam despertar de imediato a atenção do leitor, contar histórias.

Não mande apenas ofertas, descontos e promoções. O cliente precisa, também, de informações relevantes.

Email marketing - Concluindo...
Concluindo…

Concluindo: Uma estratégia de marketing digital bem-feita prevê a criação de e-mail marketing. Prepará-lo consome tempo de trabalho e, consequentemente, investimento.

Nesse contexto, vale muito a pena todos os esforços citados para que seus e-mails cheguem na caixa de entrada do destinatário e não caiam na caixa de spam. Isso é fundamental para o sucesso da sua campanha de divulgação.

E-mail marketing funciona melhor com conteúdo

Uma estratégia eficiente de e-mail marketing tem grandes chances de atrair clientes e fidelizá-los. Contudo, esse esforço de comunicação rende muito mais quando existe um trabalho de conteúdo por trás dele.

 

A agência Max Content é especializada em produção de conteúdo online e marketing digital. Sua missão é entregar ao cliente um trabalho de qualidade e personalizado, para marcar sua presença digital e aumentar suas vendas. Saiba mais.

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , , , , , ,


1 Comentário

  1. Jesiel Bautista Campoy says:

    Email marketing: 9 dicas para não cair na caixa de spam – Excelente conteúdo!

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: