9 Famosos que Provaram que Não Desistir dos Sonhos pode Ser a Chave do Sucesso

Que empreendedor, ou melhor, que pessoa não quer alcançar o sucesso? Pois é… A maioria de nós passa toda nossa vida buscando a tal felicidade pessoal e profissional e no meio do caminho muitos se perguntam: Qual a diferença entre quem consegue e quem não?

É claro que não existe uma resposta única ou razão exata para isso. Porém, há muitos exemplos reais que possuem uma palavrinha em comum em sua trajetória: Persistência.

Hoje selecionamos 9 pessoas mundialmente conhecidas e da mais diferentes áreas que nos provaram que acreditar em si enquanto outros dizem ‘não’ faz toda diferença.

Vamos conferir um pouco de todas essas histórias?

1. J. K. Rowling

Tudo começou bem para J. K. Rowling, que cresceu em meio a muitos livros, adorava escrever e inventar histórias desde muito criança. Anos mais tarde, ela se formou em Língua Francesa pela Universidade de Exeter e tornou-se secretária bilíngue, que era o sonho de seus pais.

Porém, foi demitida por deixar de lado alguns dos afazeres do trabalho para escrever as suas histórias.

Foi durante uma viagem de trem para Londres em 1990 que Rowling teve a sua maior ideia: O bruxinho Harry Potter. Contudo, no fim daquele mesmo ano a sua mãe morreu e ela, extremamente triste, se mudou para a cidade do Porto em Portugal, onde passou a dar aulas de Inglês.

E foi lá que a escritora começou finalmente a organizar e escrever ‘Harry Potter e a Pedra Filosofal’, na mesma época se casou e teve sua primeira filha. O relacionamento muito difícil não durou muito tempo, fazendo com que ela se mudasse para a Escócia.

Sucesso: J. K. Rowling
J. K. Rowling © 2016 Paul Cunningham – Corbis (via IMDb)

Separada, sofrendo de depressão, com uma filha pequena e desempregada, J. K. Rowling dependeu por um bom tempo da ajuda do governo para sobreviver. Mesmo assim, jamais desistiu do seu grande sonho e seguiu escrevendo o livro nos momentos em que a filha dormia.

Após concluí-lo, enviou originais para várias editoras diferentes sem sucesso até, finalmente, ser aceita pela Bloomsbury Press em 1997. A partir daí, a escritora teve o que precisava para atingir o sucesso que conhecemos: Uma obra fenômeno de vendas, traduzida no mundo inteiro e sendo adaptada para o cinema, outro grande sucesso.

Rowling recebeu centenas de prêmios e foi nomeada pela revista Forbes como a primeira pessoa da história a ficar bilionária escrevendo livros. Hoje a escritora só não se encontra na lista dos bilionários da Forbes por ter doado uma boa parte da sua fortuna à caridade.

Entretanto, permanece como uma das mulheres mais ricas do mundo e a inspirar muitas pessoas com a sua história de vida tão digna de cinema quanto a própria ficção que a tornou famosa e bem sucedida.

2. Elvis Presley

Antes de ser considerado o rei do Rock, Elvis Presley foi motorista de caminhão e ganhava somente 1 dólar por hora de serviço.

O cantor fez isso por um tempo enquanto tentava ingressar no mundo da música, paralelamente. Aliás, o astro chegou a receber críticas pelo seu cabelo e modo de se vestir.

Mas isso foi o de menos… Ao realizar testes para entrar em bandas chegou a ouvir de um dos donos de uma casa de shows que deveria voltar a dirigir caminhões porque era um ótimo caminhoneiro, mas não cantor.

Ainda bem que o astro não desistiu após ouvir uma crítica tão dura.

Elvis Presley (via IMDb)

Esse mesmo Elvis tão subestimado foi o que arrastou multidões em todos os shows e que conquistou o coração de pessoas em todo o mundo por suas canções, sua voz única e seu carisma inigualável.

Alguém duvida de como quem o criticou estava errado?

3. Walt Disney

Uma das histórias mais famosas quando falamos em superação é, com certeza, a de Walt Disney. Mas não poderíamos deixar de incluí-la aqui, jamais.

Para quem não sabe, Walt Disney passou por vários empregos e quando se tornou ilustrador de um jornal, foi demitido pelo seu então chefe que se justificou dizendo que Walt – acredite se quiser –  ‘não tinha imaginação nem ideias originais‘.

Depois da demissão, Disney abriu uma produtora junto com o irmão e um amigo, período que enfrentou muitas dificuldades, chegando a morar no escritório e se alimentar da comida de cachorro.

E foi essa absurda persistência que o levou até um contrato com a Universal Studios em Hollywood, que comprou animações da produtora de Disney, como a do personagem ‘Coelho Osvaldo’, um grande sucesso na época.

Sucesso: Walt Disney
Walt Disney – © The Walt Disney Co. All rights reserved (via IMDb)

Quando tudo parecia estar indo bem, a Universal ficou com os direitos do coelho e Disney teve que começar de novo. Entretanto, nessa hora já levava em sua mente a ideia do camundongo que viria a ser o mais famoso do mundo, Mickey Mouse.

Mickey foi mesmo um divisor de águas na vida de Disney e seus sócios, que a partir daí  colecionaram sucessos estrondosos.

Conhecido por seu pioneirismo, produziu ‘Branca de Neve e os Sete Anões’, que foi o primeiro longa de animação, criou centenas de outros personagens que encantaram gerações, idealizou o parque que recebeu seu nome e é até hoje a pessoa que mais ganhou Oscar em toda a história, somando 22 prêmios.

Mais do que produtor, cineasta, diretor, dublador, empreendedor e tantos outros títulos, Disney ainda ficou conhecido pela filantropia e, com certeza, será sempre uma inspiração de talento e luta para as futuras gerações.

4. Abraham Lincoln

Um dos presidentes mais conhecidos da história dos EUA não teve uma vida nada fácil antes disso. Filho de um sapateiro, foi hostilizado por muitos até chegar onde chegou.

Com um pouco mais de 30 anos de idade, Lincoln faliu em dois empreendimentos, superou a morte da namorada, teve um colapso nervoso, concorreu, mas foi derrotado em 5 eleições, conseguindo se eleger a presidente dos EUA com mais de 50 anos.

Aliás, existe uma história bem interessante que muitos contam sobre Abraham Lincoln, quando um político o interrompeu antes do seu primeiro discurso para dizer a todos em alto e bom som: Antes de começar, gostaria de lembrá-lo que o senhor é filho de um sapateiro.

Sucesso: Abraham Lincoln
Abraham Lincoln

Lincoln não se intimidou, com calma e postura invejável, respondeu a todos: Obrigado por lembrar do meu pai neste momento. Eu procurarei ser um presidente tão bom quanto o sapateiro que ele foi. Eu me lembro de que meu pai sempre fez os sapatos de sua família, se os seus sapatos apresentarem algum problema, você pode trazê-los e eu consertarei. Desde pequeno aprendi a consertar sapatos e agora que meu pai está morto posso cuidar dos seus. Aliás, se algum de vocês tiver um sapato feito pelo meu pai que esteja precisando de conserto, pode trazer para mim. Mas de uma coisa estejam certos: Eu não sou tão bom quanto ele.

Ou seja, além de um exemplo de superação, Lincoln mostrou que sem humildade de nada adianta até onde chegamos.

5. Oprah Winfrey

Quem ouve falar da apresentadora mais bem paga da história dos EUA, Oprah Winfrey, nem imagina a infância extremamente difícil que a estrela teve.

Como se não bastasse os episódios de preconceito que enfrentou por ser negra e possuir origem humilde, Oprah também foi violentada sexualmente pelo tio e seus primos desde os 9 anos de idade, situação que perdurou por longos 5 anos.

O trauma fez com que ela se tornasse uma adolescente rebelde e revoltada. Com 14 anos engravidou e foi expulsa de casa pela própria mãe, indo morar com o pai, de quem escondeu a gravidez até perder a criança.

Ao invés de desistir, escolheu esse momento para mudar completamente a sua vida. Para tal passou a estudar muito chegando a ser a melhor aluna da sua turma.

Sucesso: Oprah Winfrey
Oprah Winfrey

Ganhou um concurso de beleza e conquistou uma bolsa de estudos para cursar Comunicação. Formou-se, mudou para Baltimore e começou a trabalhar na TV, que era o seu grande sonho.

Porém, logo no início da carreira foi substituída por uma nova âncora no jornal porque o seu chefe disse que ela não possuía perfil para trabalhar na televisão. Acabou aceitando uma participação no programa ‘People Are Talking’, um grande sucesso que ela apresentou por 8 anos.

Mas foi no final de 1986 quando estreou o ‘The Oprah Winfrey Show’ que a apresentadora se consolidou de vez, permanecendo no ar por nada menos que 25 anos. Aliás, Oprah recebeu vários prêmios Emmy com o programa e quebrou todos os recordes de audiência da história dos talk shows no país.

Tudo isso fez com que Oprah chegasse a ganhar 50 milhões de dólares por mês na TV na época. Hoje segue como empresária, fazendo o que ama e se destacando por isso.

6. Albert Einstein

Albert Einstein apenas começou a falar realmente quando tinha 4 anos de idade, bem depois da maioria das crianças ‘comuns’, não é mesmo?

Há ainda relatos de que na infância uma professora alegou para a sua família que ‘ele não seria grande coisa na vida’.

Bem, será que ela viveu para ver o físico ganhar o Prêmio Nobel de Física em 1921?

Além de ser considerado um tanto quanto tímido e sozinho, mais tarde, Einstein tentou e foi reprovado para entrar na Eidgenössische Technische Hochschule (ETH) em Zurique. Ainda que muito inteligente, não passou por não ter ido bem em Humanas.  

Sucesso: Albert Einstein
Albert Einstein (via reprodução)

Mesmo sendo o primeiro de sua turma na universidade, Albert ficou um bom tempo desempregado e dava aulas particulares para sobreviver. Seu pai tentou ajudar o filho e morreu sem vê-lo conseguir o emprego que merecia.

Mas foi justamente o período em que ficou fazendo coisas ‘não tão úteis’ que serviu para que Einstein desenvolvesse teorias se tornasse o que conhecemos hoje: O cientista que revolucionou a física moderna e transformou a realidade.

Uma de suas falas mais marcantes, com certeza, foi essa: “Eu tentei 99 vezes e falhei, mas na centésima tentativa eu consegui, nunca desista de seus objetivos mesmo que esses pareçam impossíveis, a próxima tentativa pode ser a vitoriosa.”

E você aí desistindo nas primeiras vezes, né? Haha

7. Michael Jordan

Muitos intitulam Michael Jordan como ‘a lenda viva do basquete‘. E dizem isso com toda razão do mundo, o jogador mudou a história do esporte em seu país e em todo o mundo.

Acontece que nem sempre o monstro da NBA foi valorizado. Quando ainda estava na escola, Jordan simplesmente foi cortado do time de basquete do colegial, o que o fez se trancar no quarto e chorar durante muitas horas.

Ainda assim, persistiu com garra e determinação. Treinou muito antes e depois de atingir  sucesso e era conhecido por ser o primeiro a chegar e o último a ir embora dos treinos. Tanto empenho levou Michael a ser eleito melhor jogador inúmeras vezes e inspirar pessoas, atletas ou não.

Michael Jordan – Credit:Andy Hayt/NBAE/Getty Images

Aliás, uma de suas frases mais famosas de Jordan fala justamente sobre a importância de não desistir mesmo após fracassar: “Eu errei mais de 9.000 arremessos na minha carreira. Perdi quase 300 jogos. Em 26 oportunidades, confiaram em mim para fazer o arremesso da vitória e eu errei. Eu falhei muitas e muitas vezes na minha vida. E é por isso que tenho sucesso.

Hoje, Michael Jordan é dono da equipe Charlotte Hornets, escreveu muitos livros motivadores e realiza palestras por todo o planeta para mostrar para as pessoas que a vitória é possível, dentro e fora das quadras.

8. Stephen King

Que Stephen King é considerado por muitos como o maior escritor de terror de todos os tempos, todo mundo está cansado de saber.

O que muita gente não faz ideia é que com o seu primeiro livro, o famosíssimo ‘Carie, a estranha’, Stephen recebeu o ‘não’ de 30 editoras. Sim, você não leu errado, a obra foi rejeitada 30 vezes.

Dizem que o escritor chegou a jogar o original no lixo e que foi a sua esposa quem retirou e o encorajou a continuar enviando para outras editoras até o livro ser publicado.

Sucesso: Stephen King
Stephen King (via IMDb)

Ainda assim, o escritor passou por muitos empecilhos com as suas primeiras obras, chegando a ouvir de editoras que o seu estilo de escrita não vendia.

Quem diria que King, anos mais tarde, fosse colecionar best sellers com suas obras, como ‘O iluminado’ e ‘Rose Madder’ e ter suas histórias contadas nas telas do cinema do mundo todo.

É… Quem é que fazia histórias que não vendiam, mesmo?

9. Harrison Ford

Um dos maiores astros de Hollywood, Harrison Ford, foi subestimado logo no seu primeiro trabalho no cinema, uma pequena aparição em ‘O ladrão conquistador’ de 1966. Na época, chegou a ouvir que não tinha o necessário para fazer sucesso no cinema.

No início dos anos 70, já casado e com filhos pequenos para criar, o eterno Indiana Jones desistiu de tentar a carreira nas telonas e foi trabalhar como carpinteiro.

E foi justamente como carpinteiro que Ford conheceu o diretor George Lucas, que por intermédio de um cliente lhe concedeu um papel em ‘American Grafitti – Loucuras de Verão’.

Harrison Ford – © 2015 Lucasfilm (Via IMDb)

O sucesso foi tanto que em 1973 o ator retornou, de vez, ao cinema e em 1977 entrou para o elenco do filme que mudaria sua vida profissional e pessoal: Star Wars IV, como o inesquecível Han Solo.

Mais tarde vieram dezenas de outros papéis em filmes de peso, como Indiana Jones e Blade Runner. Harrison Ford recebeu indicação ao Oscar, levou 4 Globos de Ouro e é considerado o ator que mais rendeu lucros em bilheteria nos EUA.

Com certeza, ele não só possuía o necessário para se dar bem no cinema como foi muito além disso.

Enfim…

Com certeza depois de ler todas essas histórias incríveis que escolhemos contar, você percebeu que não importa o sonho, a habilidade ou o talento que possuímos sem duas coisinhas essenciais: A superação e a persistência.

Nove pessoas reais que lutaram até o fim por aquilo que acreditaram… E como estas existem milhares para que respondamos: Quantos de nós desistem no meio do caminho? Ou pior, deixam um propósito de lado porque alguém disse não era possível ou então que não éramos bons o bastante?  

Pois é… Lembra daquela perguntinha lá no começo do artigo? – Qual a diferença entre quem consegue o sucesso e quem não? – Nós continuamos sem saber a resposta, mas no caso dos exemplos que falamos aqui e da maioria de todos outros, com certeza a principal diferença é: Não desistir jamais.

E você, o que achou dos exemplos que selecionamos? Esperamos que tenha gostado e, se ainda não se convenceu, calma que logo voltaremos a contar ainda mais histórias para inspirar e motivar mais pessoas a sonhar e realizar.  

Compartilhe o post:

Tags: , , , ,

Saiba Como Automatizar Suas Vendas!

Aprenda a automatizar suas vendas e foque no que realmente importa.


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: