Tripwire: 7 Dicas Essenciais para Criar um que realmente Venda

Já ouviu falar em Tripwire ou Funil Tripwire? Se a resposta for positiva ou negativa, você está no lugar certo.

Isso porque vemos que muitos empreendedores que utilizam essa estratégia acabam usando do jeito errado.

Minha missão hoje é fazer com que o seu Tripwire realmente ofereça os melhores resultados para você.

Então, se você ficou curioso, vem comigo para aprender como fazer.

Mas o que é Tripwire (ou Funil Tripwire)?

"<yoastmark

De maneira resumida, podemos dizer que o Tripwire é uma estratégia de Marketing.  Mas não é qualquer estratégia. Trata-se de uma estratégia poderosa que ajuda empreendedores dos mais diversos segmentos.

Isso porque o Tripwire facilita a venda, principalmente produtos de ticket mais alto.

No universo dos infoprodutos isso é ainda mais relevante. Já que cursos online e afins costumam ter um preço mais alto para o consumidor.

Embora pareça, o Tripwire não é uma estratégia tão nova, como muitos pensam. Dizem que surgiu no ano de 2014.

Apesar de ter passado um tempo, muita gente ainda não conhece, principalmente aqui no Brasil.

Mas quem já usa ou usou da maneira correta, sabe que costuma dar um excelente resultado.

Agora, para não ficar tão teórico, vamos para um exemplo prático?

O Tripwire funciona mais ou menos assim… 

Vamos supor que você já tenha leads. Ou ainda nem tenha leads, mas tenha ao menos um nicho definido, um produto em vista e um público-alvo escolhido.

Mas você faz as contas e vê que o seu produto não será tão barato assim…

Por isso, então, você decide criar outro produto (com o mesmo assunto do primeiro produto). A diferença é que esse segundo produto é menor e bem mais barato que o primeiro.

A esse produto mais barato e menos denso que o seu produto principal, damos o nome de Tripwire.

Geralmente, o preço mais utilizado para um Tripwire é o de 7 reais. Mas esse preço não é uma lei, a única regra aqui é ser um produto consideravelmente mais barato que o seu produto principal.

Até aí, tudo bem? Deu pra entender?

Se você não entendeu ainda, calma que vamos explica melhor. Porém, se acha que já entendeu, muita calma nessa hora…

Um Tripwire é muito mais do que apenas um produto mais barato do mesmo assunto que o seu produto mais caro…

Qual é o objetivo de um Tripwire?

Qual é o objetivo de um Tripwire?
Qual é o objetivo de um Tripwire?

Você concorda comigo que é muito mais fácil alguém comprar um produto de 7 reais do que um que custa acima de 500?

Para comprar um produto mais caro, o consumidor costuma pensar um pouco mais. Ou, no mínimo, ele precisa querer muito aquele produto.

É exatamente isso que o Tripwire faz. É uma estratégia que ajuda o empreendedor a romper a barreira de compra de determinada pessoa.

Tá. “Mas por que fazer um produto mais barato?” , talvez você esteja se perguntando… Simples. Porque a primeira venda é sempre a mais difícil de todas.

Ao estudar Marketing, a gente aprende que fazer com que uma pessoa compre de você pela primeira vez é sempre mais difícil que fazer ela compra a segunda ou a terceira vez…

Pode reparar, com certeza, para você é muito mais cômodo ir até as lojas que já está habituado ou comprar do e-commerce de praxe.

Com o seu público acontece o mesmo.

Isso quer dizer que depois que uma pessoa compra de você pela primeira vez, comprar pela segunda vez é uma tarefa bem mais simples. 

O motivo é fácil de entender: Quando o cliente compra algo de você e gosta do produto e do atendimento, algum grau de confiança é estabelecido.

Afinal, ele já está satisfeito com o que você ofereceu. As chances de comprar algo novamente são substancialmente maiores. O risco da segunda compra num mesmo estabelecimento parece (e é) menor.

Lá atrás, sem te conhecer, seria mais complexo para ele desembolsar um valor alto logo de cara. Entretanto, se ele já viu que você é confiável e que entende mesmo do assunto que se propõe a falar, a segunda venda é facilitada.

Resumindo: Quando você não é tão conhecido assim no seu nicho ou quando não está acostumado a vender produtos de ticket mais alto ou mesmo se quer aumentar o número de vendas e não sabe como, o Tripwire é um grande aliado.

Ah e lembrando que o Tripwire serve tanto para negócios digitais como físicos, tá? 

7 Dicas para criar um Tripwire do jeito certo e vender de verdade seu produto principal

7 Dicas para criar um Tripwire do jeito certo e vender de verdade seu produto principal
7 Dicas para criar um Tripwire do jeito certo e vender de verdade seu produto principal

Agora que você entendeu melhor o que é um Tripwire e qual é o seu objetivo… Chegou o momento de saber quais são as dicas que você precisa ter em mente na hora de criar o seu.

Isso porque na nossa prática aqui na leadlovers é muito comum ver empreendedores usarem a estratégia do jeito errado…

Muitos acabam dizendo que o Tripwire não funciona ou que não se encaixa com o modelo de negócio deles. Quando, na realidade, o problema é que estão chamando de Tripwire algo que não é, de fato, um.

Pensando nisso, separamos as melhores dicas para você errar menos e ter mais chances de sucesso.

Vamos conferir?

1 – Tripwire e Produto Final

Eu já mencionei isso anteriormente, mas é o ponto mais importante de todos aqui e muita gente erra: O seu Tripwire precisa ter a ver com o seu produto principal.

Isso significa que os 2 produtos (o principal e o Tripwire) precisam falar do mesmo assunto, ok?

É óbvio que não é simplesmente criar uma versão completa e um resumo. Apenas quero dizer que ambos devem despertar a curiosidade do seu público-alvo e devem envolver a mesma temática.

Quer um exemplo para ficar mais claro?

Suponhamos que você é fotógrafo e decide criar um curso digital completo de fotografia com smartphones

Você fez todos os cálculos e viu que seu curso terá um enorme valor para o público e será trabalhoso para colocar em prática.

Inclusive, você optou até mesmo por ministrar aulas ao vivo e fazer um acompanhamento tipo mentoria em grupo pelo Telegram por um período de 2 meses.

Após analisar o mercado, você estabeleceu que o seu curso vai custar 1500 reais para os seus clientes. 

Nesse caso, o seu Tripwire poderia ser, por exemplo, um minicurso pelo preço de 7 reais contendo 3 aulas online ensinando edição de fotos usando aplicativos de celular.

Tá vendo como o seu Tripwire também é útil para o mesmo público que compraria seu curso de 1500 reais?

Em outras palavras, os dois produtos (Tripwire e produto final) tratam do mesmo universo: Fotografia com smartphone.

Ou seja, a pessoa que comprar o seu Tripwire, no mínimo, ficaria interessada pelo seu produto final.

2 – O Conteúdo é (Sempre) Rei

Outro ponto que não podemos esquecer na hora de criar um Tripwire: Os seus leads/potenciais clientes precisam ver que esse produto de menor preço vale mais do que ele está sendo ofertado, tá?

Os especialistas sugerem que o valor percebido do seu Tripwire seja 10 vezes maior do que o valor que ele é vendido.

Logo, faça esse material com muito cuidado e dedicação. Coloque boa parte do seu tempo e conhecimento no planejamento e execução, não economize no conteúdo.

Nunca pense que por esse produto ser mais barato, precisa ser feito de qualquer jeito ou com menos atenção que o seu produto principal.

A única diferença entre os dois deve ser que um é maior e outro menor. No mais, ambos precisam ser relevantes para o público e bem feitos.

Após adquirir o seu Tripwire, as pessoas precisam pensar: “Que conteúdo incrível. Eu pagaria bem mais por esse produto do que eu paguei.”

3 – A Capa do Livro Importa, Sim

Agora chegou um momento meio polêmico do artigo: No Marketing, a capa do livro importa, sim.

O que quero dizer com isso?

Pense quando você vai até uma livraria… Lá há centenas de livros distribuídos nas prateleiras, alguns irão te chamar mais atenção, certo?

Seja pelo título, pelo design, pelas cores utilizadas, pelo nome do autor… Enfim, a capa é uma grande aliada na hora da escolha do livro.

O mesmo acontece no digital…

Infelizmente, não adianta muito o seu conteúdo ser incrível se isso não transparecer para quem ver os anúncios, a página ou mesmo os posts falando dele.

O que mais vemos, inclusive, são empreendedores que vendem produtos incríveis e não são reconhecidos como merecem.

Com o Tripwire não é diferente…

Para isso não acontecer com o seu, capriche nos detalhes. Aprenda mais sobre página de vendas e crie uma persuasiva. Preste atenção também na hora de criar os criativos para os posts e anúncios.

Não basta criar um produto de grande valor, é preciso deixar claro na comunicação desse produto que ele realmente vale mais que o preço que está sendo vendido.

Entenda: É um produto que não vai gerar lucro, mas diferente de uma isca digital, o Tripwire paga ou ajuda a pagar despesas e ainda auxilia o seu lead a chegar mais próximo do seu produto principal.

Ou seja, você pode contratar um designer,  por exemplo, visto que você vai ter um dinheirinho ali entrando. Assim você garante que seus anúncios e posts chamem atenção.

Se ainda você não puder (ou não quiser) investir, pode usar plataformas como o Canva e a Trakto para deixar seu produto com mais cara de profissional.

Já para criar páginas incríveis mesmo sem entender de design e programação, você pode usar a leadlovers, por exemplo.Porque além de poder construir páginas do zero com o nosso Construtor de Páginas, ainda há mais de 250 modelos prontos lá para você só dar uma adaptada rápida e usar.

Pense nos seus anúncios e páginas como a vitrine de uma loja, se você dedicar um pouco do seu tempo para tornar mais atrativo, com certeza atrairá mais gente.

4 – Não Precisa Ser Perfeito

As primeiras três dicas que eu citei são imprescindíveis, e isso é fato.

Contudo, deixo claro que não é porque eu falei que o conteúdo precisa ser incrível e ter uma “capa” bonita que significa que você só irá lançar essa estratégia quando tudo estiver perfeito.

Não caia nessa.

A gente sempre fala: A perfeição não existe. Até porque cada um de nós tem uma necessidade e gostos diferentes. Você não vai (nem deve) agradar todo mundo.

Na melhor das hipóteses, você conseguirá agradar a maior parte do seu público-alvo. E ainda assim é uma meta bastante desafiadora.

Logo, se preocupe em fazer algo bem feito e coloque logo para rodar.  Não se desespere. As condições ideias raramente irão existir. Isso não pode te impedir de agir.

Com o tempo, você vai aperfeiçoando, melhorando, investindo… Tanto no seu produto final como no seu Tripwire.

Afinal, todos nós estamos aqui para evoluir, né?

Não tenha medo e mão na massa.

5 – Não Espere Lucro com o Tripwire

Depois de ler tudo isso, talvez você esteja falando: “Aii Jessica, mas 7 reais é muito barato para tanto trabalho.

Sim, eu sei que a sua dedicação e o seu conhecimento não têm preço. Mas pense que tem uma lógica por trás disso que estamos falando.

Trata-se de uma estratégia.

Dificilmente você irá lucrar com o Tripwire em si. A não ser que você faça muitas vendas orgânicas, é claro.

Mas se você, como a maior parte dos empreendedores do mundo,  também irá contar com os poderes do tráfego pago, certamente você não irá lucrar. Porém, o intuito do Tripwire nunca foi gerar lucros.

O intuito do Tripwire é aproximar você do lucro que virá depois, a partir do seu produto principal.

O bom é que, apesar de custar pouco, você pode usar parte do dinheiro que ganhará com o Tripwire para pagar os anúncios do Face Ads ou até Google Ads, por exemplo. 

Muito melhor do que usar apenas as famosas iscas digitais gratuitas, concorda?

6 – Não Esqueça do Próximo Passo 

Ufa! Chegamos na parte final da estratégia, mas não menos relevante…

Pense comigo… Se a pessoa gastou pouquinho com você, já demonstra mais interesse que aquela que nunca comprou nada, certo?

E qual é mesmo o objetivo do Tripwire? Facilitar a venda do produto principal e mais caro, ok?

Portanto, não se esqueça de ajudar as pessoas que compraram o seu Tripwire a chegar até o seu produto final.

Até porque se você não fizer isso, todo trabalho realizado até agora será em vão.

Há inúmeras formas de fazer isso, mas vou resumir aqui algumas das principais:

A) Faça um Funil de e-mails inteligente

Faça um funil de e-mail marketing que leve a pessoa que comprou o seu Tripwire até o seu produto final.

Sim. Do mesmo jeito que você faria se fosse oferecer um e-book gratuito ou outra recompensa digital gratuita.

A lógica é bem parecida. Mas pense que aqui será ainda mais fácil de fazer o consumidor comprar o produto principal. Isso porque ele não é apenas um lead, a partir do momento que ele comprou um produto seu já é um cliente.

B) Remarketing

É um pouco “chover no molhado” dizer que você deve investir em anúncios durante a sua estratégia, né?

Mas há um recurso específico em tráfego pago que tem tudo a ver com Tripwire: O remarketing.

Isso porque através do remarketing, assim como no funil de e-mail, você consegue fazer com que o seu produto principal apareça para as pessoas que compraram o seu Tripwire.

O bom é que você pode fazer remarketing tanto no Google Ads como no Facebook Ads.

Para entender melhor sobre Remarketing, recomendamos que você assista esse vídeo do Tiago Tessmann sobre o assunto: “Remarketing: Anúncios Perseguidores no Facebook Ads”.

C) Use e abuse da sua imaginação

Apesar dos dois exemplos citados acima, há inúmeras formas de fazer com que as pessoas que compraram o seu Tripwire fiquem com vontade de comprar o seu produto final também.

Você, como ninguém, entende o seu produto e o seu público. Por isso, não subestime a sua intuição e percepção essas horas.

Ao mesmo tempo que você está lendo esse artigo, há milhares de outros empreendedores de outros segmentos que podem chegar até ele.

Dependendo do seu nicho, as possibilidades variam e possuem pesos e efeitos diferentes.

Logo, pense e abuse da criatividade. A única regra é: Não perca as pessoas que compraram o seu TripwireSe elas compraram o produto mais barato, com certeza, são pessoas que se interessam pelo seu produto mais barato.

7 – Teste, Teste, Teste

No Marketing, assim como na vida, não existe receita de bolo. 

Como acabei de mencionar, eu sei que aqui estou falando com empreendedores de diversos nichos e realidades. Então, nenhuma ideia é soberana e absoluta.

Talvez o Tripwire seja a ponte que você precisava para levar o seu negócio para outro patamar e talvez não

Isso você só vai saber testando.  Então, teste! E veja se faz sentido para você ou não.

No mínimo, você irá aprender muito e sairá com vários insights para o seu negócio crescer.

Ah, só lembrando que esse artigo é uma adaptação de um vídeo que eu fiz para o nosso canal do YouTube. Então, se você (como eu) adora aprender conteúdo por meio de vídeos, recomendo dar o play a seguir:

Espero que vocês tenham gostado do conteúdo. Até a próxima.

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: