Gestão de vendas: como vender, atrair e reter clientes no e-commerce

Ter um e-commerce bem-sucedido é o sonho dos empreendedores digitais, atraídos pela redução de custos como aluguel ou salário de funcionários. Mas, para usufruir dos benefícios deste mercado, é preciso aplicar uma gestão de vendas adequada, além de entender as particularidades do consumidor digital.

Gestão de vendas: como vender, atrair e reter clientes
Gestão de vendas: como vender, atrair e reter clientes no e-commerce

Graças ao avanço tecnológico, as pessoas passaram a pesquisar e adquirir seus produtos favoritos pelo próprio celular. Portanto, a gestão de vendas se tornou um critério decisivo para encantar este novo perfil de cliente que tem o poder em mãos!

Confira, abaixo, algumas estratégias primordiais para contornar as dificuldades, alavancar a lucratividade e impulsionar o sucesso do seu negócio:

Conheça seus clientes

Primeiramente, não é possível falar de atração e vendas sem antes conhecer o seu público-alvo, sobretudo no universo virtual — que é democrático, mas bastante concorrido.

É fato que a propaganda foi repensada para atender este público extremamente exigente! Mas como atingi-lo em cheio? Simples: conhecendo-o a fundo e, a partir disso, mostrando seu diferencial.

Construção das personas

Para começar a desenhar seu tipo de público, tente responder a algumas perguntas básicas:

  • Qual a estimativa de renda de seus compradores?
  • Existe uma classe social predominante entre eles? Qual?
  • Qual a frequência de participação na web e quais sites costumam acessar?
  • Existe poder de compra online? (No caso de adolescentes que, normalmente, não possuem cartão de crédito, essa resposta pode ser negativa).

Investigar melhor essas pessoas possibilita que você entenda o comportamento delas, identificando  suas principais características e delineando a jornada necessária para atraí-las em prol da otimização significativa da sua gestão de  vendas.

Atração e retenção através da gestão de vendas
Blog são excelentes fontes de atração e retenção

Crie um blog

Depois de criar sua loja virtual é hora de pensar em criar também um blog, para direcionar ao seu e-commerce usuários interessados em assuntos do seu segmento.

Essa é uma ferramenta extremamente relevante, desde que seja abastecida constantemente com informações adequadas ao estilo do seu cliente.

Conteúdo atrativo

No blog, não é preciso descrever seus produtos. Pelo contrário: você deve fornecer quais são as vantagens de comprá-los, estimulando um fascínio de forma indireta. Um exemplo de conteúdo é: “o sapato bico fino combina com qual tipo de roupa?”.

Você pode até vender o sapato mencionado, mas o objetivo é oferecer uma ajuda “despretensiosa” às personas que, muitas vezes, acessarão o blog sem nem mesmo se dar conta de que possuem um obstáculo que precisa ser resolvido — a combinação do calçado.

Fidelização

A partir do momento em que você publica conteúdos voltados para a problematização e a resolução de demandas cotidianas dessas pessoas, estará, automaticamente, ganhando a confiança delas.

Além disso, o blog geralmente leva à fidelização, ou seja, ao retorno do cliente para ler outras informações relacionadas ou até mesmo assinar sua newsletter, se transformando em um contato ou lead.

A gestão de vendas exige interação com o público
A gestão de vendas exige interação com o público

Interaja com o público

Mas não basta criar e atualizar seu blog constantemente. Também é imprescindível estimular a interação do público.

Aqui, vale criar um perfil nas redes sociais (escolha a que melhor se adeque aos seus objetivos) e induzir curtidas na página, ou até mesmo o compartilhamento das postagens do blog.

Divulgação promissora

Em troca, você pode oferecer códigos de desconto ou sortear produtos para aumentar os seguidores, beneficiando aqueles que curtirem, compartilharem ou marcarem amigos, por exemplo.

É importante lembrar-se de incluir links da sua loja, para que, após a ação, o usuário seja  conduzido ao e-commerce, confira seus produtos e parta para a   aquisição.

Esse tipo de divulgação é indispensável porque amplia a identificação da sua marca e aumenta o número de consumidores potenciais. Tudo isso gratuitamente!

Elabore promoções atraentes

Por falar em seguidores, que tal premiá-los? Afinal, quando você acompanha de perto o balanço das suas vendas, tem condições de avaliar se é o momento de ofertar promoções e descontos — desde que não prejudique sua lucratividade, claro.

Elabore promoções atraentes na sua gestão de vendas, assim como o Frete Grátis
Elabore promoções atraentes na sua gestão de vendas, assim como o Frete Grátis

Frete grátis

Neste ponto, vale lembrar que um dos principais motivos que faz com que o comprador desista de fechar negócio é o preço salgado do frete.

De fato, caso o cliente encontre outra loja que o bonifique com a gratuidade da taxa de entrega, certamente ele escolherá esta opção.

Portanto, elabore estratégias para suavizar o frete conforme o volume de itens ou isentar o consumidor dessa despesa. Ações como essas promovem um enorme contentamento e implicam em uma experiência positiva para o usuário.

Programas de fidelização

Outro problema enfrentado pelos empreendedores digitais é ofertar promoções e atrair clientes que, provavelmente, só voltarão a comprar caso o preço esteja tão baixo quanto a oferta da experiência.

Para minimizar essa questão, é interessante enviar e-mail marketing após o acesso oferecendo porcentagens menores de desconto e vale-compra exclusivo para quem já comprou ou abandonou o carrinho.

Os programas de fidelização são interessantes tanto para o freguês quanto para o empresário, que continua lucrando com o lead adquirido, em vez de restringir o relacionamento a apenas um investimento e nunca mais.

Por isso, mantenha seu mailing atualizado e envie abatimentos, motivando o cliente a comprar mais e, assim, juntar pontos para trocar por produtos, por exemplo.

Invista em SEO na gestão de vendas
Invista em SEO na gestão de vendas

Invista em SEO na gestão de vendas

Outra ferramenta essencial para ampliar a identificação da sua marca é o SEO. Você não precisa ser um mestre em Search Engine Optimization (Otimização para Motores de Busca), mas é fundamental ficar de olho em quesitos importantíssimos:

  • Design responsivo: adaptar sua página para o acesso mobile;
  • Carregamento veloz: o Google privilegia sites mais ágeis que não comprometem o acesso do usuário com lentidão;
  • Palavras-chave: use-as no título, no subtítulo, no nome das imagens e mescle-as ao longo do conteúdo, pois o Google concede maior autoridade conforme a eficácia da distribuição;
  • Tamanho das postagens: embora não exista um tamanho específico, são recomendados posts contendo em torno de 500 a 2.000 palavras, já que o Google também considera a profundidade do assunto para rankear seu blog;

Otimize as descrições dos produtos

Outra questão fundamental que contribui para melhorar o posicionamento da sua loja nos motores de busca é não se prender somente à descrição dos produtos enviada pelos fornecedores.

Criatividade e inovação

Ao inserir um novo produto no site, crie denominações criativas ou associe suas características às sensações que o público terá quando usá-lo. “Vestido para chocar na balada”, “shampoo para bombardear as inimigas”, ou “abajur contra inveja de sogra” são alguns dos exemplos.

Não há a necessidade de focar no bom humor, mas é importante “marcar” o consumidor de alguma forma, mostrando que se trata de um comércio diferente dos demais.

Descrição detalhada

Além disso, lembre-se de descrever a mercadoria o máximo possível (“cortina bege esvoaçante”, por exemplo), indicar o tecido e o tamanho exato, detalhar a cor e caprichar na qualidade da imagem para que o comprador visualize detalhes como se estivesse vendo item ao vivo.

Essa é a intenção da venda online, já que o usuário não pode tocar os produtos.

Após colocar em prática essas estratégias infalíveis de gestão de vendas, difícil vai ser gerenciar seu estoque, devido ao aumento significativo da demanda!

Pronto para vender, atrair e reter mais clientes em seu e-commerce ou mesmo em  um marketplace? Possui alguma dúvida que gostaria de sanar? Comente abaixo e nos conte quais estratégias você aplicou em seu negócio!

[GUEST POST] Este artigo foi produzido pela JN2 plataforma de e-commerce

Compartilhe o post:


0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: