7 Lições que a História da Netflix Ensina Para Quem Quer Empreender

Há marcas que cativam e fidelizam seus clientes de tal maneira que eles se transformam em defensores e fãs. A história da Netflix nos mostra exatamente isso.

(Já falamos sobre esse assunto no blog, em um artigo sobre love brands. Depois, aconselho que dê uma lida: É um complemento incrível para o assunto de hoje.)

Afinal, não é segredo para ninguém que a Netflix está conquistando cada vez mais assinantes e admiradores.

Sobretudo por oferecer um repertório grande, de qualidade e por um preço atrativo. 

Além de ter ajudado a mudar a forma como as pessoas assistem conteúdos

Devido a esse sucesso, a história da Netflix tem muito a ensinar a quem quer entrar para o time dos empreendedores. Ou mesmo para quem já entrou. 

Principalmente para quem quer obter insights úteis. Se esse é seu caso, se ajeita aí então para ler, adaptar e aplicar tudo na sua realidade.

É, hoje nós vamos conhecer um pouco sobre essa empresa que conquistou milhões de pessoas no mundo todo. 

Preparado?

A História da Netflix – Como tudo começou

O início no mundo e no Brasil

A história da Netflix - O início no mundo e no Brasil
O início no mundo e no Brasil

A história da Netflix tem início em 1997. Quando os seus fundadores, Marc Randolph e Reed Hastings, tiveram a ideia de trabalhar com locação de filmes em DVD pelo correio.

Nos dois anos seguintes eles inovaram ao lançar o primeiro site de venda e locação de DVDs. Logo depois iniciaram o plano de assinaturas.

Esse plano permitia a locação ilimitada de DVDs sem data para devolução. Isso era uma inovação na época.

Em 2003 a Netflix já possui mais de 1 milhão de assinaturas. Chegando a 5 milhões 3 anos depois. 

A marca iniciou o serviço de streaming, seu modelo atual de negócios, em 2007. Nesse modelo, os assinantes têm acesso instantâneo ao conteúdo 24 horas.

Através de parcerias com empresas de eletrônicos, seu conteúdo pode ser acessado em TVs com internet, smartphones e consoles de videogames.

Em 2011 a plataforma chegou ao Brasil.

Atualidade e missão

A história da Netflix - Atualidade e missão
Atualidade e missão

Hoje, a empresa conta com mais de 117 milhões de assinantes em todo o mundo.

A missão da Netflix é levar o acesso a filmes e outros programas de TV de forma facilitada. Para isso, permite acesso gratuito por 30 dias, apenas fazendo um cadastro.

Isso facilita que o usuário conheça o que a plataforma tem a oferecer. Depois, ele pode decidir se vai se tornar um assinante ou não.

Uma boa estratégia de marketing, concorda?!

Jogadas como essa levaram a marca ser avaliada em cerca de 60 bilhões de dólares, atualmente. Uma façanha ao pensar que a sua história ainda é breve.

As Lições que a História da Netflix Ensina Para Empreendedores
As Lições que a História da Netflix Ensina Para Empreendedores

A ideia que se transformou em sucesso

A ideia inicial era bem simples. Vender e alugar DVDs, em operações feitas no site, e entregar via correios.

Porém, seus fundadores se dedicaram a melhorar o negócio. Porque a maior parte da renda da empresa era das vendas e isso não era o ideal. 

Levou alguns anos para que chegassem ao modelo atual, que é o sistema de assinaturas. Para tal, muitos testes foram realizados.

A história da Netflix - A ideia que se transformou em sucesso
A ideia que se transformou em sucesso

Com o passar dos anos, a história da Netflix mostrou que esse modelo era o certo. Só para ter uma ideia, ela faturou incríveis U$ 3,7 bilhões no primeiro trimestre de 2018.

Esse sucesso estrondoso se tornou possível com as vendas recorrentes das assinaturas acessíveis. Aliado à entrega de conteúdos exclusivos, é claro.

Hoje, a Netflix é referência no modelo de negócio de assinaturas mensais.

Portanto, de imediato a primeira lição que podemos tirar dessa história é:  Para empreender, é preciso dar atenção a todas as ideias. Mas, é preciso testar e escolher apenas as melhores para dar continuidade.

No entanto, as soluções “ideais” nunca surgem de imediato. Para validar o modelo de negócios que se almeja, ajustes sempre serão necessários.

Mais do que isso: É necessário ousar. A seguir, falaremos justamente sobre isso.

Qual são as lições que a história da Netflix dá para quem quer empreender?

Qual são as lições que a história da Netflix dá para quem quer empreender?
Qual são as lições que a história da Netflix dá para quem quer empreender?

É claro que o sucesso da Netflix aconteceu por centenas de motivos. Porém, separamos alguns deles que consideramos essenciais para quem quer empreender.

Vamos conferir?

1 – Praticidade

História da Netflix - 1 - Praticidade
1 – Praticidade

Se pararmos para pensar, desde o “nascimento da Netflix” o foco maior sempre esteve na praticidade.

Já que desde a ideia inicial queriam facilitar a vida dos usuários.

O tempo passou e muita coisa se transformou. Porém, isso se manteve…

Hoje, o sistema de assinatura praticado pela empresa é extremamente simples de se contratar. Isto é, o usuário praticamente não perde tempo se cadastrando e já pode acessar o conteúdo. 

Aliás, até para cancelar a assinatura a empresa facilita a vida dos usuários. Mesmo cancelando, o cadastro fica registrado para um futuro retorno do cliente. 

Além disso, como falamos lá no início, a Netflix tem parcerias com várias empresas. O que possibilitou que seu conteúdo estivesse disponível em TVs, smartphones e até consoles de videogames.

Mais um detalhe que fez com que o acesso à plataforma seja cada vez mais fácil e simples.

A ideia de dar 30 dias para quem quer conhecer a plataforma também foi uma jogada de mestre. Já que na época ainda era algo não tão comum.

Conseguiram unir a ideia de praticidade para o cliente com uma maneira de conseguir mais assinantes. Encurtaram a Jornada de Compras e quebraram uma forte objeção de compra.

A prova de que deu certo? O número de cancelamentos é pequeno após esse período.

Ou seja, quer ter sucesso? Ofereça praticidade e facilidade para o seu público.

2 – Humanização

Não poderíamos deixar de fora dessa lista um dos itens mais importantes de todos: A humanização da marca.

A Netflix há anos vêm mostrando algo que é uma realidade: Ter aquele comportamento formal e inacessível que as empresas adotavam antigamente está ultrapassado.

A parte de Social Media da Netflix é muito forte e isso todo mundo que acompanha sabe. Por esse motivo, é nas redes sociais que vemos os maiores exemplos de humanização.

Sempre com bom humor e criatividade, respondem os seguidores deixando bem claro os valores da marca.

Como você pode notar a seguir. Onde vemos que a Netflix responde da melhor forma as críticas:

História da Netflix - Humanização 1

Ao invés de fazer o que a maioria faz, vão para o caminho contrário.

Já aqui mostraram que concordar com os usuários não significa que podem mudar tudo:

História da Netflix - Humanização 2

Deixando claro que não podiam fazer nada em relação a retirada de uma série do catálogo.

Até mesmo quando são elogiados, a resposta parece contraintuitiva e inovadora.

Como no print a seguir. Onde dizem que se não existissem, a usuária teria uma vida social:

 

História da Netflix - Humanização 3

E, por fim, na imagem abaixo evidenciam que a identificação com os usuários sempre é a melhor forma de engajar:

História da Netflix - Humanização 4

Legal, né?

Enfim, esses são só alguns dos milhares momentos em que a plataforma apostou na humanização.

Aliás, se você quer empreender aconselhamos a seguir o perfil da Netflix nas redes sociais e se inspirar muito.

Acredite: Você não vai se arrepender. Esses prints foram só um aperitivo.

3 – Respeito pela concorrência

Outra lição que a Netflix dá para qualquer um que pense em empreender é: O respeito pela concorrência.

Em um mundo onde a competitividade muitas vezes cega, a marca vai para o sentido oposto. Mostrando que há espaço para todo mundo.

Afinal, como diria as nossas avós “O Sol nasceu para todos” (hahaha).

Já que falamos de redes sociais no item anterior, é justamente nesses lugares que presenciamos a relação de respeito.

Há vários papos muito engraçados entre a Netflix e suas concorrentes. O que causaram um impacto positivo enorme na marca.

Separamos dois deles para te mostrar (ou pra te relembrar).

Primeiro, dá só uma olhada nesse conversa entre a NetflixBrasil, a GloboPlay e o Telecine:

História da Netflix - Respeito pela concorrência 1

Muito amigas, né?

Agora, olha esse outro momento, que foi quando a Disney+ foi lançada no Brasil:

História da Netflix - Respeito pela concorrência 2

Incrível, não acham?

Nas redes sociais chamam isso de maturidade. Com certeza é, além de muita inteligência, visão e autoconfiança.

Qualidades que realmente são essenciais para todo e qualquer empreendedor.

4 – Qualidade

História da Netflix -2 - Qualidade
2 – Qualidade

A Netflix entrega um catálogo amplo de séries, filmes e documentários. No momento, deve ser o maior arsenal quando comparada a outras plataformas concorrentes.

Outro ponto interessante: As produções próprias vêm ganhando destaque por possuir grande qualidade.

Isso sem contar que há sempre novas opções chegando, mesmo para aqueles espectadores mais assíduos. 

Todos esses fatores possibilitam uma ótima experiência para o assinante. Mesmo quando a conexão com a internet não é das melhores.

5 – Um Passo de cada vez

História da Netflix -5 - Um Passo de cada vez
5 – Um Passo de cada vez

É fácil perceber que quando esse serviço de streaming começou no mundo e no Brasil muita coisa não era como hoje.

As produções próprias, por exemplo, só começaram a surgir depois que a marca já tinha se consolidado.

Ou seja, antigamente usavam apenas conteúdos de terceiros. Depois, viram que o melhor jeito seria também investir nas suas próprias produções.

Se tivessem feito isso no começo, talvez não tivesse sido tão bem sucedidos. Já que o investimento é altíssimo.

Isso sem falar que quando começaram, investiram em produções de menor custo. Hoje, vemos grandes superproduções originais da Netflix.

Ou seja, respeitaram o tempo, o orçamento e estrutura que tinham.

É sobre isso nós sempre falamos por aqui: A importância de não esperar ter as condições ideais e de dar um passo de cada vez.

E está bem. É verdade, sim, que as produções deles aconteceram também pelo fato das novas plataformas que surgiram. Como quando a Fox retirou do catálogo diversas séries e filmes que eram um verdadeiro sucesso dentro da Netflix.

Mas isso não tira o mérito de que a Netflix respeitou o momento certo para subir mais um degrau. Pelo contrário, mostra que em um fato que poderia representar o seu fim só a levou para um patamar ainda maior.

Se você quer saber mais sobre esse assunto, aconselhamos ler o nosso artigo sobre MVP.

Assim como o conceito de MVP, a Netflix já tinha sua ideia validada, a lapidação foi acontecendo depois.

Anota essa lição e vamos pra próxima.

6 – Inovação

História da Netflix -3 - Inovação
3 – Inovação

Falando em crescer, não temos como deixar de fora o item “inovação” por aqui, né?

A Netflix já nasceu inovando. Pois a ideia inicial (locação de DVDs pelo correio), na época, já era algo visionário.

Mesmo assim, seus criadores não se acomodaram e continuaram a inovar com o passar dos anos.

Um exemplo claro disso é que a plataforma está constantemente melhorando a sua interface.  O objetivo é tornar cada vez mais simples e rápido o acesso de seus clientes. 

Soma-se a isso a criação de conteúdos originais e exclusivos. E os mais variados formatos, como filmes, séries, animações, reality show, entre outros.

Fato é que tem opção para todos. Mesmo quando a gente sente que passa mais tempo procurando algo do que assistindo (hahaha).

7 – Personalização e Uso inteligente de dados

História da Netflix - 4 - Uso inteligente de dados
4 – Uso inteligente de dados

A plataforma também usa a tecnologia para ajudar a conhecer as preferências dos seus clientes. E também para saber no que deverá ou não investir no futuro.

Dessa forma, facilita a fidelização dos assinantes e a entrada de novos. Obtendo resultados cada vez melhores.

O que notamos facilmente ao ver os feedbacks que a empresa recebe. A imensa maioria é positivo, seja em sites ou vídeos com resenhas sobre o seu serviço.

E falando em personalização… Em cada país em que a Netflix está presente há uma personalização em seus conteúdos.

A começar pelos conteúdos originais da plataforma que se adaptam a cada lugar.

Sempre antenados com o que está acontecendo localmente, criam conteúdos que mostram mais a cultura de cada país para o mundo.

Aqui no Brasil, temos vários exemplos de sucesso que comprovam isso. Como:

  • A série/documentário “Anitta Made in Honório”
  • A série “O mecanismo”
  • A série “Coisa Mais Linda”

Mas não é só em geografia que vemos essa personalização.

A plataforma sempre indica para seus usuários as séries e filmes que tem a ver com o histórico dele. Isso faz com que as pessoas se sintam únicas e ouvidas.

Sem contar que, desde o início, disponibilizou a opção de ter multiusuários dentro do mesmo plano. Assim, o que um membro da família assiste, não atrapalha o outro.

Parece um detalhe, mas isso facilita demais a personalização de cada conteúdo. Pois, no geral, há gostos distintos vivendo sob o mesmo tempo.

Ao mesmo tempo, essa opção impede que aconteça enganos. Já que duas (ou mais) pessoas da mesma casa podem assistir a mesma série em separado e em velocidades distintas. Sem que um confunda em que parte parou porque os dois assistem no mesmo player, por exemplo.

A harmonia das famílias agradece, Netflix.

Conclusão

A história da Netflix - Conclusão
Conclusão

Ufa! Depois dessa leitura, acho que deu para você ver como a história da Netflix pode ensinar empreendedores, né?

Procure levar essas características para a sua ideia de negócio. Adapte para o seu segmento, é claro. Mas tenha certeza que serve para qualquer nicho.

Sabemos que no início de um negócio muitas ideias surgem.

Mas mais do que um olhar mais atento para escolher as melhores… Você precisará testar.

Assim, conseguirá validar as ideias, até alcançar o modelo de negócio ideal. É necessário sempre ajustar os pontos que não estão satisfatórios.

A Netflix fez (e faz) isso de maneira brilhante.

Por fim, acho que a maior lição que a plataforma nos dá é que para alcançar o sucesso você precisa entregar qualidade para o cliente.

Sempre procurando tornar a jornada dele o mais simples possível dentro de seu negócio.

E você precisa sempre inovar. Seja em produtos, serviços ou na interação com seus clientes.

Se você gostou do artigo, compartilhe com outras pessoas.

E por falar em Netflix, talvez você se interesse em ler uma lista que fizemos como alguns dos filmes de Marketing para maratonar.

Já faz a pipoca lá e fica com o papel do lado para anotar todas as ideias.

 

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,