LinkedIn Ads: Tipos de formato de anúncio e Passo a Passo para iniciantes

 

Você já considerou utilizar o LinkedIn Ads em sua estratégia de publicidade no âmbito digital?

Se você pensa em anunciar em tráfego pago, e tem em mente, apenas plataformas como Facebook, Google AdWords ou Instagram, é importante rever suas possibilidades.

Algumas pessoas talvez ainda não saibam, mas o LinkedIn é uma plataforma profissional com cerca de 500 mil usuários e que evolui a cada instante. Hoje, é certamente uma ótima opção para quem busca anúncios relevantes e com isso, impactar o seu público.

Dados de 2017 mostram que no Brasil, temos aproximadamente 27 milhões de usuários da plataforma, e que há 8 milhões de empresas presentes no LinkedIn.

Levando em conta que se trata de uma rede social focada em trabalho e negócios, podemos concluir que se trata de uma extraordinária vitrine para alcançar um público segmentado, de empresas e profissionais relacionados com sua área de atuação.

Quer mais motivos para utilizar o LinkedIn Ads?

Quer mais motivos para utilizar o LinkedIn Ads?
Quer mais motivos para utilizar o LinkedIn Ads?

Apesar dos benefícios mencionados acima, eles não são os únicos. O LinkedIn Ads conta ainda com uma série de tipos de formatos de anúncios, que oferecem um importante diferencial: a capacidade de promover anúncios mega segmentados.

Em outras palavras, com o LinkedIn Ads é possível definir o público que receberá seu anúncio, de forma extremamente específica, incluindo detalhes como:

  •         Cargos específicos;
  •         Localizações específicas;
  •         Pessoas que trabalham em empresas específicas, etc.

Em suma, anunciar no LinkedIn Ads te proporciona o “plus” da especificidade como dificilmente você irá encontrar em outras plataformas de anúncios e redes sociais em geral.

Para você aí do outro lado da telinha entender melhor a ferramenta, os tipos de formatos de anúncios, bem como saber de que maneira os criar e anunciar, preparei este artigo especial.

Como sabemos, por se tratar de uma rede social voltada exatamente ao ambiente corporativo, o LinkedIn é uma eficaz ferramenta para a geração de negócios.

Os motivos para investir em LinkedIn Ads são muitos
Os motivos para investir em LinkedIn Ads são muitos

Podemos listar uma série de benefícios que estão a sua espera, como por exemplo:

– Interagir diretamente com diversas empresas e profissionais;

– Estar sintonizado (a) em relação às novidades da indústria;

– Aprendizado constante com empresas do seu interesse/segmento;

– Acesso a posts de influenciadores do nicho de atuação de sua empresa;

– Leads com maior qualificação, em comparação a demais canais de anúncios;

– Otimização da jornada de compra;

– Direcionar os leads durante o processo de decisão de compra e gerar mais vendas;

– Gerar interesse do visitante, entregando a ele conteúdo de valor;

– Abordagem no momento adequado;

– Capacidade de mensuração com rastreamento, mostrando quantas e quais conversões são originárias de cada campanha;

– Otimizar a taxa de conversão;

– Anúncios direcionados às personas específicas;

– Possibilidade de realizar uma infinidade de testes em relação a diferentes imagens, textos e CTAs, impactando positivamente os cliques nos anúncios;

– Muitas ferramentas para contribuir com os seus anúncios, como por exemplo, LinkedIn Audience Network, Formulário de Geração de Leads, Dados demográficos do site, Retargeting do Site, entre outros;

– Ótimo custo X benefício, uma vez que você tem acesso a leads mega qualificados, podendo gerar vendas diretamente através de suas campanhas, entre outros aspectos benéficos ao seu negócio.

Aliás, se você ainda está em dúvida sobre o assunto, recomendo que leia o nosso artigo “LinkedIn Ads: 7 grandes motivos para começar anunciar no LinkedIn e vender mais”. Isso porque nele detalhamos não somente os principais motivos da prática, como também deixamos claro para que tipo de negócio o LinkedIn Ads mais funciona ou não.

LinkedIn Ads: tipos de formatos de anúncios

LinkedIn Ads: tipos de formatos de anúncios
LinkedIn Ads: tipos de formatos de anúncios

Dentre os formatos populares de anúncios na rede profissional LinkedIn, destacamos as seguintes:

1 – Sponsored Content (Conteúdo Patrocinado)

Com esse formato, é possível alavancar o poder de alcance de seu conteúdo no LinkedIn, bem como o engajamento do que você publica no feed de notícias.

Uma de suas características é o fato do Conteúdo Patrocinado promover um impacto visual elevado.

Ele marca presença com destaque, tanto no feed mobile quanto do desktop, atingindo um público hiper-segmentado.

 2- Text Ads (Anúncios em Texto)

Para gerar tráfego para suas páginas de saída, os anúncios em texto (Text Ads) são uma boa alternativa. Eles possuem links externos, sendo posicionados na barra lateral do navegador.

Trata-se do modelo de anúncios mais antigo do LinkedIn, e traz uma das melhores taxas de ROI (retorno sobre o investimento)

3 – Sponsored InMail (Mensagem Patrocinada)

Outra forma de anúncio interessante no Linkedin é a mensagem patrocinada, ou Sponsored InMail, cujas mensagens são direcionadas ao inbox do usuário que você quer impactar/atingir.

O legal aqui é a possibilidade de personalizar as mensagem da melhor maneira, estabelecendo um diálogo direto com o cliente em potencial.

4 – Display Ads (Anúncios em Exibição)

Os anúncios em exibição são similares aos anúncios do Google Adwords, permitindo que o anunciante determine as imagens.

5 – Dynamic Ads (Anúncios Dinâmicos)

Com foco principal no engajamento, os anúncios dinâmicos são personalizados, atuando como ferramentas capazes de, por exemplo, oferecer aos usuários a sugestão de seguir a sua página no LinkedIn.

6 – Video Ads (Anúncios em Vídeo)

É possível criar anúncios no formato de vídeos. Com isso, você poderá desfrutar de benefícios como gerar  reconhecimento da sua marca, posicionar sua empresa como líder, contar histórias cativantes e até mesmo compartilhar casos de sucesso de clientes.

LinkedIn Ads: Antes de tudo…

LinkedIn Ads: Antes de tudo...
LinkedIn Ads: Antes de tudo…

Por mais óbvio que pareça, antes de criar anúncios, é importante que você tenha uma página na rede social LinkedIn e também uma página da empresa.

Essa página é obrigatória para que você possa fazer anúncios por lá, e pode ser tanto do seu produto, empresa, negócio, quanto de você mesmo (a), no caso de você ser um (a) profissional autônomo (a).

Mas atenção: é necessário que você tenha ou crie antes, um perfil do LinkedIn com seu nome e sobrenome reais antes de poder concluir as etapas de criação de uma Company Page.

Para criar a página da empresa, ou Company Page, siga os seguintes passos:

1-    Clique no ícone Soluções no canto superior direito da página inicial do LinkedIn.

2-   Clique em Criar uma Company Page.

3-  Digite o nome da empresa e selecione uma URL. Todas as URLs da Company Page serão estruturadas como linkedin.com/empresa/[NOME DA EMPRESA].

  •   Embora o nome da sua Company Page não precise ser exclusivo, a URL pública da sua página não pode ser igual a outra já existente no LinkedIn.
  •   Usuários do LinkedIn e ferramentas de pesquisa utilizarão esta URL única para localizar a sua página.
  •     Reveja os requisitos para a URL da Company Page abaixo.

4-  Marque a caixa de verificação para confirmar que você tem o direito de criar a página em nome da empresa.

5-   Clique no botão Criar página.

Depois, basta clicar em “Comece já” para realizar as edições necessárias na página.

Como criar o primeiro Anúncio no LinkedIn Ads: Passo a passo

Hand drawing a stairs in a Conceptual Image

Agora que você já tem a página de sua empresa e/ou negócio, é hora de colocar as mãos na massa, ou melhor, os dedos no mouse, e anunciar nesta incrível ferramenta.

Veja a seguir, o passo a passo para anunciar:

1 –    Clique no link do Gerenciador de Campanhas:

Acesse o Gerenciador de Campanhas por este link: https://www.linkedin.com/ad-beta/new-advertiser;

2 –    Clique em “Create campaign” (Criar campanha):

Após acessar o link do Gerenciador de Campanhas, clique em “Create campaign”.

3 –  Escolha, dentre as opções de formatos disponíveis:

Agora chegou a hora de escolher aquela que mais se enquadra em suas necessidades, ou aquela que você considera testar.

4 –  Insira o nome da empresa ou a URL da Company Page:

Feito isso, será solicitado o nome da empresa ou a URL da Company Page da empresa no LinkedIn.

5 –  Crie um nome para a conta de anúncios:

Pronto, chegou o momento de criar um nome para a conta de anúncios e também a moeda para faturação do investimento. 

6 –  Clique em “Criar campanha”:

Feito o indicado no Passo 5, você será direcionado (a) ao Gerenciador de Campanhas do LinkedIn Ads;

7 –  Escolha o formato de anúncio desejado:

Finalmente, chegou o momento de escolher o formato desejado de anúncio.

Via de regra, é comum que o usuário teste os conteúdos patrocinados ou Sponsored Content.

8 –  Configure a campanha definindo os seguintes passos:

– Nome da sua campanha:

Dessa forma, você identifica facilmente qual campanha se refere;

– Idioma do público-alvo:

Se for uma campanha de alcance mundial, opte pelo idioma inglês, se o foco for o Brasil, o idioma português, e assim sucessivamente;

– Objetivo de tráfego:

Aqui você indica que seu objetivo na campanha é gerar cliques nos anúncios, direcionando então visitantes ao seu site;

– Objetivo de leads:

Aqui determina-se que há como objetivo, a geração de leads.

Neste momento é necessário criar e configurar um formulário de captação de contatos, assim como acontece no Facebook, por exemplo.

9 –  Clique em “Avançar”:

Agora é só clicar em “Avançar” para prosseguir com a criação do anúncio.

10-  Clique no botão “Criar Sponsored”:

Nesta etapa, iremos efetuar a criação do conteúdo que posteriormente será patrocinado;

11 –  Crie o anúncio e dê um nome para o conteúdo:

Atenção: Tanto o título quanto a descrição devem ser bem objetivos. Não use emojis e utilize apenas imagens com 1200 x 627 pixels.

Faça testes e variações de textos e imagens para identificar qual aquele que melhor se adequa ao formato em questão;

12 –  Selecione o anúncio criado e dê um clique no botão “Patrocinar Conteúdo”;

13 – Faça a segmentação do seu anúncio no LinkedIn Ads.

Nesta etapa, é possível segmentar o público-alvo de acordo com:

–  Nome da Empresa;

–  Setor da Empresa;

– Tamanho da Empresa:

– Cargo;

– Função:

– Nível de Experiência,

– Entre muitos outros filtros de hiper-segmentação.

14 – Configure o perfil de otimização do anúncio e o objetivo de marketing.

Para escolher o objetivo de marketing, as opções são Interação (cobrado por CPM-Custo por mil impressões do anúncio), Visitas ao site (CPC -Custo por clique) e Conversões;

15 – Defina também um orçamento diário para a sua campanha e um lance sugerido.

Qual o orçamento diário da sua campanha? Escolha e também defina o lance sugerido.

E aí?

LinkedIn Ads: E aí? Pronto?
E aí? Pronto?

Viu como é bem simples lançar mão desta poderosa ferramenta que é o LinkedIn Ads? Que tal criar agora mesmo sua campanha? Temos certeza que agora você tem o necessário para começar a utilizar.

Ainda tem dúvidas? Conte pra nós, estamos aqui pra te ajudar! Até a próxima!

 

Compartilhe o post:

Tags: , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: