Mailing marketing: o que é e como usar essa estratégia em seu negócio?

Você provavelmente já sabe a importância de escrever bons e-mails. Esse é um canal de comunicação que serve tanto para nossas vidas pessoais como profissionais.

Mas será que sabe a importância de uma Mailing list e do Mailing Marketing?

Muitas estratégias de marketing digital utilizam o e-mail para atrair o cliente. E para isso, é necessário ter um mailing – ou lista de endereços de e-mail.

Bom, mas você deve estar aí se perguntando: como usar o e-mail numa estratégia de marketing? Ou ainda, como ter um mailing se eu estou começando meu negócio do zero?

Mailing Marketing
Mailing Marketing

São realmente dúvidas comuns, mas bem fáceis de explicar.

Por exemplo: em quantos sites que você já acessou te pediam e-mail para receber um e-book sobre o assunto que você estava pesquisando? Ou quantos te pediram para cadastrar e receber mais notícias?

Esses gatilhos estão espalhados por aí e às vezes nem percebemos o real motivo deles existirem: abastecer uma lista de e-mail para poder utilizar numa estratégia de marketing.

Bom, não é difícil conseguir montar um mailing, portanto. Por isso, vamos focar em como conseguir sucesso utilizando essa estratégia.

O que é o mailing no marketing?

O que é Mailing List?
O que é Mailing List?

Para entender melhor como o mailing é importante para o marketing, é preciso entender um pouco sua definição e origem.

O termo pode ser traduzido do inglês como “enviando uma correspondência” ou ser mesmo uma abreviação de “mail list”, que nada mais é do que a lista de endereços de e-mail.

O mailing sempre foi muito utilizado pela imprensa. Grandes empresas de jornalismo mantinham cadastrados os nomes de outros veículos de comunicação ou mesmo de pessoas importantes para determinada editoria.

É uma relação completa com nome, cargo, telefone, e-mail… tudo que possa identificar qualquer pessoa para que, depois, possa ser utilizado para a produção ou distribuição de determinado conteúdo.

Essa lista foi “apropriada” pelo marketing, que a utiliza para divulgar ações e captar clientes.

Se antes era mais normal um assessor ou mesmo um jornalista abastecer essa relação, hoje ela é mantida por cadastros online, como já dissemos ali em cima.

Por que você precisa ter um mailing?

Por que você precisa de uma Mailing List?
Por que você precisa de uma Mailing List?

O e-mail ainda é o método mais rápido para se atingir o cliente e mais acessível também. Você não precisa se preocupar com a hora do disparo, com aquele receio de incomodar a pessoa.

Seu público vai ler sua mensagem quase que inevitavelmente e sem perturbação. E se ele se sentir incomodado com um envio exagerado (tome cuidado com isso!), ele simplesmente pede para não receber mais aquele tipo de mensagem quase que de maneira automatizada.

Uma lista de e-mail permite segmentar sua campanha, ou seja, determinar quais potenciais clientes são os mais adequados para a estratégia que você vai adotar.

Isso ajuda a evitar que você dispare mensagens para um alvo que não se sente atraído e que possa, por exemplo, deixar de receber seus e-mails – o que é um problema, já que ele poderia estar em uma outra campanha, por exemplo.

Como fazer um mailing que converta em clientes?

Bom, e como conseguir essa lista e saber quem são os leads mais dispostos a adquirir um produto ou serviço seu?

A primeira dica que damos é: consiga ferramentas para você mesmo adquirir os dados da pessoa. E existem algumas que te permitem fazer isso, como o mailchimp que deixa ainda você gerenciar sua lista e customizar as mensagens a serem disparadas.

Mas é bom seguir algumas orientações para capturar esses dados. É o que vamos te dar agora:

Use opt-in para capturas de email

Opt-in nada mais é do que formulários em seu site nos quais o usuário pode se cadastrar para receber seus e-mails.

São caixas de preenchimento que são saudáveis para sua marca, já que nelas a pessoa se cadastrará por vontade própria.

Esse opt-in deve ser convidativo e bem simples. Basta solicitar apenas o nome e o e-mail. Pedir mais informações do que isso pode ser um motivo para o usuário não querer “perder” muito tempo para preencher.

Além disso, tome cuidado para não atrapalhar a experiência de quem visita seu site colocando várias caixas dessas.

Adote iscas digitais

Se você já tem seu produto consolidado para vender, já consegue usar uma boa isca. Como?

Para “fisgar” seu potencial cliente, você pode utilizar, por exemplo, um e-book sobre algo relacionado ao seu produto e que a pessoa receberá por e-mail.

Pronto, ele se cadastra para receber por e-mail e você já tem o endereço eletrônico dele.

Isca é isso mesmo, usar de um artifício para um fim seu. Mas nesse caso, o usuário também sai ganhando, já que ele adquire gratuitamente uma parte de seu serviço.

Com essas opções para ter seu mailing, está na hora de “organizá-lo”:

Faça uma segmentação

Funil de Vendas para sua Mailing List
Funil de Vendas para sua Mailing List

O termo funil de vendas é bem utilizado no marketing digital. E aqui você deve ter em mente essa proposta.

Você deve filtrar os dados de clientes pelos níveis do funil de vendas:

  • aqueles que estão conhecendo seu produto ou serviço;
  • os que buscam um produto para solucionar um problema que eles têm;
  • naqueles em que é possível identificar que seu produto é a solução para o que os usuários buscam.

Bom, você deve estar se perguntando: “como eu identifico isso?”. O conceito de funil de vendas pode te dar essa resposta.

É no tipo de conteúdo que seu usuário consome em seu site e sobretudo a origem de cadastro desse usuário. Por isso, esteja afinado com esse conceito de funil.

Engaje com seus conteúdos

Acabamos de falar de conteúdo e é claro que vamos falar melhor sobre o assunto.

Pense: se a pessoa se cadastra em seu site, ela quer conhecer seu negócio e gostou de seu serviço, certo? Ainda que ela não precise dele naquele momento.

Por isso, além de manter o interesse dessa pessoa com novos textos, vídeos, podcasts ou qualquer outra mídia para que ele lembre de você quando precisar, você precisa mostrar autoridade no assunto que você oferece.

Sem falar que uma marca bem engajada com seu público atrai muito mais interesse de quem não a conhece.

Nunca compre uma lista de e-mails

Você deve ter percebido que há toda uma estratégia na hora de criar um mailing e converter aqueles dados em clientes.

“E se, em vez de criar métodos de adquirir uma lista por conta própria, eu compre uma já pronta? Muito mais fácil”.

Você pode ter pensado nisso e realmente ter uma lista pronta, é mais fácil, mas temos que te contar uma verdade: essa prática é extremamente perigosa.

Não temos medo de definir assim essa prática. Isso porque primeiro: a pessoa não te deu permissão para ter um dado dela. Já começa por aí.

Se a pessoa não deu essa autorização, ela possivelmente não tem interesse no que você vende ou pode oferecer a ela. Certamente, ela vai mandar seu e-mail para o spam e isso é bem ruim para sua marca.

Isso porque os serviços de e-mail estão muito mais inteligentes do que antigamente, quando era possível adquirir um mailing pronto e ainda conseguir algum resultado. Isso hoje é, praticamente, impossível.

Outro fator negativo dessa prática é que os dados contidos nela não são de qualidade.

Certamente, outras empresas interessadas na “facilidade” dessas listas adquiriram uma, mandam suas mensagens e a sua seria só mais uma mensagem na caixa de entrada do usuário.

Tome outros cuidados

Esperamos muito que você tenha se convencido a não adquirir uma lista de e-mail pronta. Mas os cuidados não acabaram. A gente vai listar:

  • No campo assunto, evite termos como “Clique aqui”, “Ganhe dinheiro”, “imperdível”… são termos relacionados à prática conhecida como phising, já reconhecida pelos usuários e até mesmo pelos sistemas de e-mail como maléfico.
  • Ainda no assunto, evite as caixas altas, excesso de exclamações ou que ele tenha mais que 50 caracteres.
  • Tanto no assunto quanto no texto, evite erros gramaticais.
  • Não mande e-mails só com imagens ou com pouco texto.

Essas são as principais dicas para que você possa fazer um bom uso do mailing. Mas existem muitos outros métodos e técnicas para que você consiga um bom fluxo de e-mail com uma lista poderosa.

Exige trabalho, claro, mas nada que você e sua equipe não consigam fazer.

Agora que você sabe como fazer um mailing eficiente, é hora de se preocupar com o fluxo de seus e-mails? Neste texto, a gente fala detalhadamente como fazer isso. Não deixe de conferir.

Hotmart é uma plataforma gratuita e completa para hospedar e vender cursos online. Nossa missão principal é permitir que as pessoas aumentem sua renda compartilhando com o mundo o que elas têm de melhor: seus conhecimentos.
Powered by Rock Convert

Compartilhe o post:

Tags: , , , ,

Powered by Rock Convert

4 Comentários

  1. danilo martins freitas says:

    ola, quanto custa ?

  2. wesley says:

    Boa tarde, gostaria de saber como vcs poderiam me ajudar em relação a marketing digital.

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: