Marketing digital: tudo que você precisa saber

Desde o momento em que aconteceu a primeira interação comercial entre as pessoas que o marketing existe. Com o tempo, o mercado foi se desenvolvendo, as relações comerciais de compra e venda passaram a ficar mais estabelecidas, e naturalmente outras disciplinas evoluíram junto com essa parte do mercado. Assim como outras tantas áreas envolvidas nesse contexto, o marketing é uma daquelas que ao longo do tempo teve que ir se adaptando a todas as revoluções pelas quais o mercado passou – e ainda passa.

Com o crescimento da internet e a popularização dela enquanto meio de comunicação e fonte de informação, naturalmente as empresas migraram partes de seus esforços para o ambiente digital, e consequentemente o marketing precisou novamente se adaptar a um contexto totalmente novo. Nesse momento foi surgindo uma metodologia conhecida como marketing digital e que engloba todo o conhecimento do marketing aplicado ao cenário digital. Nosso objetivo com esse post é apresentar a você tudo o que é necessário saber para entender o tal marketing digital. Vamos lá?

Marketing_digital_tudo_que_você_precisa_saber.jpg.jpeg
Marketing digital: tudo que você precisa saber

O que é marketing digital

Antes de mais nada é importante definirmos o que é marketing digital, assim podemos garantir que todos que lerem esse post vão partir de uma mesma definição. Dito isso, podemos afirmar que o marketing digital pode ser definido como o grupo de todas as iniciativas possíveis que uma empresa – ou pessoa – pode fazer na internet com objetivo de gerar novos negócios, construir relacionamento e trabalhar a identidade da sua marca.

Conhecido também como marketing online ou e-marketing, esse novo marketing vem atraindo muitas empresas e organizações, que já estão migrando partes de seus orçamentos de comunicação e marketing para a internet. Existem inúmeras vantagens que motivam as empresas a fazerem isso, mas em especial podemos dizer que o menor custo e o maior retorno sobre o investimento são os principais. Hoje já podemos dizer que boa parte das compras começa com uma busca online, e apenas este fato já é suficiente para garantir: o marketing digital veio para ficar e já é fundamental para a estratégia de marketing de todo tipo de empresa, seja B2B ou B2C.

Partindo da definição sobre o que é marketing digital, vamos entender melhor quais as vantagens desse tipo de marketing.

Quais as vantagens do marketing digital

Assim como qualquer metodologia que começa a crescer e ganhar adeptos, não é à toa que o marketing digital cresce rapidamente e cada dia mais. Isso pode ser explicado em partes pelo crescimento constante na quantidade de usuários conectados, mas além deste ponto há também algumas questões técnicas que justificam as vantagens do marketing digital. Veja só.

Alcance mundial

A base de qualquer campanha de marketing é a frequência com que ela trabalha e o alcance das ações executadas. Se lembrarmos dos famosos 4Ps do Marketing, vamos ver que um deles é a Praça, que está diretamente ligada ao local de veiculação e ao alcance. Quando a campanha é offline este alcance é limitada pela posição geográfica das ações, sejam elas placas, panfletos ou outdoors. Quando vamos para meios eletrônicos, como rádio e TV, este alcance já aumenta, mas ainda assim fica limitado ao espectro de transmissão da emissora, e o custo é alto e diretamente proporcional ao alcance da veiculação.

Na internet a iniciativa de qualquer empresa pode ter alcance global, pois a maior parte das plataformas está presente em diversos países e não impõem limites aos anunciantes.

Marketing digital possibilita alcance mundial
O Marketing Digital possibilita alcance mundial e análise de métricas

Métricas

Sem dúvida alguma, uma das principais vantagens do marketing digital perante outras formas de comunicação: na internet absolutamente tudo pode ser mensurado. Enquanto em outros meios a mensuração dos resultados precisa ser feito de uma forma não-absoluta. Na internet a tecnologia permite que seja mensurado não só o resultado, mas também a forma como os usuários interagem com a iniciativa de marketing digital. Esse trabalho gera dados, que quando analisados vão trazer insights para melhorias das campanhas, além de permitir um melhor cálculo do retorno sobre o valor investido nas campanhas.

Dinamismo do tempo real

Falando sobre a mensuração, uma das consequências naturais desse trabalho com as métricas é o surgimento de ideias para melhorias das campanhas. Outra clara vantagem do marketing digital é que as plataformas permitem que sejam feitas alterações em tempo real, evitando que as empresas desperdicem orçamento com iniciativas que não estão trazendo resultados. Enquanto uma peça publicitária de TV não pode ser alterada depois de veiculada, um anúncio pago no Facebook, por exemplo, pode ser alterado a qualquer momento.

Segmentação da audiência

O alcance está diretamente ligado com o público-alvo que a campanha quer atingir para ter resultado. Outra vantagem do marketing digital perante outras mídias é que ele permite que a audiência seja segmentada não só pelas características básicas da publicidade – localização, idade, gênero e etc – mas também pelos seus gostos, hábitos, fase da vida, atuação profissional, hábitos de compra, entre outras questões que as pessoas compartilham na web.

Interatividade

Por fim, podemos destacar a interatividade como uma grande vantagem do marketing digital para as empresas. Diferente de outros meios que atuam em uma via só onde apenas a empresa é emissora da mensagem, na internet os usuários também podem ser emissores, e não apenas receptores. Isso significa que a web abre um novo espaço na comunicação com infinitas possibilidades e interações muito mais ricas e construtivas entre empresas e clientes. A proximidade com o consumidor acaba ajudando a empresa que passa a conhecer muito melhor quem são seus clientes e com isso pode criar ações de marketing muito mais eficientes.

7 estratégias de marketing digital

Agora que você já sabe o que é marketing digital e quais as vantagens dessa metodologia para a sua empresa, vamos partir para uma explicação detalhada da parte mais prática da coisa. Como falamos antes, o segmento é bastante amplo e permite uma série de iniciativas diferentes que podem atingir pessoas e objetivos diferentes. Falando sobre isso, antes de começarmos vale a pena lembrar de um detalhe.

7 estratégias de marketing digital
7 estratégias de marketing digital

Além das estratégias de marketing digital  é importante que você saiba que uma outra coisa é igualmente essencial para a eficiência do seu trabalho: a definição de objetivos. Os poetas já diriam, “Se você não sabe aonde está indo, qualquer caminho é válido”, e no marketing digital essa lógica também faz sentido. Por isso, antes de começar defina uma meta clara, e a partir disso vai ficar muito mais simples escolher a estratégia correta para chegar lá.

Marketing de conteúdo

As pessoas normalmente acessam a web em busca de informação, sobre os mais variados temas. É neste cenário que surge o marketing de conteúdo enquanto estratégia, já que ele prevê a criação e o compartilhamento de conteúdos úteis e relevantes para um público-alvo específico. Como a base é o compartilhamento do conhecimento adquirido pela equipe durante a operação do negócio, o resultado de um trabalho como esse é um ganho de credibilidade e respeito do mercado pela empresa, que se torna referência no seu segmento de atuação.

Inbound marketing

Partindo do marketing de conteúdo, nasce também o chamado inbound marketing como estratégia. Quase uma evolução do primeiro, esta estratégia tem como base também o compartilhamento de conteúdo para uma audiência específica, mas nesse caso com objetivo de gerar relacionamento com os usuários, aproximá-los da empresa, mostrar a eles a proposta de valor, para que então no momento em que eles precisarem, a empresa seja lembrada. A intenção com esse relacionamento é transformar visitantes do site em leads, e através da nutrição desses leads com conteúdo, mostrar que eles tem um problema, e que a empresa é detentora da solução ideal. Com isso o trabalho de venda fica muito mais eficiente pois o lead chega muito mais qualificado para o vendedor, com menos dúvidas, e consequentemente mais pronto para comprar.

O e-mail marketing no marketing digital
O papel do e-mail marketing no marketing digital

E-mail marketing

Nos primórdios da internet, o e-mail era a principal – se não a única – ferramenta de comunicação. Com o tempo as empresas foram descobrindo, e como acontece com toda a nova descoberta, nem todos estavam usando da maneira correta. Com isso, durante um tempo o e-mail marketing passou a ser discriminado por muitas empresas e consultorias de marketing digital, na maioria dos casos motivados pelo excesso de casos de spam e uso indevido.

Acontece que com o surgimento do inbound marketing e o consequente amadurecimento do mercado, há alguns anos o e-mail voltou a ser uma boa ferramenta de marketing. Em geral uma campanha de e-mail marketing pode seguir dois caminhos: a nutrição de leads com conteúdo ou o envio de ofertas exclusivas – no segundo caso, mais comum em lojas virtuais. É um dos únicos casos do marketing digital onde a audiência é de propriedade da empresa, que conseguiu que as pessoas permitissem fornecer seu contato.

Social media

Uma das premissas do marketing é ir aonde a audiência está, e se trouxermos essa máxima para o marketing digital, fatalmente as redes sociais entrarão em cena. Como o próprio nome já diz, estes sites são as plataformas acessadas diariamente pelos usuários para socializar com outras pessoas e se relacionar entre si. As mais conhecidas são Facebook e Twitter, mas além dessas duas existem diversas outras redes de nicho que cumprem com objetivos específicos para os usuários, como fazer uma transmissão ao vivo por exemplo.

Para uma empresa trabalhar nessas redes é importante lembrar de dois detalhes antes de começar. Em primeiro lugar é preciso observar de que forma a rede funciona – qual seu objetivo – e como os usuários interagem entre si dentro dela. Ou seja, as pessoas entram lá para fazer o quê? Em segundo lugar é necessário olhar para dentro da empresa, e com base no objetivo da rede, entender se é necessário para a empresa estar presente naquele espaço. A pergunta a se fazer é: por que minha empresa deve estar presente nesta rede e o que ela vai ganhar com isso? Se a resposta não for consistente, não faça.

Mídia paga

Assim como em qualquer meio de comunicação, na internet também existe a possibilidade de pagar para ter seu anúncio exibido em diferentes plataformas. Na web essa estratégia é conhecida como mídia paga, e pode se dividir em publicidade de busca, mídia display, mídia social e anúncios nativos. A primeira é aquela em que a empresa paga para exibir seu anúncio nos buscadores; no segundo caso a compra de mídia é por banners e anúncios gráficos em sites e portais; a mídia social consiste no pagamento para promoção de posts nas redes sociais para aumentar o alcance; e por fim os anúncios nativos, que é quando a empresa paga para ter uma pauta sua publicada em um site de conteúdo. São diversas frentes disponíveis, mas não necessariamente sua empresa precisa estar presente em todas. Assim como as mídias sociais, é preciso avaliar com calma o objetivo da sua empresa com a campanha para escolher em qual opção investir.

Marketing digital é a mídia paga
As possibilidades da mídia paga no Marketing Digital

SEO

Como falamos antes toda compra começa com uma busca na internet, e é justamente para pensar nisso que existe o SEO – ou Otimização para Mecanismos de Busca. Esta estratégia, como seu nome diz também, tem como base a otimização de sites e páginas para melhorar seu posicionamento nas buscas. Em geral ela começa com o entendimento das palavras-chave buscadas por usuários e que fazem sentido para a empresa, e depois com a otimização do site pensando justamente nessas palavras. A estratégia tem como base 3 pilares: o conteúdo do site, a estrutura técnica, e a relevância.

Marketing de afiliados

Para empresas que vendem produtos online, o marketing de afiliados pode ser uma excelente estratégia de vendas, pois ele trabalha com o comissionamento de outros sites para a venda do seu produto. Nestes casos é necessário que sua empresa seja cadastrada em uma das plataformas de afiliados para que sejam criados links específicos do seu produto. Estes links ficarão disponíveis então para qualquer usuário que queira promover seus produtos em troca de um comissionamento. Além disso, você poderá usar estes links de afiliados para distribuição junto aos parceiros de negócio que tiver. Mais um incentivo para eles divulgarem seu negócio de uma forma que todos ganham.

Como funciona uma consultoria de marketing

Como funciona uma consultoria de marketing
Como funciona uma consultoria de marketing

Para colocar uma estratégia como essa em prática existem duas formas diferentes: é possível ter a estrutura de marketing digital dentro da empresa, ou ainda contratar uma empresa terceirizada especializada, ou seja, uma consultoria de marketing digital. Em geral estas são empresas que possuem em sua estrutura profissionais especializados em todos os âmbitos do marketing digital, permitindo que sua empresa possa tirar o maior benefício possível de estratégias deste tipo.

Elas funcionam em um formato onde o serviço é cobrado através de uma mensalidade, e tudo começa com um entendimento do cliente. Ou seja, a equipe da consultoria de marketing vai fazer uma imersão em sua empresa para entender ao certo o que vocês fazem, e de que forma as ações de marketing podem ser implementadas para trazer o máximo de resultado.

Isso acontece pois muitas vezes você acha que sabe o que sua empresa precisa, e então você fala para a consultoria, mas no meio do processo com base na experiência que eles tem, descobrem que na verdade sua empresa precisa de um serviço que você não imaginava que precisaria. Depois desse entendimento vem a etapa em que as ações são planejadas, executadas, mensuradas, e ao final do ciclo, o resultado é analisado, o aprendizado compilado, e o ciclo se inicia novamente com novas ações e iniciativas.

A vantagem deste tipo de serviço diz respeito à eficiência das iniciativas. Quando você precisa investir na criação de uma estrutura interna para o marketing da empresa, a curva de aprendizado é mais longa, e consequentemente os resultados podem demorar mais para aparecer. Nesses casos você vai precisar, ou contratar novos profissionais ou investir no treinamento dos seus atuais profissionais de comunicação. Em ambos os casos pode não valer a pena para seu negócio pelo tamanho do custo.

No primeiro contexto o custo de contratação desses profissionais pode ser alto demais, já que são altamente especializados, e para ter retorno você precisa dessas pessoas. No segundo o custo é de tempo já que vai demorar mais para sua equipe de comunicação aprender essas novas estratégias e com isso além do investimento em treinamento, a empresa vai demorar para ter resultado e acaba pagando o custo do tempo. A melhor saída é contratar uma consultoria de marketing especializada, pois dessa forma o resultado será mais consistente, já que eles vão trabalhar com aquilo que são especialistas, e você vai poder focar no que há de mais importante: a gestão do seu negócio.

Conheça as vantagens da automação de marketing

A automação de marketing é um conceito utilizado pelo inbound marketing e que é uma evolução do e-mail marketing, já que é um tipo de trabalho que também usa e-mails. Como o inbound marketing trabalha com a nutrição de leads para sua qualificação e posterior contato de venda, a automação de marketing é o método usado para a criação de fluxos automáticos de envio de e-mails para a base de leads da empresa.

Conheça as vantagens da automação de marketing
Conheça as vantagens da automação de marketing

As vantagens para investir na automação de marketing são várias, e abaixo nós listamos algumas delas.

  • Normalmente trabalhar campanhas de e-mail marketing de forma manual consome muito tempo e energia da equipe envolvida. Com a automação de marketing é possível reduzir drasticamente esse desgaste da equipe, e ainda poder focar seus esforços na criação de campanhas mais eficientes.
  • Se você não trabalhar com softwares de automação de marketing, será quase impossível qualificar os leads de acordo com sua posição no funil em relação ao momento de compra. Dessa forma, seu custo com a equipe de vendas será muito maior, já que os vendedores vão gastar mais tempo e vão converter menos, pois não vão saber quais os leads mais qualificados para a venda.
  • Sem a automação de marketing torna-se muito difícil manter um engajamento dos leads, afinal de contas com o envio de campanhas manuais muitos problemas vem à tona. Pode tornar-se muito difícil manter uma regularidade no envio de e-mail, e ainda por cima você não vai conseguir saber em que estágio do funil o lead se encontra, e nem se aqueles conteúdos que você tem enviado são úteis para ele. Com os softwares de automação toda essa análise é possível.
  • Trabalhando com o envio de e-mails manuais será muito difícil de sua empresa escalar este trabalho de marketing digital para atingir uma base de leads maior. Quanto mais leads sua base tiver, mais difícil será para você conseguir resultados expressivos. Com automação de marketing a operação das iniciativas cresce junto com a empresa, e ainda permite que você faça diversas campanhas, fluxos e iniciativas simultâneas.

Conclusão

Neste conteúdo nosso objetivo foi o de mostrar que apesar de ser um segmento bastante amplo, o marketing digital tem diversas frentes específicas e nas quais empresas dos mais variados tipos e tamanhos podem investir. Falando nisso, esse é um dos pontos mais bacanas no marketing digital, pois diferente de outras frentes do marketing e da comunicação, o ambiente digital é acessível a empresas de todos os tipos e não apenas para aquelas que tem grandes orçamentos de comunicação. Desde a padaria da esquina até o carrinho de cachorro quente ou a grande indústria: todos podem investir no marketing digital, e o melhor, com resultados.

Com certeza este é um segmento que vai continuar evoluindo e se desenvolvendo junto com a tecnologia digital e as possibilidades que a internet permite. Cada vez mais a criatividade das pessoas vai atuar para criar mais e melhores formas de se fazer comunicação e marketing digital. Cabe a todos os envolvidos no processo – empresas, anunciantes e agências – trabalharem para se adaptarem a cada uma dessas novas realidades surgentes para que o resultado continue acontecendo e cada vez mais as empresas possam trabalhar a comunicação e a venda de seus produtos de forma mais inteligente, menos agressiva e menos invasiva.

Quanto mais empresas pensarem em ajudar seus clientes a solucionar problemas, tanto melhor será o mercado, e consequentemente o marketing digital. No final do dia, todo mundo sai ganhando. Empresas fazem negócios melhores e mais eficientes, e os consumidores recebem uma experiência de compra muito mais satisfatória.

Se você tiver alguma dúvida sobre o tema, ou ainda se quiser compartilhar uma experiência satisfatória de marketing digital, deixe aqui abaixo do post seu comentário!

Compartilhe o post:


Saiba Como Automatizar Suas Vendas!

Aprenda a automatizar suas vendas e foque no que realmente importa.


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: