O que é Copywriting: O Guia Essencial para Empreendedores

Se você acompanha artigos sobre marketing digital, criação de infoprodutos e técnicas para vendas como afiliado, com certeza já se deparou com a palavra “Copywriting“.

Mas, afinal, o que é essa técnica e por que ela é tão importante dentro do marketing digital? Trazendo em muitos casos milhares de acessos em um só conteúdo?

É justamente sobre isso que vamos falar neste artigo, explicando tudo sobre o que é copywriting neste guia essencial.

Mas, só para adiantar um pouquinho do assunto….

Ao contrário da notícia ou redação editorial, o Copywriting tem como objetivo provocar o leitor para uma ação, que pode ser uma compra ou envolvimento com um produto, serviço ou empresa. 

Ou seja, o copywriting busca destacar seu conteúdo, além de persuadir uma possível ação. Que pode ser desde a compra de um infoproduto, até um cadastro em uma newsletter.

Com milhares de conteúdos, posts e e-mails sendo disparados diariamente, você precisa criar um conteúdo atrativo para se destacar na multidão. E mais uma vez o copywriting entra no seu caminho.

Por isso, é tão importante estudar e entender o que é essa técnica do marketing digital, e principalmente, como aplicá-la nos seus projetos.

O que é Copywriting?

Gesture and sign, female hand holding a metal blue pen and writing on a brown background, flat lay

Então, o que é copywriting? Que técnica tão maravilhosa é essa que ajuda até no rankeamento do seu conteúdo no Google de forma orgânica?

Bom, para falarmos sobre o que é Copywriting, precisamos voltar um pouco, entender porque foi necessário usá-lo.

Apesar do termo ter ficado popular no marketing digital, ele já era usado no impresso. Os Copywriters, eram os profissionais responsáveis pela criação de anúncios e propagandas. Ou seja, um texto voltado principalmente para venda.

Com a vinda do inbound marketing, foi necessário criar conteúdos que não apenas vendiam, mas também informavam.

Em vez de sair e perseguir os leitores, o Copywriting geralmente se concentra na criação de blogs, e-mail marketing, anúncios na internet, infográficos todos projetados para chamar a atenção dos leitores e fornecer conteúdo relevante e valioso.

Que no final, vai resultar em uma venda, cadastro ou qualquer outra ação realizada pelo lead.

Copywriting x Copyright x Copywriter x Copy: Diferenças entre os Termos

pile of questions marks 3d render with copy space

Nossa, são tantos termos parecidos que fica fácil se confundir com todos eles. Mas calma, como prometemos que esse é um guia essencial sobre o que é Copywriting, então vamos tirar todas essas dúvidas.

Apesar de serem bem parecidas, todas essas palavras têm significados bem diferentes, e não exatamente remetem ao Copywriting. Então, vamos explicar cada uma delas. 

A) Copywriting

Copywriting é o conjunto de técnicas utilizadas para criar um conteúdo persuasivo, relevante e irresistível. 

Que leve o lead para realizar determinada ação, como a compra de um infoproduto, o download de um ebook, o cadastro em uma newsletter ou e-mail marketing.

Enfim, é sobre essa técnica que estamos esmiuçando todos os detalhes neste artigo.

B) Copyright

Agora, apesar de bem parecida a palavra, copyright se refere a um assunto totalmente diferente. Estamos falando neste caso sobre direito de uso de algum material.

A finalidade de um copyright é proteger esse material e impedir o uso ilegal dele por agentes não autorizados. O proprietário designa o material protegido por direitos autorais com o símbolo ©.

Ou seja, se você se deparar com um conteúdo com esse símbolo, precisa da autorização de quem o criou para poder utilizá-lo.

Aliás, essa é uma informação muito importante principalmente para quem deseja começar sua carreira como afiliado. Já que no início são buscados conteúdos prontos para agilizar a divulgação do infoproduto.

Vale lembrar que existem conteúdos que podem ser utilizados sem prévia autorização. Esses são os casos dos infoprodutos PLR, que liberam a divulgação e em muitos casos, até a edição desse material.

C) Copywriter

Já o copywriter é o profissional especialista em criar textos com técnicas de copywriter. Ele trabalha principalmente com a criação de textos que além de informativos, também são persuasivos para os leads.

O trabalho do copywriter consiste em escrever, pesquisar, entrevistar, editar, corrigir, gerenciar projetos, planejar e implementar campanhas de marketing.

Ou seja, como você percebeu é um trabalhão! Apesar de você poder realizar essa tarefa sozinho, o ideal mesmo, é ter um profissional que possa te ajudar nessa empreitada.

D) Copy

E finalmente chegamos a copy… é a abreviação de copywriting? Não exatamente.

Copy é o resultado final do trabalho do copywriter. Ou seja, aquele texto que ele escreveu para um blog, e-mail marketing com um título irresistível, aquele anúncio que está performando muito bem, tudo isso são copys.

As copys são o resultado final de um conteúdo criado baseado nas técnicas de copywriting.

Então, ficou mais claro agora?

No que copywriters focam?

No que copywriters focam?
No que copywriters focam?

O que é importante entender é que, enquanto as palavras são a principal ferramenta de um copywriter, escrever não é necessariamente  o que eles mais fazem a maior parte do tempo.

A criação de um texto com copywriting passa por algumas etapas de criação, como fazer muita pesquisa e adequação, ajustes e formatação, e uma diversidade de outras tarefas que aparentemente passam longe da escrita de um texto.

Mais um papel do copywriter é estar sempre muito atento às tendências de marketing e principais buscas usadas em pesquisas. Assim, ele descobre as melhores palavras chave do momento para criar os anúncios, textos e posts em cima deste conteúdo. 

Para isso, eles utilizam ferramentas como o Google Trends, onde é possível pesquisar a relevância de determinadas palavra-chave, e o quanto esse termo vem sendo buscado.

Mais um papel do copywriter além de promover um produto é também criar conteúdos que eduquem uma audiência ou demonstrar a expertise do infoprodutor, afiliado, empresa ou agência que o contratou.

Depois de escrito, o conteúdo pode ser usado em diversos materiais. Afinal, está finalizado um material com SEO, CTAs, voltados especificamente para o seu público alvo.

Onde posso utilizar as técnicas de copywriting

Ok, você já entendeu o quanto as técnicas de copywriting vão tornar seu conteúdo mais assertivo. 

Também já percebeu que se quer fazer seu conteúdo se destacar na internet, vai precisar utilizá-la. Mas afinal, onde você pode aplicar essa técnica?

Afinal, são tantas opções de materiais para serem criados dentro do marketing digital certo?

Pode ficar tranquilo, nós vamos te ajudar nessa também!

1 – Anúncios

Esse talvez seja o conteúdo mais conhecido quando falamos sobre técnicas de copywriter. Afinal, todo mundo quer e precisa criar anúncios mais atrativos, para se destacar entre os concorrentes.

Nesse caso as técnicas de copywriting são muito bem-vindas. E vale para todos os anúncios, desde anúncios no Google e redes sociais, até pop-ups no seu site ou blog.

Afinal, em todos esses lugares você precisa de um conteúdo atrativo e persuasivo, não é mesmo?

2 – Roteiros para vídeos

Os vídeos deixaram de ser uma tendência e se tornaram uma realidade. Eles são o conteúdo que mais engaja nas redes sociais segundo um relatório da Squid. Que aponta que os vídeos têm 72% do engajamento no Instagram.

E se ele tem tanta importância, também precisa ser pensando na hora de criar o conteúdo.

Neste caso, além de um conteúdo chamativo e persuasivo, você também pode usar e abusar dos gatilhos mentais. Se você ainda não conhece esse termo, não precisa se preocupar, logo logo vamos explicar sobre eles.

3 – Artigos

Aqui é o momento em que a técnica de copywriting pode brilhar!

Sem precisar se preocupar com aquele espaço mínimo de caracteres, no artigo as pessoas que gostam de escrever podem usar e abusar do espaço. 

Isso porque, quando criamos um artigo para um blog ou site, o ideal é sempre criar um conteúdo mais aprofundado. E são nesses artigos que você vai unir o copywriting com as técnicas de SEO, que melhoram o rankeamento do texto no Google.

Aliás, se você acha que não vale a pena investir na criação de um blog, só por esse motivo: o rankeamento do Google, já vale repensar sua estratégia.

Um bom conteúdo criado em um blog, escrito de forma periódica, com assuntos relevantes e utilizando técnicas de copywriting e SEO, melhora seu posicionamento orgânico no Google. Além de gerar autoridade com seu público.

4 – E-mail marketing

Esse é mais um conteúdo que sem uma boa técnica de copywriting, muito provavelmente não vai trazer resultados.

Aliás, é justamente por esse erro, que muitas pessoas acreditam que o e-mail marketing não é uma estratégia boa, quando na verdade, ainda é uma das mais assertivas dentro do marketing digital.

Com uma boa técnica de copywriting e um título irresistível, você consegue que o seu lead abra o e-mail, e garante a atenção exclusiva dele durante a leitura. Bem diferente de um anúncio nas redes sociais, em que você continua disputando espaço com todo o resto da rede.

5 – Landing Page

Quem aí é infoprodutor ou afiliado? Se esses são um dos seus casos, provavelmente você já se deparou com a tarefa de criar uma landing page.

Elas são usadas principalmente para a captação de leads, seu bem mais valioso quando falamos em marketing digital. Afinal, sem eles, para quem vai seu conteúdo?

Por isso, criar landing pages atrativas, com um conteúdo objetivo e uma call to action irresistível também faz parte de um trabalho que envolve a copywriting.

6 – Ebooks

Os ebooks são o primeiro contato que muitas pessoas têm quando o assunto são infoprodutos.

Em vários casos eles são usados como iscas digitais, para atrair a atenção do lead, para então, ele realizar a compra de um infoproduto, por exemplo.

Mas mesmo se o ebook em si for o seu infoproduto, ainda assim, – aliás, principalmente por isso – , é importante utilizar técnicas de copywriting nele.

Um dos grandes benefícios da copywriting é deixar o texto mais atrativo, convidativo para a leitura, principalmente quando falamos em um conteúdo mais denso.

Por isso, pode colocar técnicas de copywriting nesse ebook também!

Enfim, existem vários modelos de conteúdo em que a técnica de copywriting é bem-vinda. Na verdade, quando falamos em marketing digital, basicamente ela deve ser usada em todos os formatos. 

Desde a criação de um anúncio até o roteiro de um infoproduto. Em todos esses casos a copywriting deve ser usada. Então, não se prenda a apenas esses formatos, use e abuse dessa técnica em tantas outras opções que surgirem na sua jornada de criação.

Técnicas de Copywriting para você Usar sem Medo

Técnicas de Copywriting para você Usar sem Medo
Técnicas de Copywriting para você Usar sem Medo

Até agora falamos muito sobre o que é copywriting. Onde usá-la. Quais são as suas vantagens.

Mas como você vai aplicar a técnica no seu dia a dia?

Separamos alguns macetes para você começar a aplicar a técnica de copywriting no seu infoproduto, ou materiais de divulgação como afiliado.

1 – Sempre fale a verdade

Quando falamos em persuadir o lead, jamais estamos falando em mentir!

Isso não é ético, e também não é uma prática bem vista pelo Facebook e Google quando o assunto são anúncios.

Por isso, nunca minta em suas copys. Busque sempre valorizar os benefícios e vantagens do produto que está divulgando e trabalhe sempre com honestidade.

Se lembre, mentir na divulgação nunca é uma boa ideia!

2 – Escolha bem as palavras

Quando você cria um texto com técnicas de copywriting, sempre pensa no seu público-alvo, no tom de voz, na linguagem que pretende usar.

Como por exemplo, se o seu conteúdo pretende atingir um público mais jovem e descontraído, não faz sentido usar uma linguagem super formal. 

É necessário pensar em todos esses detalhes antes de realmente começar a escrever. Por isso, o processo de pesquisa e entrevistas é tão importante.

3 – Seja direto

Não fique enchendo seu texto de palavras apenas por colocá-las. O ideal é sempre escrever um texto claro e objetivo.

Assim, você evita confusões e interpretações erradas sobre o assunto. Quanto mais claro, melhor!

4 – Entenda do assunto que você está falando

Pode parecer meio óbvio, mas a verdade é que você precisa ter o mínimo de domínio sobre o assunto para poder escrever sobre ele.

Aliás, conhecer o assunto que você está falando faz toda a diferença não só na copy, mas no conteúdo como um todo. Principalmente se você pretende se tornar uma autoridade dentro do nicho que atua.

Então, o ideal é sempre estudar seu conteúdo e dominá-lo ao máximo!

5 – Faça perguntas

Uma ótima forma de aproximar o leitor é fazendo perguntas.

Isso humaniza seu conteúdo, além de atrair a atenção do seu leitor. Afinal, quem resiste a uma boa pergunta? 

Olha você aí, balançando a cabeça e concordando com a gente 😉

6 – Pesquise e aplique o storytelling

Storytelling nada mais é do que contar uma boa história.

Quem saber quem é rei nesse quesito? Os filmes da Pixar, que são cheios de narrativas e histórias tão bem contadas que encantam de crianças a adultos.

Claro que você não vai criar uma história de filme dentro de um anúncio, nem existem caracteres suficientes para isso. Mas é possível criar uma narrativa envolvente mesmo dentro desse contexto.

7 – Use pesquisas e dados

Dados e pesquisas trazem comprovação do que você está dizendo.

Pode reparar, a maioria das matérias jornalísticas trazem dados e pesquisas. Isso é uma forma de gerar credibilidade junto ao público. E quando as pessoas acreditam no que você está dizendo, elas também compram o que você vende.

Então, viu só como algumas dicas simples podem fazer toda diferença no resultado final da sua copy?

E os tais Gatilhos Mentais?

E os tais Gatilhos Mentais?
E os tais Gatilhos Mentais?

Por fim, não tem como falar de copywriting sem citar os famosos gatilhos mentais.

Eles são frases e palavras que mandam mensagens automáticas para nosso cérebro, e assim, promovem determinada ação.

Pode parecer até loucura, mas com certeza, você já abriu um e-mail com um gatilho mental no título e nem percebeu. A seguir falaremos brevemente sobre alguns dos mais usados.

Mas para realmente entender o assunto, recomendo que você leia o nosso artigo “Conheça os Gatilhos Mentais que Farão a sua Empresa Vender Mais”.

Reciprocidade

Esse é o gatilho da generosidade. O famoso gentileza gera gentileza? Nesse caso o ideal não é apostar em uma abordagem tão agressiva.

Um bom exemplo disso são os testes grátis. É quando você oferece algo para o seu lead.

Prova social

Aqui é utilizar os depoimentos das pessoas que já utilizaram seu produto. Esses depoimentos mostram para as outras pessoas como sua solução realmente gera resultados.

Aqui não tem segredo, é buscar depoimentos interessantes de quem já utilizou seu produto e sair divulgando, claro, com a autorização do usuário.

Afinidade

Aqui a ideia é se aproximar do seu leitor. Provavelmente você já viu anúncios de infoprodutos com a seguinte chamada:

“Eu também já fui essa pessoa, que estava infeliz com a minha realidade/trabalho/profissão/vida financeira, mas consegui mudar isso e você também pode!”

Olha o gatilho aí, mostrando que se ele mudou, você também pode mudar.

Autoridade

Neste gatilho, você é o especialista do nicho. Por aqui é interessante utilizar dados e fontes para confirmar o que você está falando.

Como por exemplo, se você já participou de algum evento, deu alguma entrevista ou palestra, é o momento de utilizar esse material.

Compromisso e coerência

Esse gatilho convida o leitor a firmar um compromisso com você. Ele é bastante utilizado em copys de desafios e venda de infoprodutos de emagrecimento.

Você convida o lead a mudar de vida junto com você.

Escassez

Esse provavelmente é um dos gatilhos mais poderosos e diretos. Aqui o que manda é a falta do seu produto.

Como por exemplo: ‘Estou oferecendo um desconto, porém, são para pouquíssimas vendas’. Isso mostra o quanto a oferta é interessante e mais: exclusiva. Já imaginou, todo mundo aproveitar e só você ficar sem?

Urgência

A urgência é amiga da escassez, pelo menos quando o assunto são gatilhos mentais.

Aqui, além de serem poucas unidades, você ainda tem pouco tempo para conferir. Lembra daqueles comerciais de concessionária, que falavam: não compre seu carro hoje, deixe para amanhã e aproveite nossas ofertas, mas é SÓ AMANHÃ?

A ideia segue a mesma por aqui, estabeleça um prazo e gere essa necessidade de compra imediata no seu leitor.

Conexão

Aqui a ideia é bem parecida com a afinidade, mas com o objetivo de criar uma conexão com seu leitor.

Nesse caso, você pode utilizar algumas ferramentas, como exemplos, que te aproximem do lead. E sempre que possível, fazer perguntas para ele.

Especificidade

Aqui, o foco é deixar claro qual é a ação que o lead deve tomar.

Como por exemplo: “Baixe aqui”, “Se inscreva aqui”, “Se cadastre aqui”, são algumas das opções.

Essas são só alguns dos gatilhos mais usados. Mas se você pretende entrar de cabeça no mundo do copywriting, indicamos que você pesquise e estude a aplicação de todos eles nos seus conteúdos.

Quais são as Maiores Vantagens do Copywriting?

Apesar de parecer muito trabalhoso, investir em um conteúdo criado com técnicas de copywriting vai trazer muitas vantagens para você.

Nós vamos listar os principais benefícios em trabalhar com essa técnica.

1 – Otimização de SEO

SEO significa otimização de mecanismo de busca, e é uma das maiores vantagens de criar conteúdos com copywriting.

Ao otimizar posts e páginas para palavras-chave e visibilidade do mecanismo de busca, você tem maiores chances de rankear melhor no Google. Assim, há maior tráfego no site.

Leads conquistados através de conteúdos com SEO otimizado representam uma taxa muito maior do que aqueles obtidos por intermédio de métodos de outbound. Este é um dos principais incentivos para você utilizar essa técnica.

Mais um fato importante, pesquisas apontam que os usuários não têm o costume de passar da primeira, no máximo segunda página do Google. Ou seja, quanto antes você aparecer mais chances tem de conseguir o acesso.

2 – Criação de conteúdo humanizado

Quando você utiliza técnicas de copywriting, sempre acaba tendo um texto mais humanizado.

Esse é o grande desafio, entre tantos conteúdos que estão na internet, criar relações com seu lead é uma conquista. Por isso, já vale investir em técnicas de copywriting.

3 – Pulverização de conteúdo

Utilizando técnicas de copywriting você otimiza seus conteúdos. Eles se tornam mais amigáveis para os buscadores e assim, suas chances de aparecer em diversos lugares aumenta.

E isso não vale apenas para sites de busca, um blog com técnicas de copywriting também aprimora suas pesquisas internas. Assim, fica mais fácil encontrar conteúdos do interesse do seu leitor por lá.

4 – Planejamento de conteúdo

Sempre rola aquela dúvida sobre o que postar? As técnicas de copywriting indiretamente também vão te ajudar nisso.

Isso acontece porque dentro do planejamento do texto, você precisa pesquisar por palavras-chave em alta. Assim, com esse levantamento, você já consegue criar um planejamento a longo prazo de criação de conteúdos.

5 – Anúncios mais efetivos

Quando você cria anúncios com técnicas de copywriting, suas taxas de clique e de conversão aumentam. Afinal, o anúncio foi criado pensando na sua persona ideal.

Além disso, ele também foi criado criando uma conexão, ou gerando um gatilho irresistível para o lead. Ou seja, seu trabalho pode ser maior, mas os resultados também vão ser.

Para se aprofundar…

Então, esperamos que você tenha compreendido um pouco sobre o que é copywriting. O que queremos mostrar, é que mais do que uma receita de bolo, essa técnica traz resultados efetivos, aumentar suas conversões e ainda melhora sua visibilidade no Google.

Se você quer se aprofundar nesse assunto e vender muito utilizando essa técnica, leia o nosso artigo “Os Melhores Livros de Copywriting que Você Precisa Conhecer Agora”.

Ficou com alguma dúvida? Então, deixe seu comentário aqui com a gente 😉

 

 

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , , ,


5 Comentários

  1. fabio dos santos says:

    obrigado pelas dicas estou aprendendo.sou novato nesta área ainda tenho muito o que aprender..

  2. Vanessa Marques says:

    Adorei. Vocês tem empresas de copywrinting pra indicar?

  3. valmir lemes says:

    Beleza de conteúdo sou novo na leadlovers mas em breve estarei dando um up nos meus negócios por aqui, com estudo e conteúdos que aqui se encontram dá para colocar em prática seu negócio digital.

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: