O que é métrica? Por que essa palavrinha tem tudo a ver com Marketing Digital?

Já dizia William Edwards Deming: “O que não pode ser medido, não pode ser gerenciado.” 

Quando pensamos em Marketing Digital, torna-se impossível não pensar sobre métrica. Mas você sabe definir exatamente o que essa palavrinha que tem tudo a ver com Marketing Digital significa?

Em princípio, a métrica é um dos trunfos do chamado “novo marketing” em relação à publicidade tradicional.

Acredite: ter claro o conceito de métrica em seus projetos de marketing fará toda a diferença nos trabalhos executados, tamanha a importância dela para os negócios.

Se você atua em segmentos como consultoria de vendas, é proprietário de um negócio digital, loja física ou online, é dono de agência de Marketing Digital, enfim, se você é empreendedor precisa saber da importância da métrica para o business.

Que tal descobrir a seguir o que é métrica, quais são as principais métricas adotadas e usá-las para fortalecer os resultados obtidos em seus negócios?

Te conto mais nas próximas linhas, conto com a sua companhia e vamos lá!

Métrica: o que é?

Métrica: o que é?
Métrica: o que é?

Como demonstrar o valor do seu trabalho, produto e/ou serviço, quando partimos do contexto do marketing digital? Por meio das métricas.

Houve um tempo em que uma agência, por exemplo, se preocupava apenas em entregar aquilo o que lhe foi pedido e pronto. Não havia a preocupação de mensurar os resultados.

Hoje, este modelo de marketing não tem mais espaço no mercado, afinal, o Marketing Digital é baseado em métricas.

O resultado obtido pelas métricas é que vai confirmar se a estratégia adotada está ou não surtindo efeito. Por isso que ela é tão importante em um negócio, afinal, se você não medir, não obter dados e não se munir destes dados para planejar as estratégias de marketing, divulgação e vendas de sua marca/empresa, estará, como dizia minha avó, “mais perdido (a) que cego em tiroteio”.

Pensemos no Marketing de Conteúdo, por exemplo. Quem atua no segmento, prestando serviços para determinada empresa, está (ou deveria estar) tão ou até mais preocupado com os resultados gerados pelo negócio, do que o próprio dono do negócio.

Afinal, este tipo de marketing tem como princípio, trazer resultados, este é o foco.

E quando falamos em métricas, precisamos ter bem claro que elas deverão ser adotadas de maneira assertiva e equilibrada. Os excessos de métricas, colocam muitas vezes tudo a perder, ou não geram resultados satisfatórios.

Não mensurar nada durante o processo, ou ao contrário, medir demais, acaba prejudicando o trabalho. Estes dois fatores são erros a se evitar. A ideia é sempre utilizar as métricas como uma forma de facilitar a tomada de decisões no Marketing Digital, e não o contrário.

Para fazer a coisa certa, temos alguns amigos megapoderosos para que você acerte na medida, sãos os KPIs! Falaremos sobre eles a seguir.

E KPI, o que é?

Key Performance Indicator (KPI) using Business Intelligence (BI) metrics to measure achievement versus planned target, person touching screen icon, success

KPI é a sigla para Key Performance Indicator. Originário do idioma inglês, este termo pode ser traduzido como Indicador Chave de Performance. Ele reúne as principais métricas para avaliar se a estratégia em marketing está obtendo ou não sucesso.

78,1% das empresas que documentam sua estratégia, consideram-se bem-sucedidas, segundo os dados da Content Trends 2017. Entenda “documentar” como acompanhar de perto, medindo os resultados das estratégias adotadas.

Ou seja, se você quer entender o que funciona e o que dá errado, é preciso analisar, mensurar, utilizar as métricas mais relevantes ao seu negócio. E nada melhor do que utilizar os números para se nortear, de forma mais assertiva.

E isso pode ser feito com os KPIs, afinal, são eles os indicadores principais, capazes de lhe fornecer “o mapa do tesouro”, guiando as estratégias da melhor forma.

No entanto, o KPI deve ser foda, ou seja, ele deve reunir algumas características, como:

  •         Ter importância, ou seja, ser relevante;
  •         Simples de se compreender;
  •         Fácil de mensurar, ou seja, de ser medido;
  •         Ter a capacidade de estimular uma ação positiva;
  •         Possuir alguém responsável por ele, ou seja, ter um dono.

Um exemplo de KPI pode ser o número de acessos em um blog. Ele é relevante, afinal, traz mais pessoas para a página, potencializa a geração de leads, correto?

Ele é simples de compreender, basta analisarmos o número de visitas. Ele tem a capacidade de gerar ações positivas, como por exemplo, a interação do público, a comunicação do cliente em potencial com a empresa, etc.

E ele precisa ter alguém que se responsabilize por ele, que trabalhe focado em fazer com que o blog cresça, o conteúdo seja de ótima qualidade, que se preocupe em alavancar este KPI, e no caso dele diminuir, realizar ações estratégicas para que o quadro seja revertido.

Métrica: com qual frequência devo realizar as mensurações?

Uma dúvida comum em relação a métrica no Marketing Digital é a frequência de mensuração. Não há uma resposta padrão para esta dúvida, até porque, o Marketing de Conteúdo se baseia sobretudo, em testes.

Sendo assim, o ponto de partida deve ser uma hipótese. Vamos supor que você vai realizar a mensuração dos acessos à página do seu blog diariamente, durante uma semana. Pode ser que os resultados não sejam claros, flutuam e não apontam uma tendência.

Aí você pode então resolver medir semanalmente, e percebe que já é possível identificar uma tendência de crescimento, ou de declínio. Se isso acontecer, então é possível que você tenha encontrado a frequência ideal de mensuração neste momento, compreende?

Isso não significa que você não deve observar o fluxo diário de acessos. Extremos sempre merecem nossa atenção. Por exemplo: de 10 mil acessos médios por dia, hoje você mediu e percebeu que teve acesso zero. Isso pode significar que o site saiu do ar!

Portanto, procure acompanhar as métricas, a flutuação, os padrões e analisar. Defina a frequência sempre se baseando em tais informações, beleza?

Quais as principais Métricas de Marketing Digital?

Dentre as principais métricas, podemos destacar:

1 – Métricas operacionais

1 - Métricas operacionais
1 – Métricas operacionais

São aquelas métricas referentes ao dia a dia do departamento de marketing de uma empresa. Estas métricas que irão oferecer dados que comprovam se o marketing está seguindo pelo caminho certo ou não. Dependendo do resultado, realizam-se ajustes, para que a “rota” seja seguida no caminho do sucesso.

Elas dividem-se em outros grupos, conforme veremos logo abaixo.

2 – Métricas de consumo

2 - Métricas de consumo
2 – Métricas de consumo

As métricas de consumo nos mostram desde os visitantes únicos, até fontes de tráfego, número de visualizações de página, quais são as páginas mais visitadas, qual o alcance dos conteúdos nas redes sociais, visualizações no YouTube, etc.

3 – Métricas de engajamento

3 - Métricas de engajamento
3 – Métricas de engajamento

As métricas de engajamento irão nos dar uma ideia de como o público está interagindo com o conteúdo produzido.

Alguns exemplos desta métrica são a quantidade de comentários em seu blog, comentários nas redes sociais, compartilhamentos, likes, corações e demais interações que demonstram que aquele conteúdo agradou (ou não) o público.

Mas, atenção: se estas interações não estiverem relacionadas a nenhum resultado positivo de negócio, não use estas métricas como KPI. Um milhão de likes não é tão relevante quanto uma venda, por exemplo.

4 – Métricas de conversão

4 - Métricas de conversão
4 – Métricas de conversão

Também mostram como o seu conteúdo está sendo consumido e como ele está convertendo para a geração de novos negócios para a empresa.

Algumas destas métricas são:

  •         Geração de SQLs, MQLs e Leads;
  •         Taxas de conversão durante as etapas de qualificação de cada cliente;
  •         Retorno (ligações, contatos) originários de uma campanha específica;
  •         Taxa de conversão de mídia paga.

Tenha em mente sempre o seguinte: diante de todas estas métricas apresentadas e as demais existentes, quais, de acordo com os seus objetivos, são os KPIs principais e quais são os KPIs secundários?

Isso ajudará muito na realização de um trabalho de mensuração mais qualificado e alinhado, ok?

5 – Métricas de Negócio

5 - Métricas de Negócio
5 – Métricas de Negócio

Aqui estamos diante das métricas mais importantes para qualquer empresa, afinal, de que adiantaria ter o maior número de acessos em um blog específico, se isso não gerar nenhuma venda, por exemplo?

Se você é dono do negócio, é exatamente esta métrica que você vai querer enxergar. Por exemplo, o conteúdo do blog aumentou em 15% as vendas- com certeza esse indicativo te deixará satisfeito, não é mesmo?

Se você presta serviço de Marketing de Conteúdo para uma determinada empresa, e alavancou as vendas com o conteúdo criado, você será visto com bons olhos e saberá que a sua estratégia tem surtido resultados.

As métricas do negócio estão ligadas de maneira direta às vendas. Dentre as métricas de negócio, podemos destacar:

Ganhos – Custos/ custos x 100

  •         CAC: sigla para Custo de Aquisição de Clientes, ou seja, quanto você gasta para gerar 1 cliente? Para mensurar isso, é preciso seguir a seguinte fórmula:

Custo de Venda + Custos de Marketing/Quantidade de Novos Clientes

Atenção: o CAC deve ser sempre menor que a receita.

  •         LTV: sigla para Lifetime Value. É o valor do ciclo e vida do cliente, ou seja, quanto o cliente vale para a empresa? Esta métrica contribui para determinar o CAC correto, por exemplo.

E então, percebeu como as métricas e o Marketing Digital são coisas extremamente próximas? Dúvidas sobre o tema? Manda pra gente, bora trocar ideias! Até a próxima!

 

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!


Descubra o que é o leadlovers


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Siga-nos: