O que são SEO Hacks? 5 maneiras para começar agora!

O SEO é uma estratégia que exige um aprendizado constante e que nunca termina.

Uma agência de SEO que se importa com os resultados de seus clientes está sempre buscando por novidades e formas mais inteligentes de impressionar os algoritmos dos motores de busca.

Isso, porque, eles mudam seus critérios com bastante frequência e quase nunca divulgam o que as páginas devem fazer para terem um melhor desempenho orgânico.

É um trabalho de longo prazo, que exige paciência e análises constantes para medir o resultado do que foi feito e como as mudanças são percebidas pelo Google.

No entanto, é possível impressionar os motores de busca indo além dos processos clássicos de SEO para otimização e alcançar resultados mais assertivos para seu objetivo específico.

Quer ir direto ao ponto e tornar o processo de otimização mais inteligente? Saiba o que são os SEO Hacks e como você pode aplicá-los em seu trabalho no dia-a-dia para alcançar os resultados que deseja!

Esse post foi baseado no webinar SEO Hacks: técnicas ninja de otimização para turbinar seus resultados realizado em 18 de outubro de 2016 pelo Co-Founder da CreativeBizz, Carlos Muller, e o Analista de SEO, Samuel San Martin, em parceria com a SEMrush.

Acesse agora mesmo o webinar gratuito para conferir a gravação completa.

SEO hacks: O que são?
O que são SEO hacks?

O que são os SEO Hacks?

Apesar do que o nome sugere, os hacks não têm nada a ver com o ato de hackear um software ou domínio para ter uma melhor performance orgânica. Pelo contrário, o termo sugere uma maneira mais inteligente de resolver um ou mais problemas, ou encontrar melhores soluções.

Isso se encaixa perfeitamente com o objetivo dos SEO Hacks: pensar em atalhos, formas mais eficientes e que exigem menos recursos para alcançar um objetivo específico (seja gerar mais tráfego, conversões, entre outros).

É importante lembrar que os SEO Hacks:

  • Não são Black Hats, ou seja, não são ilegais ou “truques” que têm a intenção de enganar o Google e, por consequência, gerar penalizações.
  • São Low-Hanging Fruits, oportunidades de alcançar bons resultados com poucos recursos.
  • Otimizam o tempo de trabalho em relação ao objetivo que deseja ser alcançado. Com os SEO Hacks, você pensa em quais são os resultados mais eficientes de acordo com a principal meta da sua empresa.
SEO Hacks: Os Hacks, que aproveitam o máximo do processo clássico de SEO com menos recursos.
Os Hacks, que aproveitam o máximo do processo clássico de SEO com menos recursos.

É por isso que não adianta aplicar o processo clássico de SEO igualmente para cada campanha. Muitas vezes, você precisa de um resultado mais rápido, principalmente, se o negócio é local e tem foco em local search.

SEO Hack 1: Engajar e motivar reviews

Vamos supor que a sua empresa queira aparecer mais nos resultados de buscas locais para, assim, ter um maior credibilidade e confiança. Isso é muito importante para aumentar as possibilidades de conversão e fidelizar clientes.

Como o próprio Google Search Console dá a dica, a classificação da pesquisa local baseia-se na contagem e pontuação dos comentários do Google. Ou seja, um número de classificações positivas maior, melhora a classificação local de uma empresa.

SEO Hacks: Um bom exemplo de engajamento é o da agência de SEO CreativeBizz, de Curitiba, que tem uma excelente classificação e posicionamento local no Google.
Um bom exemplo de engajamento é o da agência de SEO CreativeBizz, de Curitiba, que tem uma excelente classificação e posicionamento local no Google.

Para que essa estratégia dê certo, é importante criar uma ação que incentive consumidores a fazer avaliações ou deixar comentários sobre a empresa no Google, em sites de terceiros ou na página oficial da empresa.

Pensando nesses pontos, você pode começar cadastrando a sua empresa no Google My Business. Esse é um passo fundamental para que você comece a ser classificado e avaliado por seus clientes no Google.

Se você realizou uma boa venda, envie um e-mail amigável e convidativo com um link para que seus clientes possam avaliar o seu serviço e atendimento. É possível, também, engajar seus clientes pessoalmente em seu estabelecimento físico.

Você pode incentivar os usuários a fazerem avaliações em sites como o Facebook, TripAdvisor, Foursquare ou Yelp, por exemplo. Não esqueça de inserir seu site em todos eles para que o Google consiga associar com a sua empresa.

Ou, se preferir, disponibilize em seu próprio site um espaço para que os usuários avaliem o serviço! Você pode fazer isso pedindo para uma agência de SEO especializada ou um webdesigner implementar a funcionalidade.

SEO Hack 2: Invista em Rich Snippets poderosos!

É possível aumentar a visibilidade e a taxa de cliques (CTR) na página de resultados do Google, a SERP, aproveitando a técnica de Rich Snippets ao máximo.

Os Rich Snippets são informações presentes na estrutura HTML do site que ajudam os buscadores a organizar e classificar o conteúdo, consequentemente, tendo uma melhor indexação.

O Google entende qual o tipo de conteúdo que as páginas trazem, lendo três tipos de marcação: as microdatas, os microformats e a RDFa, que têm fácil implementação e podem ser usados em reviews, produtos, vídeos, artigos, aplicativos, entre outros.

SEO Hacks: A aplicação de Rich Snippets em receitas, classificando qual a categoria em que ela se encontra (Bolos > Bolo de chocolate).
A aplicação de Rich Snippets em receitas, classificando qual a categoria em que ela se encontra (Bolos > Bolo de chocolate).

Se você não sabe como extrair o máximo do potencial dos Rich Snippets, o próprio assistente de marcações de dados estruturados do Google pode ajudar! A ferramenta é bastante intuitiva e indica como categorizar o conteúdo da página para melhor indexação.

SEO Hacks:

Assim que você terminar de categorizar os dados, o assistente de marcações gera um código em HTML para que, no back-end, o seu programador possa adicionar dinamicamente o script à página.

Não esqueça de validar o link ou o código para conferir e corrigir quaisquer erros.

SEO Hack 3: Crie guias e conjuntos de postagens

Uma ótima maneira de melhorar o posicionamento do seu site é otimizar o conteúdo, seja ele novo ou já existente.

Criar guias e conjuntos de postagens é uma técnica que, além de organizar melhor a estrutura de links internos e aumentar sua base de leads, ainda, pode alcançar um bom posicionamento desses guias para keywords de alto valor.

SEO Hacks: Aumente sua base de leads com um guia recheado de conteúdos relevantes para usuários interessados.
Aumente sua base de leads com um guia recheado de conteúdos relevantes para usuários interessados.

Crie landing pages com foco em palavras-chave que são relevantes para o seu negócio. Cada uma dessas páginas serve como um “guia” para o usuário, com um conteúdo rico e bem otimizado, que demonstra a sua autoridade no assunto.

Não sabe como começar? Ajudamos você:

  • Identifique uma palavra-chave de alto valor para o seu negócio. Exemplo: “inbound marketing”.
  • Encontre palavras-chave complementares e que estão relacionadas. Exemplo: “funil de inbound marketing” ou “buyers journey”.
  • Busque um conteúdo no seu site que já esteja indexado para a palavra-chave (o ideal é encontrar de 8 a 10 postagens). Se você vai criar novos conteúdos, pense quais poderiam ser esses posts relacionados.
  • Crie o conteúdo do guia principal e faça a otimização On-Page. Esse conteúdo deve ter mais de 3 mil palavras e ser baseado nos posts que você encontrou (ou que ainda vai criar).

 

SEO Hacks: O seu guia deve ser a página de “autoridade” com base na palavra-chave principal.
O seu guia deve ser a página de “autoridade” com base na palavra-chave principal.
  • Se o seu site é novo ou tem pouco conteúdo, crie posts relacionados à palavra-chave principal do guia com cerca de 1.000 palavras. Além disso, não se esqueça de atualizar os links do guia.

Criar guias e reorganizar o conteúdo do site pode parecer uma tarefa um pouco trabalhosa, mas lembre-se que se ele é rico e atrativo para os usuários, ele gera backlinks, tem um bom volume de compartilhamento em redes sociais, comentários positivos e, também, é uma excelente maneira de capturar leads.

SEO Hack 4: Guia de conteúdo para alavancar a home

Se você quer estar bem posicionado em sua área de atuação, é preciso ter uma Home bem estruturada, afinal, ela é a página com maior autoridade em um site.

Isso envolve não apenas o uso de palavras-chave institucionais, como, também, requer a otimização de links que transmitem o SEO Juice para as demais páginas.

Por isso, é muito importante criar um conteúdo na Home que tenha links contextualizados para as principais categorias, produtos ou outros conteúdos do site (como você viu na SEO Hack 2).

SEO Hacks: Como o nome sugere, os links contextualizados têm o objetivo de contextualizar o usuário e o buscador sobre o que irão encontrar em cada página.
Como o nome sugere, os links contextualizados têm o objetivo de contextualizar o usuário e o buscador sobre o que irão encontrar em cada página.

Otimizar a página por meio de links contextualizados é a melhor forma de transmitir SEO Juice, pois contam com palavras-chave âncora (que, normalmente, devem estar associadas ao serviço ou palavras institucionais do seu negócio).

No entanto, tome cuidado com a quantidade de links que são distribuídos na Home: isso pode dividir demais o SEO Juice e deixar usuários e o próprio buscador confusos.

Além disso, lembre-se que links site-wide e no footer transmitem muito pouco ou quase nenhum SEO Juice entre as páginas, então, não conte com eles.

SEO Hack 5: AMP (Accelerated Mobile Pages)

Nem é preciso citar o quanto otimizar informações para a plataforma mobile é importante, certo?

De acordo com a Akamai, de 1 em 2 pessoas, o tempo máximo de espera para uma página carregar no celular é de dois segundos.

Grande maioria dos usuários preferem o mobile para navegar, então, é essencial implementar o AMP para ganhar visibilidade nas buscas.

SEO Hacks: Exemplo de um artigo em AMP
Exemplo de um artigo em AMP

O Accelerated Mobile Pages é uma iniciativa do próprio Google que busca melhorar o desempenho da navegação mobile, construindo páginas que carregam instantaneamente quando o usuário clica em algum link.

O AMP é tão rápido e responsivo quanto um aplicativo para celular e conta com vantagens como:

  • Reduzir em até 85% o tempo de carregamento das páginas;
  • Aumentar em até 50% as impressões nas buscas móveis;
  • Aumentar em até 25% o CTR para resultados móveis;
  • Aumentar conversões (e-commerce);

Em 2016, o Google declarou oficialmente a adoção oficial da AMP em todos os resultados e buscas mobile, inclusive para E-commerce.

Se você quer usar o AMP para otimizar a sua página, você pode instalar o plugin automático no WordPress ou atualizando o código HTML da sua página.

O PostLight Mercury pode te ajudar com o AMP Converter, que otimiza automaticamente os elementos para facilitar a navegabilidade em outra plataforma.

Em quanto tempo os hacks podem dar resultado?

Por fim, é importante lembrar que mesmo aplicando os hacks que sugerimos acima, todo e qualquer resultado de SEO não acontece da noite para o dia.

Por isso, é importante contar com profissionais especializados para definir metas e estratégias que condizem com determinados objetivos, bem como medir a evolução de todo o projeto a curto, médio e longo prazo.

Isabela Bandeira
Após soprar muitas fitas de Nintendo, descobri que sou apaixonada por tudo o que envolve a cultura digital e a gamificação. Formada em jornalismo e especialista em Comunicação Digital e E-Branding, atuo como Analista de Conteúdo na agência de marketing digital CreativeBizz.

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , , , ,

Saiba Como Automatizar Suas Vendas!

Aprenda a automatizar suas vendas e foque no que realmente importa.


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: