Pop-ups: Como gerar leads e alavancar a sua Taxa de Conversão pensando no usuário

Você, assim como eu, não deve ser uma pessoa que adora ou é um fã de pop-ups, certo? De fato, o passado dos pop-ups não é dos melhores, sejamos sinceros aqui.

Porém, talvez você não tenha percebido que os pop-ups estão cada vez mais sendo utilizados de maneira inteligente e focados em beneficiar os usuários.

É por esse motivo que pode ser mais uma ferramenta para te ajudar a gerar leads e vendas para a sua empresa.

Então, se você quer aumentar as taxas de conversão do seu negócio, meu conselho é que você comece a incluir pop-ups nas suas estratégias hoje mesmo.

É claro que não sem antes ler tudo que preparamos aqui para você.

Pop-ups: Como gerar leads e alavancar a sua Taxa de Conversão pensando no usuário
Pop-ups: Como gerar leads e alavancar a sua Taxa de Conversão pensando no usuário

O que são pop-ups?

Os pop-ups nada mais são do que janelas que se abrem ao acessarmos páginas e sites. No geral, para aparecer para o usuário, essas janelas acabam se sobrepondo às informações contidas naquela página.

E o objetivo é mesmo esse: Chamar a atenção do visitante para a ação desejada.

Isso, aliado ao fato de que foram criados para veicular anúncios, fizeram com que os pop-ups não fossem vistos com bons olhos pelo público.

O que são pop-ups?
O que são pop-ups?

E eu sei que ainda é assim, mas, aos poucos, percebemos que essa situação tem mudado.

Os pop-ups de hoje não são mais como antigamente. Sobretudo com a ascensão do Inbound Marketing, que busca atrair o usuário e entregar conteúdo de valor para ele.  

Na realidade, há tempos os pop-ups são utilizados para diferentes fins, servindo até mesmo como segurança na hora de realizar compras, por exemplo.

Porém, o intuito do nosso artigo hoje é falar sobre o uso dos pop-ups no Marketing, ok? Então, chega de explicação e vamos para o que realmente interessa.

Usar ou não usar pop-ups?

A resposta para essa pergunta é: Depende. Assim como qualquer outra ação que você realizar, tudo sempre depende da estratégia e se você está empenhado o suficiente para fazer isso do jeito certo.

Se você usar pop-ups pensando no usuário, os resultados serão mais do que positivos, surpreendentes. Acredite: Não é teoria, há milhares de empresas que se beneficiaram disso e viram a taxa de conversão ir às alturas.

Usar ou não usar pop-ups?
Usar ou não usar pop-ups?

Em contrapartida, se você desconsiderar pontos importantes do processo, você não só causará incômodo no visitante como poderá influenciar negativamente na imagem da sua empresa.

Entendeu por que resolvemos fazer esse artigo? Os pop-ups não podem ser vistos como algo que atrapalha o visitante. Pelo contrário, devem guiá-lo até uma ação que seja relevante para ele.

Pensamento estratégico é tudo. Mas não se desespere pensando sozinho, basta continuar a leitura para aprender como criar pop-ups que cumpram mesmo o seu papel.

Dicas de como usar pop-ups para conseguir leads

Agora que você já sabe mais sobre os pop-ups e como são capazes de aumentar a conversão do seu negócio, precisa aprender como conseguir isso.

Nós separamos 6 dicas incríveis para você fazer tudo do jeito certo.Vamos lá?

1. Personalize os pop-ups

Aqui estou eu novamente falando sobre a importância de conhecer o seu público. E quanto mais, melhor. Apenas compreendendo os problemas, gostos e comportamento da sua persona, você conseguirá saber o melhor jeito de utilizar os pop-ups a seu favor.

Personalize os pop-ups
Personalize os pop-ups

É claro que você contará com testes e métricas, que falaremos adiante. Mas antes você vai ter que começar de algum modo, certo? Quanto mais certeiro você for, mais rápido terá resultados e menos tempo e dinheiro são demandados para conseguir encontrar a abordagem certa.

Não existe uma mensagem genérica que funciona para todos os tipos de públicos e negócios. Você terá que saber transmitir algo único e pensado para a pessoa que quer impactar. Resumindo: Foque na personalização e ignore textos prontos.

O que o seu público procura? O que ele quer e precisa? Qual informação ou material seria útil para ele? O que chama a atenção dele? Pense nisso e tenho certeza que as suas pop-ups serão boas para ambos os lados.

2. Respeite o momento e o contexto

Além de conhecer bem o público, você precisa respeitar o momento dele. Se você não sabe bem sobre o que estou falando, antes de tudo, recomendo que você leia o nosso e-book sobre Funil de Vendas.

Com a ajuda dele, você produzirá os conteúdos certos para cada etapa que seu público passa antes da compra. Para adquirir o seu grátis, clique aqui.

Pop-ups: Compreenda as etapas do Funil de Vendas
Compreenda as etapas do Funil de Vendas

Mais do que aprender sobre Funil de Vendas e suas etapas, pense com cuidado em quais lugares você inserirá determinado pop-up, refletindo sobre o contexto. O público pode ser o mesmo, mas dependendo do momento as necessidades e desejos mudam.

Vamos supor que você tenha um e-commerce de eletrodomésticos e eletrônicos e um potencial consumidor está lendo um artigo no seu blog sobre prós e contras de determinado smartphone.  Nesse caso, colocar um pop-up oferecendo cupom de ‘Frete Grátis’ para um fogão não seria a melhor alternativa, certo?  

Se o post no blog fala sobre algo, experimente colocar um pop que indique algo relacionado. Caso estiver dando dicas de como escolher um smartphone com sistema Android, um pop-up com o ‘O Guia Completo do Android’ seria uma ótima pedida.

Pop-ups: A importância do contexto
A importância do contexto

Já se o visitante estiver na página de preços do seu site, um pop-up convidando para fazer um teste grátis seria mais assertivo. Enfim, é tudo questão de momento e contexto mesmo.

Ainda pensando na questão do tempo, existem páginas que ao clicarmos automaticamente somos interrompidos por um pop-up. Jamais faça isso. Isso pode irritar o seu público e aumentar consideravelmente as chances de sua janela ser fechada.

Pense sempre na experiência do usuário. O mais indicado é que antes você permita que as pessoas tenham uma visão sobre o seu conteúdo para saber que ali há algo do interesse delas ou não.

Por que você acha que vários sites optam para que o pop-up seja exibido após tantos segundos ou minutos ou ainda depois do visitante acessar um número ‘x’ de páginas? Seja inteligente e acerte nisso você também.

3. Não seja um robô

Essa dica é bem sucinta, mas não deixa de ser relevante. É muito comum que empresas assumam um papel quase que inatingível em relação ao público.

É verdade que antigamente a relação entre empresas e pessoas era sempre pautada em excesso de formalidades e até certa impessoalidade. Hoje isso não funciona mais. Fale com o seu público de pessoa para pessoa, com pessoalidade e informalidade.

Pop-ups: Não seja um robô
Não seja um robô

Isso significa falar na língua do público, usar os termos que ele usa no dia a dia, facilitar a comunicação entre vocês. Assim ele se sentirá muito mais à vontade. E isso vale para as pop-ups também. Sempre que for criar uma, pense na pessoa que está do outro lado para chegar no tom de voz adequado.  

Uma pessoa não é apenas um número. Assim como sua empresa não é só mais uma. Deixe isso claro e os seus resultados agradecerão.

4. Dê um bom motivo para merecer o clique

Falamos anteriormente que você precisa saber utilizar as preferências e o momento do seu público para conseguir fechar negócio. Também explicamos que cada contexto pede um pop-up diferente.

O exemplo que mostramos era de um e-book, mas você pode usar outros tipos de materiais ricos. E é aí que entra essa dica aqui: Dê um bom motivo para o visitante clicar e se cadastrar.

Pop-ups: Dê um bom motivo para merecer o clique
Dê um bom motivo para merecer o clique

Pode ser planilhas, templates, cupons de desconto, testes e avaliações grátis, demonstrações, bate-papo com consultores… As possibilidades são muitas, escolha com sabedoria de acordo com o contexto explicado na ‘Dica 2’ e teste muito.

E nem precisa ser uma material rico. Não é preciso dificultar, um pop simples convidando as pessoas para assinarem a sua newsletter pode ser o suficiente.

Aliás, dá pra ser ainda mais simples: Há blogs conseguindo ótimos taxas de conversão somente por disponibilizar que os usuários baixem o artigo em PDF.

Sim, apenas isso tem gerado leads. Simples, né? O trabalho maior de produzir o conteúdo foi feito, bastará um plugin para fazer o resto acontecer.

Antes que você saia daqui sem compreender o motivo, eu te falo: Dependendo do conteúdo do artigo, como quando há dicas, tutoriais, receitas, passo a passo e afins a pessoa gostaria de ter aquele material com ela depois e um PDF com tudo organizado torna-se útil.

Outra coisa que merece igual atenção é o CTA (Call to Action) escolhido. Seja claro, direto, honesto e ao mesmo tempo criativo e instigante.

5. Não canse as pessoas

Imagine a seguinte situação: Uma mesma pessoa ao acessar várias páginas diferentes do seu site e/ou blog ser interrompida em cada uma delas por um pop-up? Pense como isso seria algo muito cansativo e irritante para qualquer pessoa.

Felizmente há uma maneira fácil de se resolver isso e não ser visto como spam: Os cookies.

Pop-ups: Não canse as pessoas
Não canse as pessoas

Sim. Cada pessoa ao ser impactada por determinado pop-up recebe o seu próprio cookie. Isso possibilita que você tenha controle dos tipos de pop-ups e quantidade de vezes que um mesmo visitante será interrompido.

Viu como é fácil não ser chato? Hahaha

Outra recomendação que entra nessa 5ª dica é a questão de ser transparente e deixar bem claro onde a pessoa pode fechar o pop-up. Quem nunca ficou ‘preso’ em um e não conseguia sair dali? Permita que ao clicar fora dela, o usuário saia e também deixe o bom e velho ‘X’ bem visível.

6. Teste e analise

Todas as dicas que falamos até aqui são relevantes e fazem diferença na efetividade de um pop up. Mas essa última, sem dúvidas, te guiará por todo caminho.

Isso quer dizer que você terá que sempre alterar os pop-ups para testar diferentes modos de conseguir que o visitante tome a ação desejada. O posicionamento, o design, o momento, o conteúdo oferecido, a copy… Tudo precisa ser testado e analisado por você.

Pop-ups: Teste e analise
Teste e analise

Se a sua pop-up possui um pequeno formulário diretamente nela, você saberá se houve resultado ao capturar leads ou não.

Mas mesmo que não seja assim, ao parametrizar os links utilizados nelas, você contará com a ajuda do Google Analytics e outras ferramentas de análise para entender o que gerou cliques ou não.

Ao testar você não apenas consegue aumentar a sua taxa de conversão como ainda evita ser inconveniente, inserindo pop-ups que não geram engajamento significativo.

Até porque se não houve interação quer dizer que o que está sendo exibido não está gerando valor e, pior, atrapalhando a experiência do usuário.

Tudo que você não quer, não é mesmo? Portanto, não hesite em testar e analisar tudo mesmo.

Mas como criar os meus pop-ups sozinho?

Se você chegou até aqui e está animado em utilizar pop-ups nas suas estratégias de Marketing Digital é muito provável que tenha uma dúvida em mente: “Mas como criar os meus pop-ups sozinho?”

Mas como criar os meus pop-ups sozinho?
Mas como criar os meus pop-ups sozinho?

A resposta é mais simples do que você imagina: Com o leadlovers. Sim, isso mesmo. Com a nossa plataforma você pode criar quantos pop-ups você quiser e precisar. Tudo isso sem precisar ter conhecimento nenhum em programação.

Se quiser saber mais detalhes dessa funcionalidade, dê uma olhada nesse vídeo que fizemos para mostrar como é fácil criar pop-ups com o leadlovers:

Conclusão

E aí, o que achou do artigo? Agora nem preciso convencer mais ninguém que os pop-ups realmente são poderosos para gerar leads e alavancar os seus resultados, né?

Vimos que, antes de qualquer outra coisa, é preciso entregar valor para as pessoas e pensar na experiência do usuário em cada detalhe. Afinal estamos falando de Inbound Marketing aqui também.

Portanto, nunca se esqueça que a linha entre um pop-up útil e um spam é tênue e precisa ser respeitada.  Mas se você seguir todas as dicas que demos aqui hoje, eu tenho a mais absoluta convicção que os seus pop-ups serão um sucesso.

Pop-ups: Conclusão
Conclusão

Como você viu aqui, é muito fácil criar pop-ups com a ajuda do leadlovers. Quer saber mais? Acesse nosso site aqui, lá você pode conversar com nosso time de consultores e tirar todas as suas dúvidas sobre a ferramenta e os planos.

Espero mesmo que da próxima vez que você ler um artigo meu, já esteja criando os seus próprios pop-ups unindo as dicas que separamos aqui e a nossa plataforma.

Até lá.

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , , , , ,

Saiba Como Automatizar Suas Vendas!

Aprenda a automatizar suas vendas e foque no que realmente importa.


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: