Topo de funil: O que fazer e não fazer

Todos já ouvimos a pergunta “Se uma árvore cair no meio da floresta, e não estiver ninguém por perto, será que faz barulho?”. Não posso responder esse experimento filosófico, mas deixe-me fazer uma pergunta diferente pra você: Um produto é tão bom quanto você imagina, mesmo se ninguém conhece ele?

Saiba que estratégias que seguem as premissas de um funil (aonde seus leads passam por etapas dentro deste funil, sendo alimentado com conteúdos de valor e relevantes em suas áreas de atuação).

A porta de entrada: o topo do seu funil

Para que sua empresa e produtos sejam bem-sucedidos, você precisa divulgar para os compradores. Já ouviu falar de topo de funil?

Então, sim, você precisa fazer marketing para atrair potenciais consumidores. Ou você pode sentar e esperar com um copo de vinho na mão até que seus consumidores te procurem no Google e venham até você com uma sacola de dinheiro na mão. No entanto, não é assim que o marketing digital funciona. E isso também é uma coisa boa, senão estaríamos todos sem trabalho…

O topo de funil é recomendado a constância na entrega de conteúdo, pensando no engajamento na divulgação do seu produto!
O topo de funil é recomendado a constância na entrega de conteúdo, pensando no engajamento na divulgação do seu produto!

Marketing de topo de funil é, em linhas gerais, engajar prospectos com pensamento de liderança e marketing de conteúdo – e não sendo empurrando produtos goela abaixo dos seus prospectos com páginas de vendas.

Então como divulgar seu produto usando topo de funil se não se deve falar diretamente sobre seu produto? Para te dar algumas ideias, vamos analisar algumas coisas que devemos e que não devemos fazer no marketing de topo de funil.

Não assumir que todos precisam e querem seu produto

Se você ainda não fez uma pesquisa de mercado para criar seu topo de funil, você está tratando todos como se eles estivessem no mercado só pelo seu produto. O topo de funil vai alimentar seus leads com conteúdos e criar relevância e com isso vai aumentar a confiança do seu público em seu trabalho.

Ser o marqueteiro mais inteligente de seu espaço

Saiba quem é seu consumidor pesquisando o mercado. Fale com pessoas que escolheram seu produto, com pessoas que escolheram produtos de seus concorrentes, e até mesmo com pessoas que ainda não consideraram, a hipótese de comprar seu produto. Entenda qual informação os levou a tomar a decisão que tomaram. Se torne um expert em fazê-los pensar em mudar (independente da situação) e, junto com isso, crie conteúdo que seja atraente para eles.

Não mencionar o seu produto

Sério, não mencione. No topo do funil, os consumidores em potencial estão interessados em um tópico (uma solução para um problema dele ou um nível que desejam atingir), não em um produto. Ainda mais que isso, eles podem não conhecer ou não confiar em sua empresa ou produto ainda. É como pedir em casamento no primeiro encontro – há uma chance de mais de 99,9% de ser uma péssima ação, por mais que o 0,1% restante ainda seja uma probabilidade de acerto que, nesse caso, é sorte.

Não use a tática de marketing de “jogar e rezar”!

Não. Não. Não. Com certeza você irá atingir uma quantidade grande de pessoas usando e-mail marketing, mas você também irá arruinar sua reputação como vendedor e potencialmente irá ser rotulado como spammer (aquele que só envia spam).

Use tecnologia. Ela está lá pra você

O cenário tecnológico do marketing de hoje em dia lhe dá uma vasta gama de ferramentas para ter superpoderes no mundo digital. Se torne um especialista em targeting (de target, público-alvo) e segmentação. Entenda os centros de compra em todas as suas contas-chave. Entenda quem já está no mercado e em qual estágio da comprar eles estão. Saiba aonde eles vão para conseguir informações e saiba como conseguir as informações que eles precisam na frente deles na hora que eles precisam. Depois de tudo isso, se todos usarem marketing de conteúdo, como você se diferenciar.

Não ignore seu pessoal de vendas

Sim, sua equipe de vendas sabe vender (de outra maneira, não teriam sido contratados), mas isso não quer dizer que você deva deixá-los para fazer o que bem entendem. Seus compradores estão engajados contigo pois uma certa mensagem passada pelo Marketing conectou com eles. Por quê não ter a certeza de que essa mensagem vai continuar ressoando ao longo do processo de vendas?

shutterstock_299136464
Um debate de ideias é crucial para definir e alinhar as estratégias de sua equipe para atingir as metas!

Continue em frente

A mensagem que você está usando em seus conteúdos ou sequência de nutrição do cliente deve continuar a ser usada ao longo de todo o processo de venda. Essa consistência deixa o consumidor mais seguro quanto a confiar em você, e isso te dar uma autoridade maior. Treine seus vendedores sobre o que é importante para seus consumidores. Forneça-os perguntas e tópicos de início de conversa sobre os assuntos que seu cliente tem interesse. Ajude-os a ganhar mais credibilidade e forneça conteúdos que estejam alinhados com seus conteúdos de marketing que possam ser usados durante o processo de vendas.

É claro, têm mais regras que podem ser mencionadas aqui, mas para o bem do tamanho do artigo – e do seu tempo – só mencionamos as quebradas com mais frequência. Essas regras devem ser a fundação, a base da estruturação do topo do seu funil. Aprenda sobre eles e use-os com consciência.

Fonte: marketingprofs.com

Compartilhe o post:

Tags: , , ,

Saiba Como Automatizar Suas Vendas!

Aprenda a automatizar suas vendas e foque no que realmente importa.


Quero ficar atualizado sobre as melhores práticas e dicas do blog Automação de Vendas para melhorar o e-mail marketing. Se você não curtiu, basta cancelar. Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

1 Comentário

  1. Como sempre postagens absurdamente quentes,precisas e diretas. Vocês são a APPLE brasileira em plataforma de marketing.Agora precisa apenas,entrar no mundo das notificações ONESIGNAL ou fazer ainda melhor.

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: