Tráfego Orgânico: Guia Essencial para Empresas e Empreendedores

As empresas estão cada vez mais reconhecendo a importância do tráfego para conquistar leads e clientes. E o tráfego orgânico é o tipo de tráfego mais desejado pela maioria.

Afinal, quem investe no digital sabe que para vender é preciso fazer com que mais pessoas saibam que você existe. Em contrapartida, sabemos que para ser visto é necessário investir dinheiro continuamente.

Apesar de costumar ser bem mais barato que propagandas convencionais, o tráfego pago tem se tornado cada vez mais dispendioso. É aí que muitas empresas têm se dado conta que o tráfego orgânico pode ser um auxílio e tanto para impactar mais e mais pessoas de maneira sólida e recorrente.

Porém, para quem está começando a investir nisso sempre surgem várias dúvidas. O que é perfeitamente normal.

Em função disso, hoje iremos mostrar como funciona o “Tráfego Orgânico” e ensinar um passo a passo para ele ser realizado, de maneira a ajudar o seu negócio a decolar.

É só continuar a leitura para aprender tudo…

Antes de tudo.. O que é Tráfego mesmo?

Antes de tudo.. O que é Tráfego?
Antes de tudo.. O que é Tráfego?

Você já parou para pensar no que “tráfego” significa?

De acordo com o dicionário Aurélio, a palavra pode ser definida como: “1. Grande atividade, afã, lida, trabalho […] 4. Fluxo das mercadorias transportadas por aerovia, ferrovia hidrovia ou rodovia.”. Já de acordo com as informações encontradas no Michaelis online, “tráfego” significa “1. Ação ou efeito de trafegar. 2 Movimento ou fluxo de veículos, no trânsito”.

Tá bom, mas como uma palavra que define a “movimentação de veículos” pode ser relacionada à web e aos empreendimentos?

Na Internet, o tráfego está ligado ao fluxo de pessoas que vêm e vão pelas páginas, canais, sites e redes sociais, movimentando a web.

Esse formato de tráfego pode ser declarado, então, como algo muito importante para absolutamente todos os tipos de negócios que acontecem on-line.

Resumindo: Quando falamos de tráfego de um site estamos nos referindo aos visitantes daquele site. Ou seja, as pessoas que chegaram até aquela URL. Você, por exemplo, que lê esse artigo será contabilizado como parte do tráfego do nosso blog.

Por que o Tráfego é tão Importante assim?

Por que o Tráfego é tão Importante assim?
Por que o Tráfego é tão Importante assim?

No contexto atual, as redes sociais e o Google são as maiores fontes de tráfego que existem.

Afinal, o número de pessoas que circulam pelas redes e pelo maior buscador do mundo todos os dias é realmente enorme.

Para você ter uma ideia, o Instagram, hoje, é visto como uma grande vitrine e gera muito dinheiro para os negócios que lá existem e sabem se apresentar.

E é justamente para alavancar negócios que as técnicas de tráfego se fazem essenciais. Isso ocorre porque, como já dito, o tráfego é o grande responsável por levar as pessoas interessadas em determinados conteúdos e em informações até as páginas que são de seu interesse.

Estudar tráfego acabou se tornando essencial para direcionar potenciais clientes e pessoas interessadas no que você tem a oferecer para as suas páginas na web.

Por causa disso, os chamados “gestores de tráfego” e os especialistas em SEO (Search Engine Optimization) têm sido muito requisitados pelos negócios que desejam ascender. 

Há muito anos o tráfego pago e o tráfego orgânico vêm se consolidando para quem atua no digital. Contudo, muitos negócios que antes operavam somente no offline começaram a perceber a importância de estarem presentes no online.

Sobretudo após 2020 observamos um boom, onde cada vez mais empresas estão buscando se destacar nessa forma de apresentação do mercado digital.

É aí que se encaixa a importância do tráfego no mundo da web: Seu estudo existe para direcionar as pessoas para páginas que têm a ver com seus interesses.

Agora que você já entendeu isso, vamos ao que realmente interessa? Vamos falar de tráfego orgânico?

O que é Tráfego Orgânico?

O que é Tráfego Orgânico?
O que é Tráfego Orgânico?

Para essa definição ficar bem clara, vamos ao dicionário novamente descobrir o exato significado de “orgânico”.

Desta vez, vamos utilizar a definição do Dicionário Online de Português, que define “orgânico” como sendo algo “Que não tem adição de produtos químicos (insumos, fertilizantes etc.); processado naturalmente […] desenvolvido por meios naturais”.

Agora fica mais fácil entender o que é Tráfego Orgânico, não é?

Trata-se daquele tipo de tráfego que não possui interferências externas para acontecer.

Isso significa, no caso da web, que você não paga para ser divulgado: seus seguidores e leads chegam até você naturalmente.

No caso da web, as interferências externas são as que acontecem no Tráfego Pago. Nele, você paga um valor para que o seu conteúdo seja impulsionado.

Em outras palavras, o Tráfego Orgânico é quando você posta alguma coisa nas ferramentas das redes e elas próprias te repostam para diversas pessoas que podem estar interessadas no que você oferece. Isso tudo sem você gastar dinheiro nenhum!

Isso acontece por você despertar o interesse e a curiosidade do público que pode te encontrar por uma boa posição no ranqueamento no Google, por exemplo.

Essas pessoas vão acabar parando na sua página ao buscarem uma resposta que cure as suas dores e resolva algum de seus problemas, suprindo as suas necessidades. O seu conteúdo, por sua vez, acaba caindo como uma luva e solucionando essas questões.

Mesmo se você tiver dinheiro e quiser investir em Tráfego Pago, é muito importante trabalhar muito bem o Orgânico também. Já que ambos se complementam perfeitamente e juntos podem trazer resultados inimagináveis.

Aliás, o Tráfego Orgânico pode acontecer de duas maneiras:

Tráfego Orgânico Passivo:

Nele, você cria o seu conteúdo e conta com a “boa vontade” e a aleatoriedade da rede para ela te dar tração a fim de conseguir alcançar um maior público.

Assim, ela te faz chegar a pessoas que têm interesse no tipo de conteúdo que você disponibiliza, fazendo você aparecer para um número maior de contas.

Tráfego Orgânico Ativo:

Ao passo que, no tráfego orgânico passivo, as coisas acontecem meio “sem pensar”, no Tráfego Orgânico Ativo, as atitudes para conseguir que mais pessoas cheguem até você são calculadas.

Existem algumas técnicas desse tipo de tráfego. Elas vão ser mostradas mais à frente e são extremamente importantes, pois fazem com que mais potenciais cheguem até você.

Dando um pequeno spoiler, essas práticas estão relacionadas a sua forma de interagir com as pessoas da sua rede.

5 Maiores Vantagens do Tráfego Orgânico

5 Maiores Vantagens do Tráfego Orgânico
5 Maiores Vantagens do Tráfego Orgânico

Esse tipo de tráfego, garantidamente, pode trazer diversos benefícios para a sua estratégia na web, tanto em páginas, sites e blogs, quanto em todas as redes sociais.

Veja algumas dessas vantagens:

1 – Economia 

Com esse tipo de tráfego, você não investe dinheiro para impulsionar os seus posts e acaba economizando consideravelmente.

É claro que acaba sendo preciso investimento para adquirir conhecimento para aumento do alcance orgânico e para produção de conteúdo, mas não é necessário gastar de maneira direta.

2 – Engajamento

O Tráfego Orgânico permite que as pessoas que chegam até você sejam mais engajadas com o seu conteúdo, já que elas vieram porque quiseram e demonstraram interesse no que você tem a oferecer.

Isso é bem interessante porque acaba trazendo pessoas que realmente se interessam pelo seu conteúdo. Você não é considerado um chato que interrompeu o leitor com um anúncio do nada, por exemplo.

Por esse motivo, o investimento é orgânico aumenta os admiradores da marca bem como os comentários e o compartilhamento dos posts.

3 – Resultados mais Efetivos

Uma vez que você possui pessoas engajadas no seu site ou na sua página, as suas vendas e ofertas com certeza terão resultados melhores e mais positivos.

4 – Não tem prazo de validade

Ao investir no Tráfego Pago, você sabe que terá um tempo predeterminado para que o seu produto, conteúdo ou serviço sejam divulgados.

Você não sofrerá com isso com o Tráfego Orgânico, pois ele não tem limite de validade; depende apenas da sua dedicação.

5 – Proximidade com o público

Utilizar as ferramentas do Tráfego Orgânico te permite ter um contato maior com o público e desenvolver um relacionamento com os seguidores que interagem de alguma maneira com você.

Agora que você já está convencido de que vale a pena implementar o Tráfego Orgânico, eu vou te mostrar algumas fontes de tráfego que oferecem os melhores resultados.

Principais Fontes de Tráfego Orgânico

Principais Fontes de Tráfego Orgânico
Principais Fontes de Tráfego Orgânico

As fontes de tráfego são as estratégias usadas por uma empresa para que ela, seu produto ou seu conteúdo apareçam nas redes.

Você sabia que é possível garantir um bom ranqueamento no Google, gratuitamente, e aparecer na primeira página de uma busca feita pelo conteúdo que você também oferece?

Exatamente isso. Mas, para que isso aconteça, é interessante usar e abusar das fontes de Tráfego Orgânico.

Vamos conhecer algumas delas?

1 – Ofereça conteúdos de qualidade

Imagine que o lead chegue à sua página e encontre conteúdos realmente diferenciados e ricos sobre assuntos que lhe interessam. É chegar e ficar, querido leitor!

Seu público se sentirá estimulado a conhecer mais sobre o que você tem a oferecer e, até mesmo, a divulgar sua página para outros possíveis interessados. 

2 – SEO

O Search Engine Optimization (SEO) é uma ferramenta que nos permite otimizar os instrumentos de busca utilizados pelo Google. Essa técnica permite que o seu conteúdo seja encontrado com mais facilidade.

Para funcionar de forma efetiva, é necessário que a pessoa que irá implementá-la invista dedicação e tempo. Mas, sem dúvidas, essa técnica vale a pena quando efetivada, pois oferece ótimos resultados e alcança bastantes pessoas!

Para aprender SEO básico e avançado, nossa equipe recomenda um curso disponível na Udemy: “Curso de SEO Completo – Do Básico ao Avançado“.

3 – Ofereça brindes

Disponibilizar brindes e amostras gratuitas de produtos de qualidade estimula o interesse do seu público.

Porém, lembrem-se de que tem que ser um bom conteúdo, para realmente cativar aquele consumidor, fazendo-o perceber que você tem mais coisas boas a oferecer.

4 – “Quem não é visto, não é lembrado!”

Visite páginas com conteúdos próximos ou relacionados ao que você tem a oferecer. Comente vídeos, postagens nas redes sociais, participe de discussões em fóruns e de lives.

Procure sempre fazer comentários pertinentes e que não sejam invasivos ou desrespeitosos com o autor. Isso fará com que você seja notado pelos outros participantes.

5 – Faça parcerias

As parcerias são benéficas para todas as partes. Para o Google, é interessante fazer parcerias com outros produtores, para que eles, de alguma forma, divulguem o link do seu conteúdo e vice-versa.

No caso das redes sociais, é interessante conseguir convidados para participarem de lives. Assim, tende a acontecer uma permuta de seguidores.

6 – Produza e-mail marketing

O e-mail ainda é, sem dúvidas, um forte aliado e funciona muito bem como fonte de Tráfego Orgânico.

Distribua e-mails informativos e atualizados explanando sobre as novidades a respeito dos seus conteúdos. É importante que os e-mails marketing sejam criativos.

Aproveite o espaço para destacar seus cases de sucesso e depoimentos de clientes satisfeitos.

Percebeu que todas as fontes citadas são superpossíveis de serem implementadas? Muito interessante, certo?

Tá bom, mas está na hora de aprender sobre como finalmente conseguir colocar o Tráfego Orgânico em ação.

Venha comigo, que eu vou te ensinar o que você precisa fazer!

Como começar com o Tráfego Orgânico: Passo a Passo

Como começar com o Tráfego Orgânico: Passo a Passo
Como começar com o Tráfego Orgânico: Passo a Passo

Agora é a hora de começar a colocar a mão na massa. Para iniciar o Tráfego Orgânico, é essencial desenvolver os pontos elencados abaixo.

Passo 1 – Tenha Clareza de Quem é a sua Persona

A persona é uma pessoa inventada que possui o perfil ideal do seu cliente!

De acordo com o artigo publicado anteriormente aqui na leadlovers:

A persona nada mais é que um perfil ‘médio’ de todos os clientes de um determinado setor de mercado, e serve como modelo base para a projeção das atividades de marketing. A persona, portanto, é na realidade uma personagem, uma entidade fictícia que representa uma tipologia precisa de pessoas reais.”

A criação desse elemento facilita muito a sua produção de conteúdo e a escolha da melhor estratégia a ser utilizada.

Isso acontece uma vez que a definição da persona direciona a sua criação para um grupo de pessoas que possuem aquelas características.

Passo 2 –  Capriche no SEO 

Como já falado aqui, essa ferramenta é essencial para conseguir um bom ranqueamento nas buscas realizadas no Google.

Lembre-se de que é preciso se dedicar a entender bem as estratégias dessa ferramenta.

Textos otimizados com as estratégias de SEO, juntamente com conteúdos ricos e bem-produzidos, formam a dupla dinâmica para que o seu produto ou serviço seja um dos primeiros que o Google vai mostrar!

Passo 3 – Elabore Títulos Chamativos e Interessantes

A criação de bons títulos é essencial para o Tráfego Orgânico, já que ele será o chamariz para o leitor entrar no site ou no post sobre aquele conteúdo. 

Algumas dicas legais para a criação de títulos são: crie títulos curtos, utilize as palavras-chave sobre o conteúdo. Além disso, use vocábulos que chamem bastante a atenção, como alguns verbos no imperativo (aprenda, veja, descubra etc.).

Passo 4 – Construa Estratégias nas Redes Sociais

Como já foi falado anteriormente, as redes sociais são os lugares onde há o maior fluxo de pessoas na Internet.

É principalmente no Instagram, no Facebook e no Twitter que os usuários passam a maior parte do seu tempo de lazer. Por isso, essas ferramentas são essenciais para serem usadas estrategicamente e alavancar o seu Tráfego Orgânico.

Assim, é interessante divulgar os seus produtos e serviços por essas redes. Faça postagens e stories falando sobre o que você faz e aumente a sua colocação como autoridade no assunto.

Passo 5 – Utilize Todas as Plataformas Possíveis

Não é suficiente investir todo o seu tempo em apenas uma plataforma para alavancar o tráfego organicamente.

Aposto que você tem a sua rede social favorita, não é mesmo? O seu primo também tem a dele, e a sua vizinha também. Mas lembre-se: elas não necessariamente serão as mesmas.

Por isso, para buscar ser visto por mais gente, reposte os conteúdos produzidos em todas as redes possíveis. Isso vai garantir que o conteúdo possa ser visto por pessoas distintas.

Passo 6 – Lembre-se de Humanizar

Já foi comprovado que não é atrativo para o seu público encontrar apenas conteúdos frios na rede.

Humanize o seu site ou perfil de rede social, colocando também informações sobre você.

Lembre-se de que pessoas se relacionam com pessoas, e isso é um grande atrativo e uma grande ferramenta do Tráfego Orgânico.

Passo 7 – Mantenha-se Atualizado

Fique sempre atento ao que tem chamado mais a atenção das pessoas nas redes e procure se adaptar a diferentes formas de produção e de apresentação de conteúdo quando perceber que algo diferente chamou a atenção dos seus possíveis leads.

Uma outra forma válida para se manter atualizado é ficando de olho nos seus concorrentes. Mas muito cuidado: não reproduza os conteúdos da concorrência! A ideia aqui é sempre se inspirar e procurar fazer melhor!

Conclusão

Conclusão
Conclusão

Pronto. Isso é tudo o que você precisa saber sobre Tráfego Orgânico e sobre as formas de implementá-lo no seu negócio. Agora, é a hora de arregaçar as mangas e começar!

Lembre-se: independentemente da forma escolhida para crescer, é preciso investir tempo e se dedicar para oferecer sempre o melhor o seu público.

  

 

 

 

 

Compartilhe o post:

Tags: , , , , , ,


0 Comentários

Deixe o seu comentário!

Siga-nos: